Windows 11 transcreve áudio em português do Brasil e ganha outras novidades

Ferramenta nativa que cria legendas em tempo real poderá ser usada em conteúdos em português, espanhol e mais; Windows 11 recebe novos widgets no canal Beta

Bruno Gall De Blasi
Por
Windows 11
Windows 11 (Imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)

Microsoft começou a experimentar algumas novidades para o Windows 11. Além do suporte ao português do Brasil na ferramenta de legendas em tempo real, acionada pelo comando Win + Ctrl + L, a companhia começou a liberar os novos widgets para mais usuários. O sistema operacional também recebeu melhorias no Snap Layouts.

Os novos idiomas da ferramenta de transcrição deram as caras na compilação 25300, que foi liberada no canal Dev.

Segundo a Microsoft, além do inglês dos Estados Unidos, os usuários poderão utilizar legendas ao vivo em outras línguas: português do Brasil, alemão, chinês (tradicional e simplificado), espanhol, francês, italiano, japonês e demais dialetos do inglês.

“Adicionaremos mais idiomas assim que estiverem disponíveis”, observaram na quarta-feira (15).

Esta inclusão fortalece a ferramenta de acessibilidade e permite o uso por mais pessoas. Especialmente porque ela já é simples de ser utilizada: basta utilizar o atalho de teclado Win + Ctrl + L para executá-la.

Todavia, é preciso habilitá-la antes do uso. Mas até isso é fácil: ao utilizar o comando pela primeira vez, é só clicar no botão de instalação e aguardar o processo terminar. Daí é só acompanhar a barra na parte superior da tela para ter acesso à transcrição.

As legendas aparecem na porção superior da tela (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
As legendas aparecem na porção superior da tela (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Microsoft testa melhorias para o Snap Layout

A build disponibilizada aos participantes do Windows Insiders traz outras melhorias. É o caso do Snap Layouts, que mostra o ícone do aplicativo em evidência para indicar a posição que ocupará na tela. Também há uma descrição para indicar que o usuário acionou a recurso para multitarefa.

É importante notar que, por ora, estas mudanças não são definitivas. Como a Microsoft mesmo disse, trata-se de um experimento para “melhorar a descoberta e o uso do Snap Layouts”. Não à toa, a empresa solicitou feedbacks dos usuários para saber se estas alterações são realmente coerentes ou não.

Ainda não há previsão de liberação dessas novidades ao canal Beta e aos usuários da versão estável.

Windows 11 ganha novos widgets em versão experimental (Imagem: Divulgação/Microsoft)
Windows 11 ganha novos widgets em versão experimental (Imagem: Divulgação/Microsoft)

Novos widgets do Windows 11 são levados a mais pessoas

Recentemente, a Microsoft anunciou a possibilidade de criar widgets para o Windows 11. Esta medida foi inaugurada com a liberação de uma ferramenta do Facebook Messenger, para acessar as conversas mais recentes sem precisar abrir o app. Agora, a empresa está levando a novidade para o canal Beta.

A expansão veio junto às compilações 22621.1325 e 22623.1325, anunciadas nesta quinta-feira (16). Entre as novidades, está a prévia de widgets do Messenger, Spotify, Xbox e Vincular ao Celular. Para usá-los, é preciso atualizar os respectivos aplicativos na Microsoft Store.

“Com o lançamento do Windows App SDK 1.2, os desenvolvedores agora podem criar widgets para seus aplicativos”, explicaram. “Os usuários podem acessar essas experiências em seu painel de widgets do Windows 11 nas versões atuais do Dev Channel Insider Preview.”

A liberação deixa o sistema mais próximo do macOS, que permite a inclusão de widgets de terceiros há alguns anos. Todavia, é importante ressaltar que a novidade ainda não alcançou a versão estável do sistema operacional.

Mas, após a estreia no canal Dev do Windows Insiders, não deve demorar muito até a liberação para o público em geral.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Gall De Blasi

Bruno Gall De Blasi

Repórter

Bruno Gall De Blasi é jornalista e cobre tecnologia desde 2016. Sua paixão pelo assunto começou ainda na infância, quando descobriu "acidentalmente" que "FORMAT C:" apagava tudo. Antes de seguir carreira em comunicação, fez Ensino Médio Técnico em Mecatrônica com o sonho de virar engenheiro. Entrou para o Tecnoblog em 2020 e também escreveu para o TechTudo e iHelpBR.

Relacionados