Início » Demais assuntos » Alta executiva da Huawei é presa no Canadá a pedido dos EUA

Alta executiva da Huawei é presa no Canadá a pedido dos EUA

Diretora financeira da Huawei e filha do fundador da companhia, Meng Wanzhou foi detida no Canadá; empresa teria violado sanções contra o Irã

Emerson Alecrim Por

Meng Wanzhou não era muito conhecida, mas tudo mudou recentemente, depois de ela ter sido presa por autoridades canadenses no sábado (1º), em Vancouver, apesar de a ocorrência ter sido divulgada só agora. Diretora financeira da Huawei e filha de Ren Zhengfei, fundador da companhia, a executiva foi detida a pedido dos Estados Unidos: o país acusa a Huawei de violar sanções aplicadas contra o Irã.

Huawei

O efeito foi imediato: ações de diversas empresas asiáticas caíram e agora o mundo observa as tensões entre Estados Unidos e China reacenderem apenas algumas horas depois de Donald Trump e Xi Jinping, o presidente chinês, concordarem em estabelecer uma trégua na atual guerra comercial entre os dois países.

Não é de hoje o que governo norte-americano manifesta preocupação com a Huawei. Pelo menos desde 2012 os Estados Unidos acusam a empresa de praticar espionagem e executar outras ações que poderiam colocar em risco a segurança do país. A também chinesa ZTE sofre de acusações semelhantes.

De modo geral, existe a suspeita de que a Huawei usa a sua enorme penetração em mercados internacionais — para um dar exemplo, a empresa só perde para a Samsung em vendas globais de smartphones — para repassar informações sensíveis ao governo chinês capturadas por meio de seus produtos e serviços.

Com relação à prisão de Meng Wanzhou, diversos aspectos não estão claros, mas a informação mais forte até agora aponta que a operação foi motivada por, supostamente, a Huawei ter enviado produtos produzidos em território norte-americano ao Irã, prática que é proibida por conta de um conjunto de sanções comerciais aplicado pelos Estados Unidos.

As sanções estavam suspensas desde 2015, mas foram restabelecidas por Donald Trump há pouco tempo. A Huawei afirma, no entanto, que respeita todas as leis e sanções determinadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), Estados Unidos e União Europeia, bem como as legislações dos países em que atua.

Em seu comunicado, a Huawei também afirma desconhecer irregularidades cometidas por Wanzhou e diz acreditar que Estados Unidos e Canadá chegarão a uma conclusão justa sobre o caso.

Meng Wanzhou

Meng Wanzhou

Já o governo da China classifica o episódio como uma violação de direitos humanos e afirma ter feito representações aos Estados Unidos e Canadá exigindo que os dois países forneçam esclarecimentos e liberem Meng Wanzhou para preservar os seus direitos.

Nascida em 1972, Wanzhou ocupa o cargo de diretora financeira da Huawei desde 2011 e é tida como um dos nomes mais importantes da liderança da Huawei, tanto que ela vem sendo cogitada para assumir o posto do pai na presidência da companhia: Ren Zhengfei tem 74 anos e, ainda que não tenha manifestado planos de se aposentar, certamente já prepara o caminho para uma sucessão.

De acordo com a própria Huawei, Meng Wanzhou foi detida enquanto fazia uma escala no aeroporto de Vancouver. Não demorou muito para a embaixada da China em Ottawa soltar um comunicado público pedindo que a executiva seja liberada. A embaixada também pede que Estados Unidos e Canadá corrijam os excessos que tiverem cometido com essa prisão.

Por sua vez, o governo canadense confirmou a detenção de Wanzhou e comunicou que os Estados Unidos solicitaram a extradição da executiva. Ela deverá passar por uma audiência entre esta quinta-feira (6) e amanhã. Até o momento, ambos os países têm se recusado a dar mais detalhes sobre o caso.

Com informações: TechCrunchGlobe and Mail, Engadget.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

phsodre

Se olhar do ponto de vista que Comunismo hj, foi baseado no que Marx falou, muito embora não seja seguido à risca... Então sim! Importa!

Gesonel o Mestre dos Disfarces

O conceito de "usar um nome inadequado" não é complicado.

Gesonel o Mestre dos Disfarces

Logo, é sequer socialista? :)

Gesonel o Mestre dos Disfarces

Pode falar, uai. não vai tornar ninguém mais ou menos certo. :)

Uriel Dos Santos Souza

São formados pelos whats e gente no youtube. Ler 3 linhas de qualquer coisa dói. kkk

DumbSloth87

Só eu que li o nome do pai dela como Ren Zangief?

Gesonel o Mestre dos Disfarces

Em momento algum falei que capitalismo era sistema de governo. :)

mas vamos lá, na china, quem detém os meios de produção? valendo!

Gesonel o Mestre dos Disfarces

O criador do conceito, por meio de suas obras. Alguma objeção?

Gesonel o Mestre dos Disfarces

o NOME do partido é partido comunista. Ele é comunista? se pegarmos a definição do Marx, nem de longe. É tipo os partidos cristãos. tu acha que tem muito cristianismo no meio deles?
Matou a aula que falava de Maoísmo também, né? E poderosos manterem o poder é uma boa definição de capitalismo (deter os meios de produção é um tipo de poder, obviamente).

Jairo ☠️

Com certeza em breve o o governo chinês retaliará

Filippe Andrade Monteiro

Cara, vc sabia que comunismo é uma etapa final após o socialismo? Vc pode ser socialista sem ser comunista.
Tua arrogância misturado com ironia n vai mudar isso, só passa desconhecimento mesmo...

Filippe Andrade Monteiro

Seguindo essa lógica o Partido Nacional-Socialista dos Trabalhadores Alemães (o partido nazista) era socialista? E depois viraria comunista? Obs:bom lembrar que não acho que tem alguém aqui defendendo ideologias

Giovani Sousa

Se a China tá falando que houve violação dos direitos humanos, pode pa que houve mesmo, disso eles entendem, pode confiar!

Gesonel o Mestre dos Disfarces

O partido comunista ter um "governo comunista" é a mesma coisa do partido cristão ter Jesus como presidente, rs!

Douglas Souza Luz

ESSES GOVERNOS ANARQUISTAS!!!!!

Exibir mais comentários