Início » Celular » Samsung Galaxy S10, S10+ e S10e: uma olhada de perto

Samsung Galaxy S10, S10+ e S10e: uma olhada de perto

Novos smartphones caros da Samsung têm baterias maiores, telas com notch circular e câmeras aprimoradas

Paulo Higa Por

Direto de San Francisco — Faz quase dez anos que a Samsung apresentou o primeiro smartphone Galaxy, que tinha um monte de botões físicos, tela de 3,2 polegadas e uma única câmera: a traseira. Em 2019, a décima geração do Galaxy S chega em quatro variantes, com até cinco câmeras, uma tela enorme de até 6,7 polegadas e uma frente com nenhum botão e quase nenhuma borda.

O Galaxy S10, o Galaxy S10+ e o Galaxy S10e são os novos celulares topo de linha da Samsung para o mundo. Além deles, uma versão com 5G, ainda mais poderosa, estará disponível em países selecionados. Em comum, eles possuem uma tela com um buraco para abrigar a câmera frontal, melhorias no software de fotografia e muito foco em conectividade sem fio.

Review completo do Galaxy S10+

Primeiras impressões em vídeo

Galaxy S10 e Galaxy S10+

Começando pelos mais caros, o Galaxy S10 e o Galaxy S10+ são bem parecidos por dentro. Ambos trazem uma tela curvada nas laterais com resolução Quad HD+ e um leitor de impressões digitais ultrassônico embutido no display. Eles têm 8 GB de RAM e 128 ou 512 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão. No caso do Galaxy S10+, existe uma versão com 12 GB de memória e 1 TB de espaço para quem estiver com dinheiro sobrando.

Samsung Galaxy S10 e S10 Plus

A Samsung explicou que a versão global do Galaxy S10, incluindo a brasileira, é equipada com processador Exynos 9820, com desempenho 21% superior na CPU e 37% na GPU em comparação com o chip anterior da marca, mas aumentando a eficiência energética em 15%. Só alguns países, como os Estados Unidos, vão receber a versão com Snapdragon 855, já que nesses locais ainda são utilizadas redes móveis CDMA — que não são compatíveis com o modem do Exynos.

A câmera traseira continua com estabilização óptica de imagem para evitar fotos borradas no escuro e possui três sensores. O principal tem resolução de 12 megapixels e lente de abertura dupla (f/1,5-2,4). A lente telefoto permanece com abertura f/2,4 e um sensor de 12 megapixels para capturar imagens com zoom. A novidade é uma lente ultrawide de 16 megapixels com campo de visão mais amplo, de 123 graus. No software, a Samsung simplificou as três câmeras como tendo zoom de 1x, 2x ou 0,5x.

Samsung Galaxy S10 Plus

Aliás, a promessa é que o software da câmera está mais esperto, tanto para foto quanto para vídeo. O reconhecimento de cenas, que já detectava pessoas, animais, roupas ou alimentos, ficou mais específico, diferenciando cachorros, gatos, bebês, sapatos, carros e bebidas. No total, são 30 tipos de cenas otimizadas pelo aplicativo.

Além disso, a Samsung adicionou um tal de Super Steady Video, que tenta deixar os vídeos mais estabilizados do que antes. Como funciona? Basicamente, ele utiliza a câmera ultrawide para filmar e então corta as bordas do vídeo para um campo de visão de 75,6 graus (em vez dos 60 graus da geração anterior). Ou seja, também dá para utilizar o Galaxy S10 como se fosse uma câmera de ação, como a GoPro.

Samsung Galaxy S10

Na câmera frontal, temos a primeira diferença entre os aparelhos. O Galaxy S10 tem um único sensor de 10 megapixels com lente de abertura f/1,9 e filmagem em 4K. Já o Galaxy S10+ adiciona uma segunda câmera para detectar profundidade. Em tese, isso melhora o efeito de desfoque de fundo — mas precisamos de mais tempo para saber se ela faz diferença mesmo. Sentiu falta de alguma coisa? Isso mesmo: o leitor de íris foi aposentado em favor do reconhecimento facial, que não exige espaço adicional no notch.

A resolução de tela é a mesma nos dois, mas o Galaxy S10 tem 6,1 polegadas, enquanto o Galaxy S10+ tem 6,4 polegadas — ambos são maiores que os antecessores, que eram equipados com displays de 5,8 e 6,2 polegadas. A Samsung mudou o nome do painel, de Super AMOLED para Dynamic AMOLED (ou Display AMOLED Dinâmico, como a Samsung deve chamá-lo no Brasil).

