iPhone com RCS: Apple surpreende e adota sistema rival de mensagens

Empresa se antecipa a decisão da União Europeia. iMessage continuará como sistema padrão para troca de mensagens entre dispositivos com a marca da maçã.

Thássius Veloso
Por
(Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
iPhone vai conversar com RCS a partir de 2024 (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

A Apple anunciou a adoção do protocolo de mensagens RCS no segundo semestre de 2024. Isso significa que os usuários de iPhone contarão com mais recursos ao conversar com donos de celulares de outras marcas (leia-se: Android).

O anúncio foi realizado hoje e menciona “uma melhor interoperabilidade quando comparado com SMS ou MMS”, segundo uma nota obtida pelo site especializado 9to5 Mac.

Na prática, os usuários de dispositivos da maçã terão mais uma opção ao mandar mensagens para amigos adeptos de outras plataformas. São vários recursos bem comuns a apps como WhatsApp e Telegram, mas que não existem no SMS tradicional: check de mensagem lida, imagens de alta qualidade e aviso de que a pessoa está digitando, entre outros.

Aposta do Google há anos

O Google aposta neste protocolo há anos, tanto que ele está embarcado de fábrica no Android. Por sua vez, esta é a primeira vez que a Apple faz um gesto no sentido de se abrir para a interoperabilidade de apps de mensageria.

É importante destacar, porém, que o iMessage vai continuar fechado para dispositivos da Apple, dentre eles os Macs e os iPads. O 9to5 Mac explica que o RCS será uma opção adicional.

Tim Cook, CEO da Apple, ao lado de MacBook Air 2022
Tim Cook com o MacBook Air (Imagem: Divulgação / Apple)

O peso da União Europeia

De acordo com a Apple, o aplicativo nativo de Mensagens continua sendo a alternativa mais segura para donos de iPhone. A empresa se comprometeu a trabalhar com a indústria de telecomunicações no sentido de melhorar a segurança e criptografia das mensagens enviadas pelo RCS.

Não custa lembrar que o braço executivo da União Europeia avança na padronização de grandes plataformas de tecnologia. O iMessage é classificado como aplicativo importante por possuir mais de 45 milhões de usuários. Em outras palavras, o anúncio feito nesta quinta-feira (16) se antecipa a uma mudança compulsória que a Apple teria de fazer para continuar oferecendo serviço de mensagens no velho continente.

Com informações: 9to5 Mac

Receba mais sobre Apple na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Thássius Veloso

Thássius Veloso

Editor

Thássius Veloso é jornalista especializado em tecnologia e editor do Tecnoblog. Desde 2008, participa das principais feiras de eletrônicos, TI e inovação. Na mídia, também atua como comentarista da GloboNews e da CBN, além de ser palestrante, mediador e apresentador de eventos. Já apareceu no Jornal Nacional, da TV Globo, e publicou artigos na revista Galileu e no jornal O Globo. Ganhou o Prêmio Especialistas em duas ocasiões e foi indicado diversas vezes ao Prêmio Comunique-se.

Canal Exclusivo

Relacionados