Início » Mobile » Próximos iPhones devem manter porta Lightning e carregador de 5 W

Próximos iPhones devem manter porta Lightning e carregador de 5 W

Até o Moto G já entrega carregador de alta velocidade na caixa, sem custar nada extra para o usuário

Por
12/02/2019 às 16h44

De acordo com rumores publicados pelo site americano 9to5Mac, os próximos modelos de iPhone não chegarão ao mundo com um conector USB-C e nem mesmo com carregador de alta velocidade dentro da caixa, sem custo extra. O boato foi originado por Mac Otakara, a mesma pessoa que previu que o iPad Pro mais recente seria lançado com a porta USB-C, o que aconteceu de verdade.

iPhone XS Max

 

É exatamente por essa mudança que a probabilidade da Apple utilizar uma conexão USB padrão de mercado começou a aumentar. Seria um movimento natural levar o USB-C do iPad Pro para o iPhone, mas isso não deve acontecer agora – ao menos não em 2019. Outra novidade que pode deixar algumas pessoas menos animadas é que o carregador de tomada que vem na caixa ainda será de 5 watts, a mesma quantidade de energia que carregadores de tantas gerações de iPhones entregam.

A segunda parte é curiosa, já que o smartphone da Apple, na maioria das vezes, é utilizado como teto de preço da concorrência, que já utiliza cabos e carregadores compatíveis com carregamento veloz em tantos modelos – ele está presente, por exemplo, em todos os Galaxy S e Note mais recentes, assim como é o caso dos Moto Z e Zenfones mais potentes.

O aparelho já suporta o carregamento mais veloz desde o iPhone 8, lançado em 2017. O único porém é que a Apple exige que o usuário utilize um cabo específico e que tem ponta USB-C de um lado, com Lightning do outro. O aparelho permite, no máximo 15 watts entrando, o que permite 50% de recarga do iPhone em 30 minutos de tomada.

Apenas por comparação bem superficial, o Moto G7 Plus já vem com um carregador que é capaz de enviar até 27 watts de potência. É complicado ver um intermediário mais simples, muitas vezes mais barato do que o iPhone mais barato que existe, entregando mais de cinco vezes mais potência para a bateria do aparelho.

Com informações: 9to5Mac.

Mais sobre: ,