Início » Mobile » Samsung anuncia Galaxy S8 e S8+ com telas maiores

Samsung anuncia Galaxy S8 e S8+ com telas maiores

Oitava geração do Galaxy S tem hardware potente, assistente virtual Bixby e acessório que transforma celular em desktop

Por
1 ano atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Direto de Nova York — A Samsung apresentou nesta quarta-feira (29) seus novos smartphones flagships, Galaxy S8 e Galaxy S8+. Com telas de 5,8 e 6,2 polegadas, os aparelhos trazem um design praticamente sem bordas, um assistente virtual batizado de Bixby e acessórios que expandem as funcionalidades do celular, além de refinamentos em relação ao Galaxy S7.

Primeiras impressões: Galaxy S8 e S8+: dominados pela tela

Embora possua uma tela maior, o Galaxy S8 não aumentou de tamanho: mesmo com visor de 5,8 polegadas (2960×1440 pixels), ele tem largura menor que a do Galaxy S7, que tinha 5,1 polegadas. A Samsung adotou uma tela ligeiramente mais alta (com proporção 18,5:9) e removeu os botões capacitivos na parte frontal; eles foram substituídos pela barra virtual do Android, que é exibida diretamente na tela.

Ele herda algumas características do Galaxy Note 7, como a conexão USB-C, um software mais limpo e um sensor de íris, que serve como complemento ao leitor de impressões digitais. Ele consegue ler seus olhos mesmo no escuro, com o auxílio de uma câmera infravermelho, e pode confirmar sua identidade ao desbloquear o aparelho e fazer pagamentos com o Samsung Pay.

O design lembra a geração anterior, com proteção contra água e acabamento de vidro (Gorilla Glass 5 nos dois lados) e metal, mas a Samsung reduziu ainda mais as bordas, tornando o corpo mais compacto. O leitor de impressões digitais foi parar na traseira (aquele lugar que eu sempre critico nos reviews), e há um novo botão na lateral, que aciona o Bixby, novo assistente virtual da Samsung que foi desenvolvido pelos mesmos criadores da Siri.

Com o Bixby, a Samsung se junta ao rol de empresas que trabalham em assistentes virtuais, que já inclui Apple, Google, Amazon e Microsoft. O Bixby consegue entender linguagem natural e suporta reconhecimento de contexto, sendo capaz de entender o que você está fazendo no smartphone e continuar o fluxo de trabalho a partir do mesmo ponto, o que torna a utilização mais natural, segundo a Samsung.

Outra novidade é a DeX Station, dock que permite conectar o Galaxy S8 a um monitor, teclado e mouse para transformar o smartphone em PC, lembrando bastante o Continuum do Windows 10 Mobile. O acessório, que será vendido separadamente, permite executar vários aplicativos ao mesmo tempo em janelas em uma tela grande. Ele tem resfriamento integrado, portas USB e até Ethernet.

As câmeras, que foram um dos pontos fortes do Galaxy S7, ganharam refinamentos no Galaxy S8. Na traseira, há um sensor de 12 megapixels e lente com abertura de f/1,7, como na geração anterior — mas houve otimizações no pós-processamento por software. O sensor frontal também recebeu um upgrade na resolução, que foi de 5 para 8 megapixels, mantendo a abertura generosa de f/1,7.

O hardware melhorou, embora sem trazer números impressionantes, como algumas fabricantes chinesas vêm fazendo. A RAM continua em 4 GB, enquanto o processador foi atualizado (o modelo dos Estados Unidos terá um Snapdragon 835, enquanto o internacional será equipado com um Exynos) e o armazenamento passou para 64 GB (com entrada para microSD de até 256 GB).

Dentro da caixa, a Samsung vai mandar fones de ouvido da AKG, uma das marcas de áudio que vieram com a compra da Harman. Segundo a Samsung, os novos acessórios têm melhor cancelamento de ruído e possuem um fio que evita enrolamentos (sim, o conector de 3,5 mm foi mantido). Outra novidade no som é que o Bluetooth 5.0 permitirá o streaming de áudio para dois dispositivos ao mesmo tempo.

A Samsung não se arriscou em colocar uma bateria maior: o Galaxy S8 possui uma com capacidade de 3.000 mAh, a mesma do Galaxy S7, enquanto o Galaxy S8+ tem 3.500 mAh, o que chega a ser ainda menor que a do Galaxy S7 Edge. Os coreanos andam cautelosos depois de terem descoberto que uma das causas das explosões do Galaxy Note 7 era o excesso de compactação nas baterias.

O Galaxy S8 e o Galaxy S8+ serão lançados globalmente a partir de 21 de abril. Os preços e data de início das vendas no mercado brasileiro ainda não foram revelados.

Paulo Higa viajou para Nova York a convite da Samsung.