Google vende serviço de registro de domínios para Squarespace

Empresa de hospedagem pagou US$ 180 milhões pelos 10 milhões de domínios do Google e será fornecedora para clientes do Workspace

Giovanni Santa Rosa
Por
Logotipo do Google
Google (Imagem: Vitor Pádua / Tecnoblog)

O Google vai se livrar de um dos seus serviços, o Google Domains. A Alphabet, holding que controla a empresa, fechou a venda da divisão para a Squarespace, que também atua no setor. Entre os ativos, estão 10 milhões de domínios registrados, de milhões de consumidores. O valor da compra é de US$ 180 milhões.

O acordo foi anunciado na tarde desta quinta-feira (15). A Squarespace promete honrar preços de renovação dos clientes atuais do Google Domains por, no mínimo, 12 meses após a conclusão do negócio.

A empresa também será fornecedora dos domínios oferecidos a clientes do Google Workspace.

Clientes não precisam fazer nada por enquanto

Segundo a página de ajuda criada para explicar a transição, não haverá efeito imediato para clientes atuais.

A mudança só vai começar após as autoridades aprovarem o negócio e as duas empresas sacramentarem a aquisição, o que está previsto para acontecer no terceiro trimestre de 2023.

“Você se tornará cliente da Squarespace, e seu domínio será de propriedade dela, que também o gerenciará, após uma transição”, diz o texto. “A Squarespace entrará em contato com você diretamente se qualquer ação adicional for necessária.”

Se houver qualquer serviço do Google Workspace (incluindo o antigo G Suite) que tenha sido contratado por meio do Google Domains, ele também passará a ser gerenciado pela Squarespace. Isso não afeta assinaturas feitas diretamente com o Google ou com outros revendedores.

Além disso, o Google garante que o registro e a delegação DNS não serão afetadas durante a migração — ou seja, seu site e seus e-mail não ficarão fora do ar.

Quem não quiser ir para a Squarespace pode transferir o domínio para qualquer outra empresa, a qualquer momento. Segundo a página de ajuda, o anúncio não afeta essa opção, que sempre esteve disponível.

Com informações: Google, Bloomberg

Relacionados