Início » Mobile » O que é Smart Lock no Android (e como isso funciona)

O que é Smart Lock no Android (e como isso funciona)

O Smart Lock opera bem no Android, mas é natural que você queira saber como tudo isso funciona na prática

Por
13 semanas atrás

O Smart Lock é sistema disponível no Android que permite o desbloqueio automático do smartphone em situações pré-determinadas: como quando o aparelho está no seu bolso ou em lugares seguros. Isso quer dizer que quando você usa o Smart Lock, não é necessário desbloquear a tela do seu telefone usando um código PIN, padrão de desenho, senha alfanumérica ou recursos de biometria (como selfie e impressão digital). O aparelho fica desbloqueado (sem senha) e quem tiver acesso físico ao dispositivo, poderá usá-lo — filhos, familiares ou você mesmo — mais rapidamente.

Já ensinamos como ativar e desativar o Smart Lock no Android. Antes disso, porém, é importante que você coloque uma senha (um bloqueio de tela) no celular. O recurso opera bem, mas é natural que você queira saber como tudo isso funciona na prática.

Pixabay / Smart Lock Celular

Detecção de bolso

Como o smartphone sabe que está no seu bolso?

Depois de desbloquear o seu smartphone, usá-lo e, em algum momento, colocá-lo no bolso, o aparelho naturalmente ficará desbloqueado quando detectar que está colado ao seu corpo. Se você se distanciar do dispositivo, colocando sobre uma superfície estática, como uma mesa, por exemplo, em até um minuto o celular será bloqueado.

De acordo com o Google, em alguns dispositivos, a detecção no bolso aprende o “padrão da sua caminhada”. Para isso, usa o acelerômetro. É inteligente a ponto de conferir se é você mesmo quem está andando com o celular no bolso (ou na sua bolsa).

Samsung Lock / No Bolso / Pixabay

Sim, o dispositivo armazena dados do acelerômetro que escrevem o padrão da sua caminhada para determinar quando é você quem está carregando o telefone. A gigante de buscas diz que, quando você desativa a detecção no bolso, o sistema exclui os dados.

Se o sensor detectar uma caminhada muito diferente do habitual, ele poderá bloquear o smartphone. Para corrigir eventuais erros, se o smartphone for bloqueado depois de uma caminhada, desbloqueie-o para que aprenda as alterações no seu jeito de andar.

E se eu entrar em um veículo de transporte?

Caso você entre em um carro, ônibus, trem ou outro veículo de transporte, o bloqueio “dá um tilt”. Pode demorar de cinco a 10 minutos para que o celular seja bloqueado automaticamente — bem mais do que se colocado sobre uma mesa, como citado.

Em veículos como aviões ou barcos, fica ainda mais complicado: é possível que o dispositivo não seja bloqueado no automático. Faça manualmente se necessário.

Lugares confiáveis

Como o smartphone sabe que está em um “lugar confiável”?

Bem, ele não tem muita certeza. O próprio Google diz que “seu local confiável é uma estimativa”. De toda forma, desbloqueia o aparelho próximo de áreas que foram cadastradas por você no Smart Lock, como o endereço da sua casa, do trabalho, de um curso ou da casa de amigos. O “lugares confiáveis” funciona melhor com Wi-Fi ativado.

Para operar melhor, sempre permita que o smartphone use seu local atual, ativando os recursos de localização, como GPS, no modo de alta precisão. Outro ponto de atenção é que, por se tratar de uma estimativa, seu local confiável pode se estender além dos limites físicos da casa, num raio de até 80 metros. Isso pode ser um tanto perigoso se você teme ser assaltado próximo do local cadastrado. Sem bloqueio, o acesso é livre.

Google Maps Android / Pixabay

Vale notar que, se o endereço da sua casa se trata de um condomínio ou conjunto (com um único número) mas que tem mais de um edifício no mesmo endereço, o lugar confiável que você quer usar pode estar distante do ponto marcado como endereço oficial. Para deixar sua localização mais exata, adicione o local real da sua casa dentro do complexo de edifícios. Para isso, você precisa adicionar lugares personalizados.

O Google alerta ainda que os “sinais de local” podem ser copiados ou manipulados. Alguém com acesso a equipamentos especializados poderia desbloquear o dispositivo. Se você for alguém importante ou perseguido por algum motivo, leve em consideração.

Dispositivo confiável

O Smart Lock considera “dispositivo confiável”, por exemplo, um smartwatch (relógio Bluetooth) ou um sistema de alto-falantes do carro. Você pode manter seu smartphone desbloqueado sempre que ele estiver conectado ao seu dispositivo confiável escolhido.

Smart Car / Android / Pixabay

O Google recomenda evitar dispositivos que estejam sempre perto do seu smartphone, como capas ou teclados. Caso o celular seja levado por alguém não autorizado, o desbloqueio vai permitir que essa pessoa tenha acesso total ao seu smartphone.

Também sobre o fator privacidade, é importante verificar se você está usando dispositivos confiáveis, com software atualizado e sem falhas de segurança. Pessoas não autorizadas podem manter seu smartphone desbloqueado imitando sua conexão.

SmartBand / Pixabay

O alcance pode variar e vai depender de fatores como o modelo do celular, do relógio e do ambiente em que você está. A conectividade costuma ser de 60 a 100 metros. Porém, fique atento: se alguém usar seu celular no raio de alcance do dispositivo confiável e o celular estiver desbloqueado, essa pessoa poderá acessar tudo no celular.

Rosto de confiança

O que é um rosto de confiança?

É um rosto que o celular conhece. O Smart Lock permite desbloquear o celular quando ele reconhecer alguém. Depois de configurar um “rosto de confiança”, toda vez que você ligar o smartphone, a câmera vai analisar e desbloquear quando reconhecê-lo.

O Google diz que o reconhecimento facial é menos seguro que um PIN, padrão ou senha porque uma pessoa parecida com você pode desbloquear o smartphone. O sistema usa dados de biometria que “resumem” como seria seu rosto e esses dados podem ser parecidos com os de outras pessoas — principalmente um irmão gêmeo.

Selfie / Pixabay

Pode fazer careta, sim

Sobre privacidade, o Google diz, dessa vez, que o Smart Lock não armazena fotos toda vez que você usa o sistema para desbloquear o celular. Os dados usados para reconhecer seu rosto são mantidos só no smartphone. Os dados não podem ser acessados ou usados por seus aplicativos instalados nem em backups do Google.

Voice Match (OK Google)

Pode desbloquear o celular com “OK Google”?

Pode sim! Quando você diz “Ok Google” próximo do telefone, a tela de bloqueio desfaz o lock porque consegue reconhecer sua voz. Antes disso, porém, você precisa ativar a hotword “Ok Google” no Android para usá-la tanto para começar uma pesquisa por voz ou para que o Google faça algo por você — como desbloquear seu telefone com a voz.

O Smart Lock saberá qual é a sua voz (e só obedecê-la) se você ensinar a sonoridade dela ao Google. Faça isso se o Google não reconhecer sua voz ao dizer “Ok Google”.

Voice Control / Pixabay

Todos esses recursos podem ser ativados na seção Smart Lock do Android. Lá, o Google orienta como cadastrar os dados necessários para desbloquear seu celular de forma mais inteligente, automática e rápida. Uma vez cadastrado, só vai parar de funcionar se você quiser. Gaste alguns minutos para configurar o Smart Lock e “Adeus, senhas!”.

Mais sobre: ,