Início » Computador » Mozilla vai remover complementos antigos do Firefox

Mozilla vai remover complementos antigos do Firefox

Com a medida, a Mozilla permitirá que apenas add-ons feitos com API compatível com o Chrome e Edge possam ser baixados.

Por
1 ano atrás

Depois de excluir 23 complementos que não eram tão seguros e espionavam o usuário, a Mozilla publicou que removerá todos os add-ons antigos e que estão no portal do Firefox. O objetivo é fazer com que todos os complementos sejam desenvolvidos com base em uma API que é compatível com o Chrome.

Firefox Quantum

Antes desta API, o browser utilizava outra chamada XUL, ou XML User Interface Language, que é uma interface desenvolvida pela Mozilla para as extensões e complementos. Desde a versão 57 do navegador, que foi lançada no ano passado, ela foi substituída pela WebExtensions.

“A Mozilla deixará de oferecer suporte ao Firefox Extended Support Release (ESR) 52, a versão final que é compatível com add-ons, no dia 5 de setembro de 2018”, comentou a fundação em post de seu blog oficial. A ESR é uma versão do browser atualizada uma vez por ano e ainda contava com suporte para as antigas extensões.

A partir do dia 6 de setembro, todas as extensões ainda desenvolvidas da forma antiga serão removidas do repositório oficial do Firefox, em addons.mozilla.org. Além de eliminar os já existentes, a Mozilla declinará todos os pedidos para inserir novos complementos que não são feitos com a API WebExtensions.

Se você utiliza a versão ESR do browser e precisa de algum desses add-ons, precisa avisar ao desenvolvedor para que ele atualize seu produto no repositório, para que o navegador atualize automaticamente a extensão instalada.

Com informações: Firefox.

Mais sobre: , ,