Processo revela tensão da Apple para ter assinaturas da Netflix na App Store

E-mails mostram que Apple planejou oferecer vantagens para manter Netflix no sistema de pagamento da App Store

Victor Hugo Silva
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)
App Store no iPhone (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

A disputa judicial entre Epic Games e Apple tem revelado mais detalhes da relação de desenvolvedores com a App Store. O processo revelou que a decisão da Netflix de deixar o sistema de pagamentos da loja de aplicativos criou uma tensão entre executivos da Apple, que cogitaram oferecer mais vantagens ao serviço de streaming.

Em e-mails de 2018 destacados pelo 9to5Mac, executivos da Apple discutem o que fazer para tentar convencer a Netflix de manter o suporte para assinaturas diretamente na App Store. Com o seu sistema In-App Purchase (IAP), a Apple tem direito a parte do valor pago pelos usuários. Se o pagamento é realizado em um site, a empresa perde um valor considerável.

A Netflix não tinha certeza de que deveria seguir com o IAP. Segundo os e-mails, a empresa identificou que a proporção dos cancelamentos na App Store era maior do que a registrada entre quem havia assinado em outros meios, como o site. A Apple, que não queria perder a sua comissão, planejou oferecer benefícios ao serviço de streaming.

O diretor de gestão de negócios da App Store, Carson Oliver, enviou um e-mail em fevereiro de 2018 para tratar do caso. Na mensagem, ele informa que a Netflix planejava remover o suporte ao IAP em alguns países durante dois meses, como parte de seus testes. A ideia, segundo o executivo, era entender como a loja da Apple contribuía com as assinaturas.

“A Netflix está preocupada em entender o valor incremental de oferecer assinatura via IAP no iOS”, afirmou Oliver no e-mail. “Expressamos nossa preocupação de que a execução desse teste criaria uma experiência ruim para os usuários do aplicativo nesses mercados e limitaria as oportunidades de marketing conjunto, incluindo os destaques na loja”.

Oliver também questionou se a Apple deveria adotar “medidas punitivas” contra a Netflix por conta do teste. Entre as ações consideradas, estava a remoção dos destaques ao serviço de streaming na App Store.

Apple planejou benefícios para a Netflix

Para convencer a Netflix a seguir com o suporte às assinaturas na App Store, os executivos planejaram oferecer vantagens ao serviço de streaming. Em uma apresentação de slides, a Apple indicou que a plataforma de filmes e séries era seu parceiro mais destacado na App Store e que os conteúdos aumentaram os downloads do app no iOS em até 7%.

Em outro trecho, o documento aponta que a Apple estava disposta a ter ações coordenadas para promover conteúdos da Netflix e a liberar mais dados sobre a performance do aplicativo de streaming entre usuários de iOS. Entre as propostas, também estavam um bundle com o Apple TV, publicidade para a Netflix em Apple Stores e até mesmo uma redução nas taxas.

Os e-mails não revelam se a apresentação foi enviada à Netflix, mas sabe-se que o serviço de streaming deixou oficialmente o sistema de pagamentos da App Store em dezembro de 2018. As mensagens também apontam a disposição da Apple de negociar políticas diferenciadas de acordo com o tamanho do parceiro.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Victor Hugo Silva

Victor Hugo Silva

Ex-autor

Victor Hugo Silva é formado em jornalismo, mas começou sua carreira em tecnologia como desenvolvedor front-end, fazendo programação de sites institucionais. Neste escopo, adquiriu conhecimento em HTML, CSS, PHP e MySQL. Como repórter, tem passagem pelo iG e pelo G1, o portal de notícias da Globo. No Tecnoblog, foi autor, escrevendo sobre eletrônicos, redes sociais e negócios, entre 2018 e 2021.

Canal Exclusivo

Relacionados