Em 48h, Musk volta atrás de novo e reativa selo “oficial” no Twitter

Visível para alguns e invisível para outros, o selo de verificado "oficial" continua dando o que falar; seu retorno foi visto em algumas contas pelo mundo

Ricardo Syozi
Por
Logotipo do Twitter
Twitter (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

Ao oferecer um segundo símbolo de verificação, o Twitter parecia ter resolvido a bagunça dos selos azuis. Porém, após poucas horas, Elon Musk anunciou que havia “matado” a novidade. A confusão parecia ter parado por aí, mas não demorou muito para o segundo selo retornar. Ao que tudo indica, ele dá as caras em apenas alguns países, mas nem todos os perfis o recuperaram.

Uma das mudanças mais recentes no Twitter é a desordem causada pelos símbolos de verificação. Vale lembrar que antes o processo para ter o selo azul era demorado e burocrático, mas que agora basta pagar a taxa mensal de US$ 8. Contudo, como era de se esperar, muitos usuários decidiram bagunçar com tamanha liberdade, o que irritou Elon Musk. Assim, um novo selo cinza surgiu. Ou seja, o verificado do verificado.

Entretanto, o CEO da Tesla “matou” o distintivo “oficial” pouco tempo depois de adicioná-lo à rede. Uma forma pura do “se colar, colou”.

Ah! Mas é claro que nada pode ser simples no Twitter hoje em dia.

Cerca de 48 horas depois da morte do ícone “oficial”, ele simplesmente retornou em alguns perfis como o da Coca-Cola e Twitter. Até mesmo páginas como o Wired e o Mashable receberam de volta o emblema.

Twitter mashable
O “oficial” ainda está por aí (Imagem: Reprodução / Internet)

Porém, é claro que há um plot twist nisso tudo: o selo cinza está aparecendo apenas em alguns países. Dependendo do local do endereço IP do usuário, o símbolo não está visível, o que deixa tudo ainda mais confuso.

Tudo isso deixa as pessoas coçando a cabeça, pois parece que Elon Musk está simplesmente jogando ideias para o alto para ver as reações. Isso fica mais evidente quando o bilionário faz postagens como essa:

Mudanças não devem parar tão cedo

A jornada de transformações na qual a rede social do passarinho está passando ainda não acabou. São tantas novidades em um curto espaço de tempo, que o Tecnoblog precisou compilar o máximo possível em um lugar só.

O novo dono parece querer mandar o máximo que pode ao mesmo tempo em que tenta recuperar o investimento de US$ 44 bilhões. Essa é uma das razões de oferecer o selo azul para quem quiser pagar sua taxa.

No entanto, Musk reclamou da debandada de anunciantes nas últimas semanas, culpando uma carta-aberta de ativistas.

Além disso, o executivo planeja acabar com a forma anterior do emblema de verificação. Ele acredita que ocorreu muita corrupção nesse modelo, então pretende remover essa versão nos próximos meses.

Twitter selo azul de verificação
Musk respondendo uma usuária sobre o símbolo azul (Imagem: Reprodução / Internet)

Não tem como saber o que mais vai acontecer com a rede social do passarinho. É possível que o empresário se entedie e tente vender a plataforma para recuperar uma parte de seu investimento, por exemplo. Também podemos esperar por novas mudanças e, quem sabe, um terceiro selo de verificação.

Eu o chamaria de “Super Ultra Turbo Official 3”.

Com informações: TechCrunch e Mashable.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Ricardo Syozi

Ricardo Syozi

Ex-autor

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. No Tecnoblog, autor entre 2021 e 2023. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral.

Canal Exclusivo

Relacionados