Samsung Galaxy S10 Plus

O principal motivo da mudança do nome é o fato de esta ser a primeira tela de smartphone com certificação HDR10+, que oferece cores de 10 bits e maior alcance dinâmico em conteúdos que suportem esse formato — ou seja, brancos mais claros e pretos mais escuros. Um vídeo com HDR10+ pode ter os tons de cores de cada frame mapeados pela tecnologia, deixando a exibição mais precisa.

O brilho atinge 800 nits em condições normais, batendo picos de até 1.200 nits sob a luz do sol. E a tela emite 42% menos luz azul que a do Galaxy S9, mesmo com o filtro de luz azul desativado, para não afetar a sua produção de melatonina e não atrapalhar o sono.

Samsung Galaxy S10 Plus

A conectividade também melhorou: o modem 4G é LTE categoria 20 e pode atingir 2,0 Gb/s de download e 150 Mb/s de upload, e os aparelhos suportam redes Wi-Fi 6 (anteriormente conhecidas como 802.11ax), que funcionam em uma gama maior de frequências e suportam velocidades maiores, desde que você também compre um roteador novo para aproveitar a tecnologia.

Outra novidade é que o carregamento sem fio agora funciona nas duas direções: você pode recarregar a bateria do Galaxy S10 ou do Galaxy S10+ por indução ou então reabastecer os novos fones de ouvido Galaxy Buds simplesmente posicionando-os na traseira do aparelho, em um recurso batizado de Wireless PowerShare. Qualquer dispositivo compatível com o padrão Qi pode ter a bateria compartilhada sem necessidade de fios.

Samsung Galaxy S10 Plus

O problema é que é complicado utilizar o smartphone enquanto você recarrega outro gadget na traseira do aparelho. Mas isso pode quebrar o galho em emergências, até porque bateria não deve ser um empecilho: o Galaxy S10 tem 3.400 mAh, enquanto o Galaxy S10+ chega com 4.100 mAh. Curiosamente, ambos ficaram mais finos e mais leves que o Galaxy S9 e o Galaxy S9+, que tinham baterias menores, o que até gera um medinho — mas é difícil que a Samsung cometa o mesmo erro de novo.

Galaxy S10e

Para quem não pode gastar tanto com um Galaxy S10+, a Samsung trouxe uma versão menos cara, batizada de Galaxy S10e. Ele traz o mesmo processador, mas deixa de lado algumas tecnologias novas: o leitor de impressões digitais fica em um botão na lateral, não no display; a tela não é curvada nas laterais; e a câmera traseira é “apenas” dupla. A lente principal e a grande angular permanecem, enquanto a telefoto com zoom óptico vai embora.

Samsung Galaxy S10e

O Galaxy S10e (com “e” de “essencial”) é o caçula da família, com visor de 5,8 polegadas e resolução Full HD+, totalmente plano. As bordas em cima e embaixo foram muito reduzidas: apesar de ter o mesmo tamanho de display do Galaxy S9, ele é 5,5 mm mais compacto na altura. O painel é o AMOLED Dinâmico com proporção 19:9 e o buraco no canto superior direito para a câmera frontal de 10 megapixels.

Nos números, o Galaxy S10e tem baixas na capacidade de bateria, que é de 3.100 mAh; na RAM, que pode ser de 6 ou 8 GB; e no armazenamento interno, que varia entre 128 e 256 GB. A Samsung manteve o carregamento wireless reverso, os mesmos recursos de conectividade, inclusive a entrada para dois chips, e o poder de processamento, então ele pode ser uma opção para quem procura um smartphone potente com um preço mais digerível.

Samsung Galaxy S10e

Outra coisa que não muda no modelo mais básico é o software, baseado no Android 9 Pie. A interface de fábrica é a One UI, com ícones novos, modo noturno e telas pensadas para facilitar a utilização com uma mão só — os elementos de interação, como botões e itens de menu, ficam no meio ou na parte inferior da tela, podendo ser alcançados com o polegar sem fazer acrobacias. No Brasil, o Galaxy S9 e o Galaxy S9+ já receberam a atualização, mas até alguns celulares da linha Galaxy J terão a nova interface.

