Dell anuncia que irá demitir 6.650 funcionários após fraco resultado em vendas

Empresa teve queda de 37% nas vendas de PCs no último trimestre de 2022; demissão em massa foi confirmada no site da companhia

Felipe Freitas
Por
Logo da Dell
Dell demitirá 5% de seus funcionários (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Dell é mais uma empresa de tecnologia a anunciar uma demissão em massa. Nesta segunda-feira (6), a fabricante de computadores publicou em seu site que as ações de cortes de gastos, tomadas em 2022, não foram o suficiente para manter uma boa saúde financeira. O anúncio demissão acontece pouco depois da apresentação dos resultados do quarto trimestre de 2022 — que mostrou uma queda de 37% nas vendas de PCs.

Como explicado na publicação no site da Dell, entre as ações tomadas para cortar gastos estão parar as contratações, limitar viagens de trabalho e reduzir gasto com serviços externos. O motivo para essas medidas foi, conforme dito pela própria Dell, as incertezas e dificuldades do cenário econômico global — problema que afeta todas as outras empresas de tecnologia e, ainda que não explicitado, é a causa do passaralho de 6.650 empregados.

Dell demitirá 6.650 funcionários após queda nas vendas

O número de empregados demitidos não foi divulgado no comunicado de Jeff Clarke, vice-presidente e codiretor operacional da Dell. Essa informação foi revelada pela Bloomberg. Os 6.650 funcionários despedidos equivalem a 5% do quadro de funcionários da empresa. Porém, o número pode ser maior do que o apurado pelo site de notícias.

Assim como as demissões em massa da Microsoft (e de praticamente todas as empresas de tecnologia), a situação da Dell é resultado de um forte crescimento nos primeiros meses de pandemia. Na época, o crescimento do home office levou as pessoas a investirem em computadores para trabalhar de casa. No entanto, não são todos que trocam de notebook a cada dois anos — ainda mais com os preços subindo.

Depois da calmaria, veio a tempestade. Em comparação com o Q4 de 2021, época de fim de ano na qual os consumidores fazem as compras de Natal, a Dell teve uma queda de 37% nas vendas de PCs no Q4 de 2022. O resultado não é ruim, é péssimo: 55% da receita da empresa vem desse segmento.

Dell (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Dell (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

Vice-diretor da Dell promete recuperação após desempenho fraco

Em comum com os comunicados de demissão em massa das outras empresas, Jeff Clarke manteve um tom otimista.

No texto, Clarke relembra que a Dell atravessou outras crises e retornou mais forte. “Nós triunfaremos como sempre fazemos”, escreveu o vice-diretor. Porém, as palavras otimistas não ajudarão os 6.650 empregados que serão demitidos — e a tal retomada não será rápida o bastante para recontratação.

Com informações: The Verge

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados