Início » Web » Google Chrome prepara recurso para organizar abas em grupos

Google Chrome prepara recurso para organizar abas em grupos

Google permitirá reunir as abas do Chrome em grupos; recurso existia nativamente no Firefox e Opera

Por
22/11/2018 às 11h50

O Google está preparando um recurso que permitirá organizar as abas do Chrome em grupos. Algumas referências a “grupos de abas” apareceram no Chromium, projeto de código aberto no qual o navegador é baseado. Isso existia nativamente no Firefox e no Opera, e pode ser encontrado atualmente no Vivaldi.

Google Chrome / Browser / Pixabay

Como nota o Chrome Story, uma contribuição ao código do Chromium pede para “adicionar uma entrada para grupos de abas no about://flags”. Esta é a página com recursos experimentais do navegador. Essa novidade ficaria desativada por padrão, e valeria apenas para o desktop, não para iOS nem Android.

A descrição do recurso diz: “organize abas em grupos visualmente distintos, por exemplo para separar abas associadas a diferentes tarefas”. Existe um documento interno com o design dessa função, mas só funcionários do Google têm acesso a ele — portanto, ainda não sabemos como isso mudará a interface.

Há outras contribuições recentes ao Chromium mencionando grupos de abas, e elas valem para o Android; no entanto, todas estão marcadas como “abandonadas”. O recurso continua sendo desenvolvido para desktop; se vingar, ele aparecerá primeiro no Chrome Canary para testes, até chegar a todos em uma futura versão final — não há prazo para isso acontecer.

Firefox e Opera removeram agrupamento de abas

O navegador Vivaldi permite agrupar abas: basta arrastar uma por cima da outra para empilhá-las.

Este recurso existia no Opera e funcionava de forma parecida, mas foi removido há alguns anos. Era assim:

E o Firefox contava com algo semelhante, chamado Panorama (Tab Candy). Ele estreou na versão 4, em 2010, mas foi removido. A Mozilla recomenda usar extensões de terceiros.

O Chrome também tem extensões para agrupar abas, como o Tabli, que organiza tudo em uma estrutura de árvore. Será que o Google vai se inspirar nessas soluções?

Mais sobre: , ,