Samsung Galaxy S10e

Segundo a Samsung, o software trouxe melhorias de desempenho: ele abre os aplicativos mais rapidamente e traz o Adaptive Power, para gerenciar melhor a bateria. E a assistente pessoal Bixby, que ainda não fala português, teve o nome estampado no recurso Bixby Routines, que automatiza certas tarefas: você pode configurar para o Galaxy S10 tocar uma playlist e abrir o Google Maps assim que entrar no carro, por exemplo.

E o tal do Galaxy S10 com 5G?

Além do Galaxy S10, Galaxy S10+ e Galaxy S10e, a Samsung citou uma quarta versão que provavelmente não veremos tão cedo no Brasil; é o primeiro Galaxy com conexão 5G. Ele não estava disponível para demonstração no evento fechado, mas a empresa já adiantou que será maior e mais poderoso, com tela de 6,7 polegadas (!) e bateria de 4.500 mAh para aguentar o tranco.

Quando chega?

Samsung Galaxy S10e

A pré-venda do Galaxy S10, Galaxy S10+ e Galaxy S10e começa no dia 21 de fevereiro, e os aparelhos serão entregues a partir de março. O Galaxy S10 com 5G só será vendido em alguns países, e a data de lançamento depende da implantação das redes 5G em cada região.

A Samsung ainda não confirmou a data de lançamento dos celulares no Brasil, mas historicamente o Galaxy S chega rápido ao nosso país e, de qualquer forma, um dos processos mais burocráticos, que é a homologação na Anatel, já foi realizada. A única certeza é que eles serão bem caros.

Nosso review do Galaxy S10 será publicado em breve. O que você quer saber sobre ele?

Samsung Galaxy S10 – ficha técnica:

  • Tela: 6,1 polegadas, Quad HD+ (3040 x 1440), 550 ppi, entalhe Infinity-O, painel AMOLED Dinâmico com HDR+, brilho de até 800 nits, Gorilla Glass 6
  • Processador: Snapdragon 855 nos EUA, Exynos 9820 no restante do mundo, incluindo Brasil
  • RAM e armazenamento: 6 GB + 128 GB ou 8 GB + 512 GB
  • Bateria: 3.400 mAh, Power Share, carregamento rápido sem fio 2.0
  • Câmera traseira:
    • 12 megapixels f/2,4 zoom telefoto, estabilização óptica de imagem
    • 12 megapixels f/1,5 e f/2,4 grande-angular (77 graus), estabilização óptica de imagem Dual Pixel
    • 16 megapixels f/2,2 Ultra Wide (123 graus)
  • Câmera frontal: 10 megapixels f/1,9, grava vídeos em 4K
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com interface One UI
  • Mais: porta USB-C, leitor de digitais ultrassônico, reconhecimento facial, resistência IP68 a água e poeira, alto-falante e fone de ouvido AKG com som Dolby Atmos
  • Dimensões: 7,8 mm de espessura, 157 g
  • Cores: branco, verde, preto (traseira de vidro)

Samsung Galaxy S10+ – ficha técnica:

  • Tela: 6,4 polegadas, Quad HD+ (3040 x 1440), 522 ppi, entalhe Infinity-O, painel AMOLED Dinâmico com HDR+, brilho de até 800 nits, Gorilla Glass 6
  • Processador: Snapdragon 855 nos EUA, Exynos 9820 no restante do mundo, incluindo Brasil
  • RAM e armazenamento: 6 GB + 128 GB, 8 GB + 512 GB ou 12 GB + 1 TB
  • Bateria: 4.100 mAh, Power Share, carregamento rápido sem fio 2.0
  • Câmera traseira:
    • 12 megapixels f/2,4 zoom telefoto, estabilização óptica de imagem
    • 12 megapixels f/1,5 e f/2,4 grande-angular (77 graus), estabilização óptica de imagem Dual Pixel
    • 16 megapixels f/2,2 Ultra Wide (123 graus)
  • Câmera frontal: 10 megapixels f/1,9 + 8 megapixels f/2,2, grava vídeos em 4K
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com interface One UI
  • Mais: porta USB-C, leitor de digitais ultrassônico, reconhecimento facial, resistência IP68 a água e poeira, alto-falante e fone de ouvido AKG com som Dolby Atmos
  • Dimensões: 7,8 mm de espessura, 175 g
  • Cores: branco, verde, prata ou preto (traseira de vidro); preto ou branco (traseira de cerâmica)

