Início » Gadgets » Gear 2 e Gear Fit, os smartwatches da Samsung que estão chegando ao Brasil

Gear 2 e Gear Fit, os smartwatches da Samsung que estão chegando ao Brasil

Paulo Higa Por

gear-fit-hands-on-abre

O Galaxy S5 foi o principal produto apresentado hoje pela Samsung, mas não foi o único: a empresa também trouxe ao país a nova geração de relógios inteligentes, que deixaram de lado o Android e a marca Galaxy. Movidos a Tizen, Gear 2 e Gear Fit começam a ser vendidos no Brasil também no dia 12 de abril, custando 1.299 e 899 reais, respectivamente. E o Gear Fit é, no mínimo, curioso.

Samsung Gear 2

Mas vamos começar pelo Gear 2, o sucessor do Galaxy Gear, que não foi exatamente um sucesso de vendas. A Samsung corrigiu alguns dos problemas que a primeira geração possuía, a começar pelo design: o Gear 2 parece mais fino que o antecessor, está com um visual mais harmônico, não possui mais parafusos à mostra e perdeu aquele calombo bizarro para abrigar a câmera.

samsung-gear-2

gear-2-hands-on-horas

A lente da câmera de 2 MP agora está no corpo do relógio, o que tornou possível trocar a pulseira. A Samsung venderá pulseiras na cor preta, laranja, cinza e marrom. As grifes Moschino e Nicholas Kirkwood também desenvolveram algumas pulseiras, que são mais chamativas e possuem alguns desenhos; particularmente, elas não me agradaram.

A tela Super AMOLED continua sendo de 1,63 polegada, com definição suficiente para não revelar pixels individuais. Ela exibe dados como hora e previsão do tempo, mas não fica ligada o tempo todo, o que não é exatamente bom para um relógio. É verdade que isso consumiria mais energia, mas Pebble e Sony SmartWatch 2 exibem as horas constantemente em uma tela de baixo consumo.

A câmera não é muito boa, mas quebra o galho

A câmera não é muito boa, mas quebra o galho

Com os aplicativos, é possível ouvir música, fazer ligações por meio do smartphone pareado, ver notificações, controlar a TV e enviar comandos de voz. A Samsung está dando bastante atenção para o aspecto fitness da coisa e colocou no Gear 2 um sensor de batimentos cardíacos, assim como fez no Galaxy S5.

O Gear 2 tem memória interna de 4 GB para reproduzir músicas por meio de fones Bluetooth e possui certificação IP67 contra água e poeira, o que significa que você pode lavá-lo ou tomar chuva sem medo de danificar o dispositivo.

gear-2-hands-on-musica

Samsung Gear Fit

Custando 400 reais a menos, o Gear Fit é um smartwatch bem mais simples que o Gear 2. Não dá para fazer ligações ou tocar músicas, nem dar uma de espião tirando fotos por aí, porque ele não possui câmera embutida. Acho que é por não ter tantas firulas que o Gear Fit me chamou mais a atenção.

samsung-gear-fit

O Gear Fit faz o básico de um smartwatch: exibe as horas (com o mesmo inconveniente do Gear 2 de manter a tela apagada para economizar energia), mostra notificações recebidas no smartphone, pode controlar o player de música, tem cronômetro e contador regressivo, possui funções para monitorar atividades físicas e... é só isso mesmo.

Os principais recursos do Gear Fit são os relacionados à saúde, como o contador de passos e o sensor de batimentos cardíacos, localizado na traseira do corpo do relógio, que funcionou perfeitamente nos meus testes e media a atividade do coração em cerca de três segundos (eu estava relaxado, com 83 bpm).

gear-fit-hands-on-batimentos

Esse é o sensor de batimentos cardíacos

Esse é o sensor de batimentos cardíacos

A parte que mais chama a atenção é a tela, que é curvada. Esse detalhe, somado à leveza do Gear Fit (só 27 gramas) deixam o smartwatch bem confortável no pulso. Assim como o Gear 2, ele possui resistência a água e poeira.

É estranho ler assim, mas dá para se acostumar

É estranho ler assim, mas dá para se acostumar

O único problema é que, pelo fato da tela acompanhar a curva do pulso e ser bem estreita, é meio estranho ler as informações, que ficam na orientação vertical. Mas é só questão de costume mesmo: alguns minutos foram suficientes para começar a manusear o Gear Fit com naturalidade. Inclusive, como não há os milhares de recursos e gestos difíceis de decorar do Gear 2, o Gear Fit é bem mais agradável de usar.

Samsung Gear Neo e compatibilidade

Gear Neo também roda Tizen e é uma espécie de Gear 2 sem câmera integrada. Ele ainda não veio para o Brasil, mas o lançamento não está descartado: a previsão da Samsung é que o smartwatch comece a ser vendido no Brasil no segundo semestre do ano. Nenhuma estimativa de preço foi divulgada, mas devemos apostar em algo próximo a mil reais, considerando os valores dos outros smartwatches da Samsung.

Sempre é bom lembrar que os três smartwatches da Samsung só funcionam com determinados modelos de smartphones e tablets da própria Samsung. Entre os aparelhos compatíveis estão Galaxy S5, Galaxy Note 3, Galaxy S4, Galaxy S III, Galaxy S4 mini, Galaxy Mega, Galaxy Gran 2 e Galaxy Note 3 Neo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

NeonPlayerBR
Muito Boa a Review, mas o caso da tela do Gear Fit ser ruim para ver, veja nas configurações do aparelho que dá para você ''virar'' as informações da tela para um modo melhor de visualização.
Ramatis Marinho
O GPS ñ está no celular sincronizado?
Bruno Martins Santana
Este Seria o Motorola MotoACTV Que Era Muito Mais Completo mas era Carinho .... Eu Queria um http://www.motorola.com.br/consumers/all-fitness-devices/8-GB-MOTOACTV-FITNESS-TRACKER-%2B-SMART-MUSIC-PLAYER/84467.html
Pedro Maich
Se a tela já não fica ligada o tempo todo pra economizar energia o que dizer de um GPS?
sergiojr.mec
Alguem sabe quanto tempo de filmagem ele faz? Ou antecessor era soh 30 seg...
Bruno Riggs Pereira
Faltou um GPS para informar velocidade, tempo, percurso, etc para atividades fisícas