Início » Mobile » Facebook coletou histórico de ligações e SMS em dispositivos Android por anos

Facebook coletou histórico de ligações e SMS em dispositivos Android por anos

Por
26/03/2018 às 10h41
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Após o escândalo Cambridge Analytica, alguns usuários do Facebook decidiram deletar a própria conta e baixar os dados salvos em seu perfil. Isso serviu para revelar como a rede social vinha coletando ainda mais dados do que a gente imaginava.

O usuário Dylan McKay descobriu que o Facebook guardou nomes, números de telefone e a duração de cada chamada feita ou recebida em seu dispositivo Android por dois anos.

Segundo o Ars Technica, este não é um caso isolado. O Facebook também armazenou metadados de SMS e MMS, incluindo número do destinatário e data de envio.

E o pior de tudo: você deu permissão para isso, mesmo que não tenha reparado. Na primeira vez que você faz login no app do Facebook ou Messenger, ele pede acesso à sua lista de contatos para conseguir encontrar seus amigos.

Só que, se você concedia acesso a seus contatos, o Android também permitia obter seu histórico de chamadas e SMS por padrão. Isso mudou na versão Jelly Bean 4.1, mas o desenvolvedor — como o Facebook — podia mirar em versões antigas da API e continuar acessando seus registros de ligações.

Em outubro de 2017, o Google deprecou a última versão da API do Android que permitia acessar seu histórico de ligações junto à lista de contatos. Os usuários notaram que, na mesma época, o Facebook parou de coletar os registros de chamadas.

Em comunicado, o Facebook diz que “o registro de histórico de chamadas e SMS é parte de um recurso opcional para pessoas que usam o Messenger ou o Facebook Lite no Android”. De fato, o usuário tem a escolha — mas o app tenta convencê-lo fortemente a liberar acesso.

Ao instalar o Messenger pela primeira vez, ele exibe uma tela dizendo que “seus contatos serão sincronizados continuamente”. Você tem a opção de tocar no botão “Ativar” — o elemento com maior destaque na interface — ou em um texto cinza separado, na parte inferior da tela, dizendo “Agora não”.

Quer você ative ou não, o Messenger vai perguntar se seu número de telefone está atualizado. Há um botão “OK”, também em destaque, e uma opção “Agora não” que você precisa rolar a tela para ver.

E se você escolher “agora não”, o app exibe um pop-up, perguntando se você tem certeza disso. É com esse dado que o Facebook consegue sugerir amizades com pessoas que você adicionou no WhatsApp, por exemplo.

Você pode apagar a lista de contatos obtida pelo Facebook indo em facebook.com/mobile/messenger/contacts e clicando em “Excluir todos”. Isso também apaga o histórico de chamadas e SMS no Facebook.

Ou, no Messenger para Android, toque na sua foto de perfil (canto superior direito), siga o caminho Pessoas > Sincronizar contatos e toque em OK. No Facebook Lite, siga estas instruções.

O caso não afeta usuários do iOS. Como explica o The Verge, o sistema permite que alguns apps especializados tenham acesso ao histórico de chamadas e SMS para bloquear spam, por exemplo. No entanto, a Apple precisa liberá-los de forma específica para funcionarem — e o app do Facebook não tem essa permissão.

Com informações: Ars Technica.