Samsung Galaxy S10e – ficha técnica:

  • Tela: 5,8 polegadas, Full HD+ (2280 x 1080), 438 ppi, entalhe Infinity-O, painel AMOLED Dinâmico com HDR+, brilho de até 800 nits, Gorilla Glass 5
  • Processador: Snapdragon 855 nos EUA, Exynos 9820 no restante do mundo, incluindo Brasil
  • RAM e armazenamento: 6 GB + 128 GB, 8 GB + 256 GB
  • Bateria: 3.100 mAh, Power Share, carregamento rápido sem fio 2.0
  • Câmera traseira:
    • 12 megapixels f/1,5 e f/2,4 grande-angular (77 graus), estabilização óptica de imagem Dual Pixel
    • 16 megapixels f/2,2 Ultra Wide (123 graus)
  • Câmera frontal: 10 megapixels f/1,9, grava vídeos em 4K
  • Sistema operacional: Android 9 Pie com interface One UI
  • Mais: porta USB-C, leitor de digitais na lateral, reconhecimento facial, resistência IP68 a água e poeira, alto-falante e fone de ouvido AKG com som Dolby Atmos
  • Dimensões: 7,9 mm de espessura, 150 g
  • Cores: branco, verde, preto, amarelo (traseira de vidro)

Paulo Higa viajou para San Francisco a convite da Samsung.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Burnerman_X
https://goo.gl/ZLGLU9
Burnerman_X
https://goo.gl/91VYsb
Burnerman_X
https://goo.gl/DuX8vP
Burnerman_X
https://goo.gl/uHkeim
Burnerman_X
https://goo.gl/Bsa9z3
Burnerman_X
https://goo.gl/ctmuiu
Burnerman_X
https://goo.gl/VtW3Kc
Burnerman_X
https://goo.gl/gv4cp8
Burnerman_X
https://goo.gl/XYs86p
Burnerman_X
https://goo.gl/7HyZpB
Burnerman_X
https://goo.gl/bmQSnE
Burnerman_X
https://goo.gl/mNMXdm
Burnerman_X
https://goo.gl/gkNRax
Burnerman_X
https://goo.gl/dhNCWx
Burnerman_X
https://goo.gl/wsV9yD
Burnerman_X
https://goo.gl/JgzM2A
Burnerman_X
https://goo.gl/pNBZSi
Burnerman_X
https://goo.gl/YNBD15
Burnerman_X
https://goo.gl/vs9JnZ
Burnerman_X
https://goo.gl/8sj5ts
Burnerman_X
https://goo.gl/G7bE32
Burnerman_X
https://goo.gl/jXFp6o
Burnerman_X
https://goo.gl/eCSNdw
Burnerman_X
https://goo.gl/q42fyb
Burnerman_X
https://goo.gl/oqDK5n
Burnerman_X
https://goo.gl/wjCCxB
Burnerman_X
https://goo.gl/QN6BLk
Burnerman_X
https://goo.gl/x4Vx6S
Burnerman_X
https://goo.gl/3yWSCE
Burnerman_X
https://goo.gl/MGTvth
Burnerman_X
https://goo.gl/GuSnjK
Burnerman_X
https://goo.gl/Hi5Gbk
Burnerman_X
https://goo.gl/NzDrVH
Burnerman_X
https://goo.gl/m1XydY
Burnerman_X
https://goo.gl/waaN5w
Celso
Isso se o S10e não agradar mais, pelo simples fato de não vir com a tela edge.
avinicius
Acho que vai ser a versão inferior de novo, já que o Exynos é fabricado em 10 nm, ao invés de 7 nm como o Snap 855.
avinicius
O Exynos 9820 deve ser menos eficiente que o Snap 855, já que é fabricado em 8LPP da Samsung (versão melhorada do 10LPP), ao invés dos 7 nm da TSMC.
Cristina Nascimento
Poxa, sem película dá medo de usar..
rmcrys
Concordo com você, eu tenho um S9 Plus e se fosse trocar, iria para um S10. Maior que um S9 Plus é demasiado no bolso e na mão (para mim). No entanto tenho o S9 Plus com Android 9 da Samsung e não preciso de mais, é já muito bom!A maior vantagem de sair o S10 é o S9 ficar mais barato :-D
rmcrys
Estou curioso para saber como será a câmara de 16 megapixels f/2,2 Ultra Wide (123 graus) e se para vloggers será boa. Como vocês disseram no vídeo de substituir ou equivalente a uma Gopro só se for em "graus" porque não creio que quem faz desportos (sou português, por isso não escrevo esportes) radicais vá usar um frágil e muito caro S10 em vez de uma câmara de 200-400€ :-)Mas é pena que ainda não conseguiram um sensor de 20-24MP com boa qualidade na escuridão num smartphone.
Wees
acredito que não role com película
Gustavo Hofer
agora a samsung vai conseguir ter lucro com as vendas do galaxy S9 e S9 plus... s9 plus com android p + one ui + gcam (aplicativo de camera do pixel 3) vai ter vida bem longa
Burnerman_X
Sim, porque o S8 veio com o Snapdragon para a América latina toda.
Burnerman_X
Melhor não comprar. Os aparelhos dos EUA tem bastante particularidades únicas para o país, como suporte a frequências...
leonardoalbuquerqueleo
https://tecnoblog.net/27969...
Maicon Bruisma
A diferença será de 800, segundo fontes
Rafael Moreira
Não sei como está a questão de custom rom nos aparelhos da Samsung, só sei que a versão Snapdragon tem um maior aceite por conta dos drivers. Se haver muita custom no Xda developer para o produto, da um fôlego maior.
Rafael Moreira
Exynos não aceita custom rom com maior facilidade igual o Snapdragon. No geral quem gosta de modificação no sistema o Exynos não é bom para isso. O Snapdragon deve funcionar na rede 4g brasileira, só comprar desbloqueado fora da loja Verizon, T-mobile..
Rafael Moreira
Sim, mais do S10 da pra aceitar. Esquisito ficou do S10+. E esse segundo sensor não fará diferença absurda, visto que somente com um dá para aplicar o efeito desfoque. E até ajustar essas profundidade depois via software.
Rafael Moreira
Vantagem da tela plana é para aplicação de película de vidro, visto que tela curvada só se dá bem com película de gel. Sobre os modelos já tenho uma visão diferente, dos 3 prefiro o S10. É um S9+ melhorado. Só vejo uma vantagem do S10e, o preço. E precisa pesquisar antes de comprar, porque se for diferença de 300 reais melhor pegar o S10.
Rafael Moreira
Precisa analisar no dia da promoção, pois o S10 é a melhor opção desses três modelos. Praticamente um S9+ melhorado. E não tem esse furo grande do S10+, pois abriga só um sensor.
Rafael Moreira
O S10 deve ofuscar as vendas do S10+ caso ocorra uma boa diferença de preço. Pois olhando as configurações, a diferença de ambos é só a bateria com maior capacidade no S10+ e adição de uma segunda câmera frontal. De fato o S10 é um bom negócio.
Uberdam Andrade
Incompatibilidade com as redes 4G daqui.
Ronaldo Guedes
A melhor é é a única certificada. É ultrassônica. Top demais.
Burnerman_X
Pra quem achou o buraco na tela melhor que o waterdrop, vejam o tamanhão da status bar...
Saulo Benigno
Cadê o FOLD? Nada do Galaxy Fold?
Maicon Bruisma
O S10E é extremamente interessante, cara, ele tem tela de 6" polegadas só que é menor que o S9, ou seja, ele também é 4mm menor que o S8 na altura, não parece muito mas é, acaba sendo um aparelho compacto o suficiente para ser menor que qualquer aparelho de 5.5" de tela de 2 anos atrás.Era disso que eu falava quando dizia que queria mais tela e menos bordas, e o principal, não é curva igual os anteriores, todos que reclamaram da linha S8 e S9 terão a opção de tela plana novamente sem perder muito, pois 6 gb de ram no modelo básico é mais que suficiente, leitor de digitais na lateral será tão rápido senão mais que o dos modelos mais caros, e a câmera principal é a mesma. Estou positivamente impressionado com o aparelho, mesmo que eu queira mesmo é pegar o Mi9.
Maicon Bruisma
Eu tenho o S8 snapdragon e funciona, basta ser desbloqueado
Vitor
Higa, deveria ter feito um Benchmark da versão com Snapdragon, pra depois comparar com a versão com Exynos, tanto em CPU como em GPU.Me parece que o Exynos melhorou demais em GPU e IA, mas esqueceu da CPU. Já o 855 melhorou muito mesmo em CPU.
fan
