Início » Internet » Firefox Quantum ganha novo mecanismo para acelerar carregamento de páginas

Firefox Quantum ganha novo mecanismo para acelerar carregamento de páginas

Por
2 anos atrás

Em novembro, a Mozilla lançou para todos o Firefox Quantum, um esforço de modernização para tornar o navegador mais rápido e mais seguro. Esta semana, ele está sendo atualizado para a versão 58.

Firefox Quantum

O Firefox mudou a forma como renderiza as páginas. Anteriormente, ele tinha duas threads: uma delas identificava os elementos visíveis, dividia-os em diferentes camadas, e produzia os pixels correspondentes; a outra thread reunia esses grupos de pixels em uma página completa.

Agora, ele usa três threads: uma delas identifica os elementos visíveis; outra gera os pixels de cada camada; e a terceira thread reúne tudo em uma só página. Desenhar os pixels leva mais tempo, então separar esse processo acelera o carregamento.

A Mozilla quer tornar o navegador mais fluido, mirando em uma renderização de 60 quadros por segundo. Isso significa que o Firefox tem apenas 16,6 milissegundos para gerar os pixels para cada quadro.

No futuro, o Quantum vai substituir esse processo por um novo componente chamado WebRender. No entanto, ainda levará tempo até que ele funcione adequadamente com todos os chips gráficos e placas de vídeo no mercado.

Enquanto isso, no Android, o Firefox ganhou suporte melhorado a PWAs (aplicativos progressivos para web). São sites que se parecem com apps nativos: eles têm interface em tela cheia, oferecem notificações push e trazem recursos off-line.

Você verá um botão em forma de casa na barra de endereços; basta tocá-lo para adicionar o PWA à tela inicial. Então, você poderá acessá-lo em tela cheia, sem uma barra de endereços.

Além disso, o navegador mudou o acesso aos favoritos: em vez de uma caixa de diálogo, você poderá ver e organizar seus links e pastas em tela cheia.

O Firefox está disponível para download neste link.

Com informações: Mozilla, Ars Technica.