Google Chrome 85 para Android ganha suporte a DNS via HTTPS

Depois de chegar ao Chrome para desktops, DNS-over-HTTPS está sendo liberado na versão do navegador para Android

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos
Chrome para Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Lançado em maio, o Chrome 83 levou para o desktop o DNS-over-HTTPS (DoH) — DNS sobre HTTPS —, recurso que reforça a segurança e a privacidade do usuário ao dificultar o monitoramento de sua navegação. Agora, com o lançamento do Google Chrome 85, a mesma funcionalidade chega a celulares e tablets Android.

Sempre que você acessa um site digitando um domínio (tecnoblog.net, por exemplo), o navegador consulta um servidor de DNS (Domain Name System) para descobrir o IP associado àquele endereço.

O problema é que, via de regra, consultas desse tipo não são protegidas, mesmo quando o site conta com HTTPS ((Hyper Text Transfer Protocol Secure), implementação que acrescenta uma camada de segurança à conexão por meio de SSL/TLS.

É aqui que o DNS-over-HTTPS ganha importância. Com esse recurso, o navegador realiza consultas criptografadas a servidores de DNS. Sem essa proteção, a comunicação entre o seu equipamento e o serviço de DNS pode ser monitorada, permitindo que um invasor ou o seu provedor descubra quais páginas você tem acessado, por exemplo.

De acordo com o Google, o Chrome 85 (e versões posteriores) ativará o DoH automaticamente se o serviço de DNS consultado tiver suporte ao recurso. De igual forma, a funcionalidade será desativada pelo navegador quando não puder ser utilizada para evitar que o usuário enfrente interrupções na navegação.

Também é possível configurar o DNS-over-HTTPS manualmente — para indicar um servidor de DNS específico, por exemplo —, bem como deixar a funcionalidade totalmente desativada. Há ainda configurações disponíveis para aplicação do recurso em ambientes corporativos.

DNS-over-HTTPS no Chrome para Android

DNS-over-HTTPS no Chrome para Android

Mas, mesmo que você já tenha o Chrome 85, pode não ter acesso imediato ao DoH. A disponibilização da novidade está sendo feita de modo gradativo para “garantir a estabilidade e o desempenho do recurso”, dizem os desenvolvedores responsáveis.

A liberação gradual também pode ser uma “política de boa vizinhança”. O Google destaca que está aberto ao feedback de “partes interessadas”, entre elas, operadoras móveis e provedores de internet. O porquê disso? O DoH está em teste desde 2019 e, naquela época, essas empresas deixaram claro que não estavam nada contentes com a mudança.

Vale salientar também que o DoH está sendo implementado no Chromium, logo, é de se presumir que outros navegadores baseados nesse protejo também poderão ter acesso ao recurso.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados