Visa lança pagamento por aproximação para compras online

Tecnologia desenvolvida pela Visa transforma smartphone em maquininha e aceita até cartão de débito. Ingresse é primeira empresa a adotar solução.

Giovanni Santa Rosa
Por
Tela de celular mostrando opção de pagar por aproximação
App da Ingresse para Android terá opção de pagar aproximando cartão (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

A Visa, a Ingresse e a Symbiotic lançaram uma nova forma de pagamento contactless no mercado brasileiro. Com ela, o consumidor pode fazer uma compra online e pagar aproximando seu cartão e seu celular, como faria em uma loja com maquininha. A tecnologia é inédita na América Latina. A plataforma Ingresse Tap, da empresa de tíquetes, será a primeira a usar a solução.

Funciona assim: você faz uma compra em um app de uma loja online no celular. Na hora de pagar, existe a opção de aproximação. Então, é só colocar o cartão perto do celular. O método dispensa digitar números, aceitando cartões de crédito e também de débito.

A nova forma de pagamento é um desdobramento das tecnologias de usar celulares como maquininhas para pagamentos por aproximação, como o Tap to Pay da Apple (que tem um sistema mais fechado) e vários apps de Android (que libera o NFC para uso de terceiros). A diferença é que a aproximação não é no celular de um lojista previamente cadastrado, e sim no aparelho do próprio cliente.

Uma das vantagens do novo método é facilitar o pagamento no débito, que nem sempre é aceito pelo tradicional método de digitar o número do cartão. A Visa trata a questão como inclusão digital. “O ambiente de cartão de crédito é muito selecionado”, diz Fernando Pantaleão, vice-presidente de soluções da Visa.

Opções de pagamento no app da Ingresse
Ingresse vai destacar pagamento no débito (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

Para as empresas, a Visa promete menores custos com estornos e maiores taxas de aprovação. Tecnicamente, a Visa chama esse tipo de transação de “cartão presente”. Pense em uma maquininha: quando a compra não é aprovada, você sabe na hora. Isso representa um custo menor com compras não aprovadas. Além disso, as taxas cobradas em transações de débito são menores.

E o Pix? Pantealeão diz que ele não necessariamente é um concorrente. “O Pix trouxe o consumidor para uma experiência digital, e isso facilita uma solução do tipo [do Tap to Own Device]”, explica.

Celular com cartão próximo à parte de trás
Após escolher opção, basta aproximar para pagar (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

Visa promete segurança para clientes

Os pagamentos por aproximação são práticos, mas também preocupam usuários, que temem que golpistas aproximem maquininhas de seus bolsos para roubar dinheiro. O uso de qualquer celular como maquininha poderia representar um risco?

Questionada pelo Tecnoblog, a Visa diz que as antenas NFC de celulares têm alcance menor que as das maquininhas. Por isso, seria necessário realmente encostar no cartão, e o usuário provavelmente notaria essa tentativa de golpe.

A nova solução da Visa segue as mesmas regras das maquininhas e exige senha em pagamentos maiores que R$ 200. Dependendo do uso, a empresa pode estipular um limite ainda menor para cobranças sem confirmação. Por fim, a companhia afirma ser capaz de detectar e desabilitar uma conta com comportamento inadequado nas compras.

Ingresse vai estrear aproximação no app para Android

A plataforma de ingressos Ingresse é a primeira empresa a adotar a solução. Gabriel Nicola, head de pagamentos, destaca que a empresa já trabalha com várias formas de pagamento. Ele considera que o pagamento por aproximação dá mais confiança para o consumidor, que não precisa digitar os números. A transação pode envolver senhas, inclusive.

Recursos do Ingresse Tap
Aproximação promete melhorar métricas do comércio (Imagem: Giovanni Santa Rosa/Tecnoblog)

O desenvolvimento da parte de software ficou a cargo da empresa costarriquenha Symbiotic. Javier Chacón González, CIO da Symbiotic, destaca que a prevenção de fraudes é um dos principais desafios do formato, já que o celular não é de um lojista previamente cadastrado. A tecnologia vem sendo desenvolvida há um ano e meio.

O Ingresse Tap estará disponível a partir do começo de fevereiro, no app da plataforma para Android, desde que o aparelho tenha NFC. Segundo Pantaleão, da Visa, a solução para iPhone está a caminho, e apesar do ecossistema mais fechado, não há nenhuma limitação imposta pela Apple.

Atualizado às 17h46 com informações da Visa sobre segurança

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Giovanni Santa Rosa

Giovanni Santa Rosa

Repórter

Giovanni Santa Rosa é formado em jornalismo pela ECA-USP e cobre ciência e tecnologia desde 2012. Foi editor-assistente do Gizmodo Brasil e escreveu para o UOL Tilt e para o Jornal da USP. Cobriu o Snapdragon Tech Summit, em Maui (EUA), o Fórum Internacional de Software Livre, em Porto Alegre (RS), e a Campus Party, em São Paulo (SP). Atualmente, é autor no Tecnoblog.

Canal Exclusivo

Relacionados