A mesma de um leitor biométrico por Touch ID das gerações passadas. A usabilidade é a mesma, só muda a posição e a tecnologia embarcada. Tecnologia essa que mapeia a impressão digital por ondas sonoras em 3D.Ela é um pouco mais segura por ser 3D, a óptica é 2D, sendo facilmente burlada com um molde. É uma evolução natural do que foi o Touch ID anos atrás.
fan
3200 é o peço do intermediário desse ano da Samsung. Espere algo na casa dos 4/5/6.
João Eduardo Ribeiro de Medeir
Eu tive um Galaxy S8+ Snapdragon e funcionava normalmente no Brasil
Pierre Diniz
E como fica com película? Será que continua funcionando?
Renight
Estarei nos EUA bem no fds de lançamento e estou seriamente cogitando comprar o S10+Vcs sabem se terá alguma implicação real o fato de ser Snapdragon enquanto a versão lançada aqui no Brasil ser a com Exynos ?
Baidu feat MC Brinquedo
3k será?
Credulos
Pelo menos é mais discreto que um Notch da vida, mas sinceramente acho as bordas do S9 com tamanho bem aceitáveis e evita essas gambiarras.
Credulos
Não posso negar que o aparelho esta bonito, mas a desvalorização e saber que o aparelho vai morrer com apenas duas grandes updates do Android foi oque me afastou da marca.
Louis
Esse buraco da câmera frontal e horrível!
MicCaptchA
Celulares com o visual muito bonito exceto pela posição das câmeras traseiras, coisa horrorosa.
Diego Nascimento
Vários celulares já têm... Todos reviews que vi sempre elogiam, a Samsung não ia implementar algo desse tipo se não fosse confiável.
Jairo ☠️
Como sou pobre gostaria que eles lançassem a linha M com is preços da Índia.
Felipe Xavier
Ter uma opinião, e argumentar sobre ela é mimimi. Tá sertu. https://uploads.disquscdn.c...
Paulo Manso
Mimimi vai ter gente reclamando eternamente igual você da mesma forma que reclamaram quando a Apple introduziu o notch no iPhone X. Eventualmente as pessoas se acostumam com mudanças.
Felipe Xavier
Perdeu espaço ao colocar o notch ali, é impossível exibir qualquer conteúdo ao lado dele. É desnecessário aqueles pixels.Estamos comentando sobre o notch, não aproveitamento geral do espaço frontal do aparelho.
Zanac_Compile
Biometria na tela ??? funcional ou marketing ?
M3M
O que eu mais gosto nos textos e reviews do Higa, é que ele se surpreende com os preços assim como nós, e faz questão de mostrar isso.
Paulo Manso
Como perdeu espaço se a tela ficou maior no corpo do mesmo tamanho do S9?
Junior Riedi
kkk é que com 6,4 polegadas não vai mudar muito hahaha, to curioso pro galaxy note 10
Felipe Xavier
Do S10 normal sim, está ótimo. Do S10+ com as câmeras duplas perdeu um espaço enorme na tela. É totalmente desnecessários aqueles 5/10 pixels acima e à direita do furo.
Mickão
Quando bati o olho a primeira coisa que pensei é que agora da pra pendurar o celular no porta chaves de casa. Bizarro!
Islan Oliveira
Acho todos os notches horriveis, mas o de gota é bem melhor que esse.
Pierre Diniz
Curti esse Galaxy Mix.Zueira a parte, gostei bastante do S10e, se vier por um preço minimamente aceitável, é uma compra legal pra black Friday.
Junior Riedi
de todas soluções que usam notch, achei essa a mais amigável visualmente. bem melhor que o bigodinho da maioria e a tal gota que a própria samsung colocou nas outras linhas.
Felipe Xavier
Que notch horroroso é esse no S10+Desnecessário Sensunga, desnecessário.
Jacques
Sério que snapdragon apenas nos states? No passado isso significa que ter a versão com exynos era ter um aparelho inferior, vamos ver se confirma esse ano novamente!
Caleb Enyawbruce
Como é a confiabilidade e a usabilidade/praticidade do leitor biométrico ultrassônico?PS.: Tem um pequeno erro nas cores do S10+ ("preta ou preto")