Portabilidade de salário poderá ser feita para serviços como NuConta e PagSeguro

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 4 dias
NuConta para pessoa jurídica

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou uma resolução que facilita a transferência automática de salários para contas digitais de serviços financeiros que não são oferecidos por instituições bancárias. Na prática, isso significa que o trabalhador terá a opção de receber o seu salário em serviços como NuConta e PagSeguro.

Hoje, boa parte das empresas abre contas salário ao contratar funcionários. O empregado não paga nada por essa conta e pode usá-la para fazer saques ou pagamentos via cartão de débito, por exemplo, mas não consegue receber depósitos de terceiros ou movimentá-la com cheques.

No entanto, a pessoa não é obrigada a ficar com a conta salário. Ela pode solicitar gratuitamente a portabilidade para uma conta corrente no banco da sua preferência. Com a nova resolução do CMN, a portabilidade também poderá ser solicitada para contas digitais ou de pagamento, incluindo aquelas movimentadas com cartões pré-pagos.

Isso significa que, além dos já mencionados serviços NuConta (Nubank) e PagSeguro, a portabilidade poderá ser feita para contas no PayPal, Superdigital e outras fintechs, sejam elas ligadas a bancos ou não. Só é necessário ter um pouco de paciência: o novo regulamento passa a valer somente em 1º de julho.

De todo modo, o procedimento de portabilidade deverá ficar um pouco mais fácil. Atualmente, o trabalhador tem que solicitar a transferência no banco que mantém a conta salário. Com o novo regulamento, o usuário poderá fazer o pedido de portabilidade na instituição que controla a conta de destino.

Com informações: Agência Brasil, O Globo.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados