Bluetooth 5

O consórcio Bluetooth SIG anunciou nesta semana uma nova versão para a tecnologia que leva o seu nome. O Bluetooth 5, como está sendo chamado, vem para oferecer área de cobertura quatro vezes maior, o dobro da velocidade e melhorias que elevam a capacidade de tráfego de dados em até 800% na comparação com o padrão atual, o Bluetooth 4.2.

Desde a versão 4 que o Bluetooth SIG vem ajustando a tecnologia para se adequar ao universo da internet das coisas (saiba mais sobre o conceito no Tecnocast 009). Mesmo assim, hoje precisamos de apenas alguns poucos metros de distância para que dispositivos conectados via Bluetooth deixem de se comunicar. É por isso que, desta vez, o consórcio se focou tanto no alcance: a tecnologia poderá fazer com que cada equipamento atinja distâncias de até 40 metros.

É claro que o alcance dependerá do hardware do dispositivo e estará suscetível a fatores ambientais, como paredes. Apesar disso, espera-se que o Bluetooth 5 possa cobrir todo um apartamento médio, por exemplo, o suficiente para permitir que os dispositivos do local troquem informações. Essa é uma característica essencial para a internet das coisas.

Se a conectividade será maior, convém que a velocidade também o seja. O Bluetooth 5 poderá trabalhar com taxa de 50 Mb/s (megabits por segundo), aproximadamente. Nas versões atuais da tecnologia, a velocidade máxima é de 24 Mb/s. Para completar, a capacidade de tráfego de dados do Bluetooth 5 será oito vezes maior.

A expectativa é a de que todos os novos atributos façam o Bluetooth ser mais presente no dia a dia dos usuários. O Bluetooth SIG espera, por exemplo, que o uso da tecnologia para conectar o smartphone que está na cozinha às caixas de som que estão na sala seja um hábito mais comum do que é hoje.

Bluetooth - imagem por Mashable

Mas, se há mais velocidade e alcance, o Bluetooth 5 poderá não apenas ser usado em mais dispositivos como também elevar o tempo de permanência de cada conexão. Só que há um fator potencialmente limitador aqui: o consumo de energia.

Esse é um ponto que ainda não foi detalhado, mas o Bluetooth SIG dá entender que o consumo de energia não será problema — ou, ao menos, não será um problema tão grande. O Bluetooth 4 foi lançado com atenção especial na economia de energia. Isso foi possível graças à otimização das transmissões, principalmente. No Bluetooth 5, técnicas de otimização também estarão presentes, mas somente com testes é que será possível estimar com alguma precisão como ficará a questão do consumo.

Uma novidade que soa menos importante, mas que merece menção é o suporte melhorado a beacons, pequenos dispositivos que podem, por exemplo, enviar uma mensagem para o seu smartphone quando você se aproxima deles.

Nesse sentido, se você estiver passando em frente a uma loja e o beacon reconhecer o seu dispositivo móvel, você poderá receber uma promoção no mesmo instante. Para isso, sequer é necessário que o seu aparelho esteja conectado à internet.

De igual forma, se você estiver em um museu, poderá receber na tela do celular a descrição de uma peça em exposição. Funcionalidades como essa já existem em alguns lugares, mas, como o alcance do Bluetooth 5 será maior, o número de aplicações do tipo poderá aumentar.

Será? Demorará um pouquinho para descobrirmos. A previsão é a de que os primeiros dispositivos compatíveis com o Bluetooth 5 cheguem ao mercado entre o final de 2016 e o início de 2017.

A internet das coisas

Arte por Marcel @grigio Müller

Arte por Marcel @grigio Müller

Internet das coisas é um nome cada vez mais recorrente. Mas, afinal, qual o real significado desse conceito? Estamos falando de novos gadgets? De geladeiras que fazem compras e acessam o Facebook? Será que você precisa disso, mesmo? Pois bem, discutimos o assunto no Tecnocast 009. Dê o play e confira 😉

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Adinário Do Nascimento Filho

Ele está achando que o pessoal ainda usa o bluetooth para mandar o vídeo do 'cacete de agulha' ainda.

CACA-COBRA
Galera falando que BT é obsoleto ou morto, esse povo do Acre quando consegue discar a internet fica meio perdido mesmo kkkkk
CACA-COBRA
Aqui em casa eu tenho duas caixas de som, uma pequena pro meu PC e uma grande com mais potência.... Minha esposa usa a caixa grande todo dia para ouvir músicas do celular ou notebook. Eu uso a menor como som do meu PC. Usei por muito tempo um fone de ouvido sem fio ( item por sinal bastante usado ). Tudo isso graças ao BT, se tu mora no Acre ou cavernas similares, de fato deve ter impressão que não existe mesmo kkkk.
CACA-COBRA
Para transferência de arquivos de fato o BT é meio capenga, mas para dispositivos de som (Caixas, Fones) ainda é imbatível.
CACA-COBRA
Aqui em casa eu tenho duas caixas de som, uma pequena pro meu PC e uma grande com mais potência. Minha esposa usa a caixa grande todo dia para ouvir músicas do celular ou notebook. Eu uso a menor como som do meu PC. Usei por muito tempo um fone de ouvido sem fio ( item por sinal bastante usado ). Tudo isso graças ao BT, se tu mora no Acre ou cavernas similares, de fato deve ter impressão que não existe mesmo kkkk.
Romario Breno

Eu faço transferências diversas vezes com outros cel

Turavin
Caiu pra vc q mora em cavernas. Eu uso todo dia o dia todo e conheço milhares q usam tb igual a mim.
Jadson Medeiros
fones, teclado, mouse, caixa de som, smartwatch, controle de console. muito pelo contrario, cada vez se usa mais
Tobias
"[O Bluetooth 5] vem para oferecer área de cobertura quatro vezes maior" Vou pentelhar c/ este detalhe, mas é só porque vcs são um site singularmente escorreito (palavra que aprendi c/ leandro karnal), senão seria perda de tempo observar: Se o RAIO de alcance é 4x maior, a ÁREA é 16x maior.
zelander
;-)
Carlos Felipe de Matos
Bluetooth caiu em desuso
Jefferson Rodrigues
Eu achei que essa tecnologia já tinha se tornado obsoleta. Tenho no meu celular é nem a uso. Nem lembro que ela existe. Kkk
tuneman
aff
Baidu feat MC Brinquedo

Achievement!

Baidu Instalado Com Sucesso!
Achievement!
Exibir mais comentários