Início » Gadgets » Atletas poderão fazer pagamentos com anel nas Olimpíadas

Atletas poderão fazer pagamentos com anel nas Olimpíadas

Por
3 anos atrás

Os Jogos Olímpicos também dão espaço para as empresas testarem suas últimas novidades tecnológicas. A Visa vai aproveitar o patrocínio e oferecer a 45 atletas um anel que faz pagamentos nas máquinas convencionais de cartão.

visa-olympics-2016-ring-03

A mágica acontece graças ao NFC, com o mesmo método que nossos smartphones utilizam para fazer pagamentos em ferramentas como Android Pay, Samsung Pay e Apple Pay, por exemplo. No Brasil, a maioria das máquinas de cartão já está pronta para funcionar com NFC.

Ainda que sem disponibilidade certa, o anel é interessante para os atletas da competição por causa da praticidade. Resistente à água, o Visa Payment Ring (nome provisório) pode ser usado por nadadores ou ciclistas que usam roupas muito apertadas e estão muito ocupados treinando para se preocupar com uma carteira. Ele é feito de uma cerâmica resistente.

Leia também: O futuro dos cartões: crédito, débito, celular ou carro?

O anel funciona com um microchip bem seguro feito pela Gemalto, empresa de segurança digital, e não precisa ser recarregado em nenhum momento. A conexão é feita diretamente com uma conta da Visa pré-paga, que pode ser recarregada on-line. Caso o anel seja perdido, dá para desativá-lo como se fosse um cartão.

XXXX on Thursday, June 2, 2016, in New York. (Charles Sykes/AP Images for VISA)

Foto: Charles Sykes/AP

Um ponto interessante é que a autenticação do anel é feita pelo Visa Token Service, uma tecnologia da empresa que autentica os pagamentos por token. As informações usuais (como o número de 16 dígitos do cartão, data de vencimento e código de segurança) são substituídas por um código digital único, que consegue processar pagamentos sem expor o detalhe das contas.

Segundo o BusinessWire, a Visa pretende implementar 4 mil terminais e pontos de venda até os Jogos Rio 2016, para aceitar pagamentos por NFC. Eles devem ficar localizados em estádios e centros de imprensa.

Como é um protótipo, o anel não tem preço definido, nem sabemos se um dia ele será comercializado em massa. Apesar do grande marketing envolvido na ação, é interessante que as empresas desenvolvam novos meios de pagamento — que podem ser seu smartphone, seu carro ou até mesmo a manga da camisa. Quem precisa de carteira para pagar alguma coisa?

Com informações: B9, CNET.

O futuro do dinheiro

Esse anel faz parte da substituição do dinheiro em papel pela… tecnologia. O fato das cédulas em papel representarem apenas 5% da atividade econômica ao redor do mundo motivou a gravação do Tecnocast 037, sobre o futuro do dinheiro. Quais são as melhores soluções existentes? E o impacto que isso causa? O play fica logo abaixo! 🙂

037

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.