Google é multado em US$ 32 milhões na Coreia do Sul por prática anticompetitiva

Comissão de mercado do país asiático multou o Google por exigir exclusividade para lançamento de jogos na App Store, impedindo que lojas rivais tenham acesso aos games

Felipe Freitas
Por
Marca do Google (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
Google (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Comissão de Fair Trade da Coreia do Sul (KFTC na sigla em inglês), órgão com atribuições similares ao Cade do Brasil, multou o Google em US$ 32 milhões (R$ 159 milhões). A multa foi aplicada após a empresa americana ser considerada culpada por práticas anticompetitivas no país asiático. No caso julgado, a Comissão investigou o Google por proibir que jogos publicados na Coreia do Sul fossem disponibilizados em loja rival.

O rival da empresa no país é a One Store, loja de apps criada pelas três grandes companhias de telefonia da Coreia do Sul: SK Telecom, KT e LG Uplus. A KFTC informou que o Google exigia que as desenvolvedoras sul-coreanas publicassem seus jogos exclusivamente na Play Store. Para “ajudar no convencimento”, a empresa de buscas argumentava que ofereceria apoio para o crescimento internacional do jogo.

Prática do Google derrubou fatia de mercado do One Store

A KFTC mostrou como a fatia de mercado da One Store diminuiu nos últimos anos, enquanto a Play Store ganhava mais espaço com os consumidores sul-coreanas. Em 2016, a One Store tinha entre 15% e 20% de market share. Já o Google possuía em torno de 80% e 85% no mesmo ano.

Em 2018, a loja sul-coreana caiu para 5% e 10%, com o Google tomando 90% e 95% do mercado de loja de apps para mobiles. Somadas, a One Store e a Play Store representam 90% das vendas de jogos na Coreia do Sul — o resto fica com a App Store.

One Store é a segunda maior loja de apps da Coreia do Sul (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
One Store é a segunda maior loja de apps da Coreia do Sul (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

Google leva terceira multa na Coreia do Sul e pode pedir música

Esta é a terceira multa aplicada contra o Google na Coreia do Sul. Em 2021, a empresa foi penalizada pela KFTC por outra prática anticompetitiva: proibir que fabricantes de eletrônicos utilizem forks do Android.

No ano passado, acompanhada pela Meta, o Google levou uma multa de US$ 49,6 milhões (aproximadamente R$ 244 milhões) por falhar em proteger a privacidade de usuários.

Aliás, multas por práticas abusivas ou problemas de proteção de dados não são novidades para o Google.

Com informações: TechCrunch

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados