O que fazer com um smartphone velho? Uma das possibilidades é transformá-lo em um sistema de vigilância: o Haven, aplicativo para Android desenvolvido em conjunto com Edward Snowden, utiliza os sensores do aparelho para detectar qualquer movimentação inesperada no ambiente.

O Haven foi criado para proteger “jornalistas investigativos, defensores de direitos humanos e pessoas em risco de desaparecimento forçado”. Quando instalado, ele combina todos os sensores do smartphone para detectar invasões; se um intruso for descoberto, o aplicativo envia notificações por SMS, pelo Signal ou para um site baseado em Tor.

Tudo é monitorado: o Haven utiliza o acelerômetro para detectar movimentações e vibrações; as câmeras para identificar pessoas; e o microfone para escutar ruídos estranhos. Também é possível saber quando a iluminação do ambiente foi alterada (por meio do sensor de luminosidade) ou se alguém tirou o aparelho da tomada. Dessa forma, ele “previne pessoas de silenciarem cidadãos sem serem pegas no flagra”.

Claro que ele também funciona para pessoas que não correm tanto risco: você pode aproveitá-lo como um sistema de vigilância de baixo custo, deixando o smartphone posicionado estrategicamente dentro de casa para fotografar e gravar sempre que alguém entra ao alcance da câmera, por exemplo.

O Haven é gratuito e de código aberto. Você pode baixá-lo para Android nesta página; a versão para iOS ainda não tem data para chegar.

Com informações: TechCrunch, The Verge.

Relacionados

Autor(a)

Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.