WhatsApp está testando uma ferramenta de agendamento de ligações em grupos

App de mensagens está cada vez menos uma ferramenta de conversa em texto para virar um serviço de videoconferências e ampliar seu papel na comunicação

Felipe Freitas
Por
WhatsApp (imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)
WhatsApp inicia testes de recurso de agendar ligações e chamadas em vídeo (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O WhatsApp iniciou os testes da sua futura ferramenta de agendamento de chamadas. O recurso será usado para que grupos marquem ligações e videochamadas, criando um cartão dentro do grupo para que os participantes acessem a “reunião” e recebam uma notificação 15 minutos antes dela começar. A função de agendar ligações e chamadas em vídeo foi liberado na versão Beta do WhatsApp da Play Store.

Com essa novidade, o WhatsApp para de copiar “um pouco” o Telegram e mira sua “máquina de xerox” para o Zoom, Slack e Google Meet. Depois de lançar a função de compartilhar tela no seu aplicativo de mensagens, ou melhor, comunicação, a Meta dá outro passo para ampliar a área de atuação do WhatsApp.

Agendar chamadas no WhatsApp está próximo do lançamento

Como o recurso já está disponível para os integrantes do programa WhatsApp Beta, ele deve chegar em breve na versão estável do aplicativo. O site WA BetaInfo, especialista na cobertura do WhatsApp, havia divulgado em fevereiro deste ano que a Meta estava desenvolvendo essa ferramenta.

Nas capturas de tela divulgadas pelo mesmo site, podemos visualizar o funcionamento do recurso. Para agendar uma ligação ou videochamada, o usuário precisa clicar no ícone de telefone, onde as chamadas em grupo são realizadas.

Função de agendar chamadas está disponível para integrantes do programa WhatsApp Beta (Imagem: Reprodução/WA BetaInfo)
Função de agendar chamadas está disponível para integrantes do programa WhatsApp Beta (Imagem: Reprodução/WA BetaInfo)

Hoje, quando você clica nesse botão, aparece somente a opção “Iniciar chamada”. Com a nova função, será liberado a opção de marcar uma ligação para o grupo. O autor da “reunião” poderá escolher o nome do evento, tipo de ligação (vídeo ou áudio) e data. Finalizando essa etapa, é enviado o cartão com as informações do evento e opção de “confirmar presença” — o autor poderá também cancelar o agendamento.

Deixe-me explicar agora o motivo das aspas em “confirmar presença”. Na captura de tela, o botão em inglês está “join call”, “entrar na chamada” em tradução direta. Porém, o WaBetaInfo explica que quem clicar em “join call” receberá uma notificação 15 minutos antes do horário marcado. Logo, podemos inferir que ele tem a função de confirmar presença na ligação.

WhatsApp está cada vez mais profissional

Com Musk querendo transformar o Twitter/ em “app de tudo” e Zuckerberg há anos tentando fazer isso nas suas redes sociais, é óbvio que esse recurso mostra que a Meta não desistiu da ideia. Ao juntar a função de compartilhar tela em videochamadas e opção de agendá-las, o WhatsApp amplia a sua atuação, servindo também como um programa para reuniões “profissionais”.

Todavia, há o enorme X da questão (e não estou falando da rede social do Musk): isso dará certo em um mundo com Discord, Google Meet, Slack, Teams, Zoom e sei lá mais o quê? Além do mais, quem não possui um número profissional poderá ter uma experiência ruim ao usar o contato pessoal para realizar reuniões no WhatsApp.

Mas é aquilo: vamos ver no que vai dar.

Com informações: WA BetaInfo e Android Police

Relacionados