Início » Mobile » Tecnologia recarrega bateria de 3.000 mAh em apenas vinte minutos (e sem explodir)

Tecnologia recarrega bateria de 3.000 mAh em apenas vinte minutos (e sem explodir)

Por
51 semanas atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Meizu é uma fabricante chinesa de smartphones, e tem alguns aparelhos à venda no Brasil. Durante a Mobile World Congress, ela apresentou uma tecnologia para recarregar baterias de forma bastante rápida sem causar explosões.

A bateria não atinge temperaturas muito altas para evitar risco de explosões. (Foto via @FlymeGlobal)

O Super mCharge fornece uma corrente de 5A na tensão de 11V para chegar a impressionantes 55W de potência, contra 15W do carregador turbo da Samsung e da Motorola.

Ao mesmo tempo, ele regula a tensão de carregamento para não atingir temperaturas muito altas. Segundo a Meizu, a bateria fica em até 39°C durante o processo, longe de níveis críticos que possam causar uma explosão. O processo possui eficiência de 98%.

Em testes na MWC, a bateria chegou a 30% em cinco minutos, 60% em dez minutos, 85% em quinze minutos, e ficou completamente cheia em vinte minutos.

Como nota o Engadget, esta não é uma bateria comum de 3.000 mAh: trata-se de um modelo projetado para receber mais corrente do que as tradicionais, e também para durar mais. A Meizu diz que ela pode segurar uma carga de 80% após 800 ciclos completos de descarga.

Na MWC do ano passado, vimos outra fabricante chinesa investir em carregamento ultrarrápido: a Oppo demonstrou sua tecnologia SuperVOOC que recarrega baterias de 2.500 mAh em quinze minutos. Ela deve ficar restrita a smartphones da marca, no entanto.

O Super mCharge, por sua vez, deve aparecer nos smartphones da Meizu em 2018. Como eles são vendidos no Brasil, talvez este carregamento rápido esteja disponível também para a gente num futuro próximo.

Mais sobre: ,