Google lança selo de verificação de fatos no Brasil para combater notícias falsas

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 7 meses
Sim, o selo é bem discreto
Sim, o selo é bem discreto (consegue achá-lo?)

Notícias falsas existem há tempos, mas as empresas de tecnologia sempre preferiram manter uma postura neutra sobre o assunto. Mas o problema atingiu proporções tão grandes que, agora, elas correm para evitar mais estragos. Esses esforços também contemplam o Brasil. Por aqui, o Google exibirá um selo (um aviso em texto, na verdade) para ajudar o usuário a identificar notícias cujas informações foram verificadas.

Esse aviso — “Verificação de fatos” — aparecerá tanto nas notícias destacadas nos resultados do buscador quanto naquelas que são listadas no Google Notícias, inclusive na versão para Android do serviço.

Trata-se de uma estratégia global, mas que está sendo implementada progressivamente porque o Google precisa estabelecer parcerias com entidades locais especializadas em checagem (fact-checking). No Brasil, a companhia fechou acordos com três instituições: Agência Lupa, Aos Fatos e Agência Pública.

Discreto até na versão móvel
Discreto até na versão móvel

Certamente, não estamos diante de uma medida que irá resolver o problema das notícias falsas. Só que, por ora, esse parece ser o caminho mais coerente. O Google é uma empresa de tecnologia e, portanto, deve preparar um algoritmo que faz filtragem automática de notícias falsas. Mas, hoje, nem a mais sofisticada inteligência artificial consegue fazer esse trabalho corretamente.

Além do Brasil, o selo de checagem aparecerá a partir desta semana para usuários da Argentina e do México. O recurso está disponível desde outubro de 2016 nos Estados Unidos e alguns países da Europa, como Alemanha e França. Nos próximos meses, o selo também deverá aparecer para usuários de outros países da América Latina.

Receba mais sobre Google na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados