YouTube começa testes de descrições de vídeos criadas por IA

Google anunciou na última segunda-feira que iniciou testes para que descrições dos vídeos também sejam criadas por IAs; recurso só está disponível para vídeos em inglês

Felipe Freitas
Por
YouTube
YouTube inicia testes de descrições de vídeos feitas por IA (Imagem: Vitor Pádua/Tecnoblog)

O Google está testando um recurso para criação de descrição de vídeos no YouTube que será feita por inteligência artificial. A novidade foi revelada pela empresa na última segunda-feira (31) através da página de suporte da plataforma de vídeos. O recurso será mostrado na página de busca e na página de exibição de vídeos.

Como explica o Google em seu site, os testes estão disponíveis para um número limitado de vídeos e de espectadores. A descrição feita por IA, por enquanto, funcionará apenas com produções na língua inglesa.

Google não divulgou sobre identificação de descrição feita por IA

A publicação do Google na página de suporte do YouTube não traz detalhes visuais do recurso — mostrando como será a identificação do sumário feito por inteligência artificial. Todavia, a empresa informou que essa descrição automática será mostrada na página de exibição do vídeo e durante a busca.

Por estar disponível somente para conteúdos na língua inglesa, é especulado que apenas contas baseadas em países cuja língua oficial seja inglês estejam participando do teste. O Tecnoblog tentou testar o recurso usando uma VPN e acessando os principais canais de língua inglesa, mas não conseguimos visualizar nenhuma indicação do teste.

Página de buscas será um dos lugares em que a descrição por IA será mostrada (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)
Página de buscas será um dos lugares em que a descrição por IA será mostrada (Imagem: Reprodução/Tecnoblog)

É natural que ao criar um recurso em que a descrição será feita por IA, o Google adicione uma etiqueta ou alguma identificação para informar ao usuário que o sumário do vídeo não foi feito por um humano.

No site, o Google pede que as contas participantes passem feedback sobre o recurso caso “esbarrem” com o texto feito pela IA. A empresa afirma que esse recurso não substituirá a descrição feita pelo criador — que pode anunciar alguma publicidade no sumário.

Com informações: Android Police e The Verge

Receba mais sobre Inteligência Artificial na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados