Depois de anunciar uma criptomoeda própria, um minerador de Bitcoin e fones de ouvido Bluetooth (?!), a Kodak finalmente colocou os pés no chão. Ou não. A companhia está se preparando para lançar uma nova versão do Super 8, equipamento de vídeo lançado nos anos 1960 que fez bastante sucesso naquela e na década seguinte.

Kodak Super 8

Para ser preciso, o formato Super 8 surgiu em 1965 pelas mãos da própria Kodak com a proposta de ser uma evolução dos filmes de 8 mm. As câmeras compatíveis eram relativamente baratas, portáteis e fáceis de operar, o que contribuiu para popularizar as filmagens amadoras. Mas o sistema Super 8 também caiu nas graças de cineastas renomados, como Oliver Stone e Steven Spielberg.

O tempo passou, tecnologias mais avançadas surgiram e o formato Super 8 caiu em desuso, ainda que, até hoje, câmeras do tipo sejam mantidas por entusiastas ou estúdios de cinema para produções específicas. Mas a Kodak acredita que ainda há espaço para o Super 8 ser explorado comercialmente: na CES 2016, a companhia anunciou uma nova câmera do tipo e até expôs um protótipo.

Agora, dois anos depois, a Kodak volta ao assunto para dizer que a câmera está quase pronta. Os engenheiros tiveram que aprender conceitos empregados no equipamento que se perderam com o tempo. Daí a demora, explica a empresa. Para provar que o projeto está na reta final, a Kodak liberou um vídeo com cenas gravadas com o equipamento:

A data não foi informada, mas a Kodak pretende lançar a câmera neste ano em “mercados selecionados”. O preço, porém, não vai ser tão apreciado quanto o formato: algo entre US$ 2.500 e US$ 3.000.

Por esse valor, a câmera vai trazer recursos como tela LCD de 3,5 polegadas, bateria removível, porta USB e slot para cartão SD para armazenamento do áudio. Aliás, o som será a única parte gravada em formato digital. Os vídeos em si serão registrados em cartuchos de fita.

Kodak Super 8

Agora vem a parte mais inusitada: a companhia vai oferecer um serviço chamado Kodak Darkroom que permitirá que o usuário compre cartuchos e os revele, digamos assim. Para isso, será necessário enviar o filme à Kodak que, por sua vez, digitalizará o material em até 24 horas e notificará o usuário para que ele baixe a gravação.

É coisa para entusiastas e nostálgicos mesmo.

Com informações: Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wesley Gleibson Martins

Concordo que a câmera está muito cara, mais uma coisa eu sei, que não existe um aplicativo que chegue a qualidade da surpe 8. Estou falando da real qualidade. Todos os efeitos são muito artificiais e está longe de ficar igual a surpe 8.

Silva Marcos
puta coisa imbecil
O Corno Profeta
Câmera usada e funcionando acha fácil. E daria na mesma do que comprar uma nova. O ponto é o insumo - o filme. Raro achar quem produz, até porque os métodos de revelação por química hoje são meio condenáveis.
O Corno Profeta
Uma coisa bacana nas "Super 8" é que grande parte dos equipamentos tem este formato que é bom de pega. Quanto a ideia, parece que a Kodak quer fazer um "plano assine por insumos" pelo visto. Quem comprou a marca, tá procurando lucrar onde pode...
tuneman
Christopher Nolan vai comprar uma dezena delas e usar em seu próximo filme.
Wellington Gabriel de Borba
Meldels, quando você acha que eles vão dar uma dentro, eles vão lá e cagam no maiô de novo. Floparam lançando um telefone celular cujo propósito deveria fotografia digital. Custa lançar uma Super 8 que seja digital e que custe um preço razoável?
Alexandre Roberto
21 anos atras eu tentei de todas as formas ser aprovado no programa de estagiarios dessa empresa...sabia a area e unidade (fabrica) que queria trabalhar...era parte de todo meu planejamento para minha carreira profissional que estava comecando Nao me quiseram...as circunstancias foram mudando e hj eu considero que estou em melhor situacao que estaria se meu planejamento fosse seguido a risco. No final, deu certo por linhas tortas
Emmanuel Carvalho
Idéia tão boa quanto lançar um video game de cartucho mais caro que um PS4.
Gustavo Santos
A ideia da volta da super 8 não é ruim...mas o preço é inviável. Se tivesse uma câmera que filma estilo super 8 nativo por uns 300 dólares iria vender pra caramba
David
Perderam totalmente a noção do ridículo.
Zanac_Compile
Pra que isso? É pior que uma piada de primeiro de Abril. Esses caras da Kodak saíram do manicômio??? E tem dezenas de APP para celular que filmams com essa aparência toda. E o resultado é ótimo. Se quiser aplica depois esse filtro numa filmagem normal, só usar um app como VideoShop que é espetacular.
Ricardo - Vaz Lobo
Dona Kodak, vos'mercê quer MESMO sair do lodo?
X-Tudãoᴳᴼᵀ

Coisa de hipster.

Tom
Coisa de hipster.