Início » Telecomunicações » O que é Beamforming e como isso beneficia o seu Wi-Fi

O que é Beamforming e como isso beneficia o seu Wi-Fi

Para entender como funciona o Beamforming, vale a pena dar dois passos atrás e ver a vida sem ele

Por
15 semanas atrás

Beamforming é uma forma de distribuição de sinal que faz parte do padrão 802.11ac de redes sem fio — usadas em roteadores de Internet Wi-Fi. A técnica usa transmissões direcionais para melhorar largura de banda das conexões e aumentar o seu alcance.

Contudo, para entender melhor como funciona o Beamforming, vale a pena dar dois passos atrás e entender como é o funcionamento comum das redes wireless sem ele.

Wi-Fi/ Rawpixel / Unsplash

Roteadores de Internet Wi-Fi e outras interfaces sem fio que não são equipadas com sistemas beamforming transmitem dados de forma homogênea em todas as direções, como um poste. Para melhor comparação, podemos usar também lâmpada pendurada no teto: a lâmpada é o roteador que ilumina com dados em todas as direções.

O que é Beamforming?

O aparelhos que suportam Beamforming fazem o que para muitas pessoas seria o óbvio: em vez de transmitir um sinal para toda uma área, na expectativa de atingir um alvo dentro dela — sem considerar obstáculos — concentra o sinal sobre o seu alvo.

Seguindo o raciocínio da lâmpada, é como se o Beamforming colocasse um cone ao redor da lâmpada para direcionar a luz e evitar que se dissipe por todas as direções.

Se o aparelho receptor também suportar Beamforming, pode trocar informações com o roteador sobre suas posições para determinar o melhor caminho.

Beamforming NetGear

Significa que o Beamforming pode melhorar o consumo em redes sem fio e aumentar alcance. Como resultado imediato, pode melhorar a qualidade do streaming de vídeo da Netflix e outras transmissões sensíveis à largura de banda e latência.

  • Melhora/aumenta a cobertura Wi-Fi e reduz os pontos mortos;
  • Fornece conexão Wi-Fi estável para transmissão de voz e vídeo;
  • Melhor a taxa de transferência do Wi-Fi;
  • Reduz interferências de radiofrequências desnecessárias.

MIMO

O Beamforming só é possível porque usa transmissores e receptores com a tecnologia MIMO (Multiple Input, Multiple Output) que envia e recebe dados usando múltiplas antenas para transferir mais dados ao mesmo tempo. A tecnologia chegou no padrão 802.11n e para um ótimo desempenho, roteador e receptores devem suportá-la.

Assim é reproduzido um fenômeno de ondas de rádio natural chamado multipath, em que a informação transmitida alcança a antena de recepção várias vezes em ângulos diferentes, aumentando o poder de captação de sinal do receptor, permitindo que as antenas combinem fluxos de dados que chegam de diferentes caminhos e momentos.

Por que não usamos Beamforming antes?

Nem sempre conceitos simples são fáceis de oferecer ao grande público, especialmente em se tratando de preço. Nos últimos anos, o beamforming tornou-se um recurso comum nos roteadores Wi-Fi mais sofisticados da quinta-geração, baseados no atual padrão 802.11acO Beamforming não passou a existir “do nada”, só se popularizou.

A técnica era opcional no padrão anterior 802.11n. Enquanto isso, o Wi-Fi 6 (ou sexta geração) 802.11ax se prepara para chegar em 2019. Na quinta geração, o IEEE não especificou exatamente como deveria ser implementada a técnica de Beamforming e acontecia do roteador usar uma versão que a interface Wi-Fi de outro aparelho não reconhecia: crash!

Isso mudou e, agora, os fabricantes não são obrigados a trabalhar com beamforming, mas se decidirem fazê-lo precisam seguir todas as especificações para funcionar.

Se você está procurando um novo roteador Wi-Fi, pode ser interessante filtrar as buscas por um que suporte a técnica de Beamforming. Verifique as especificações na caixa do produto ou no site do fabricante. Há vários modelos e preços no mercado.

Com informações: Intel, Netgear1, Netgear2 e How to Geek

Mais sobre: ,