Início » Aplicativos e Software » Chrome vai acelerar carregamento quando você voltar à página anterior

Chrome vai acelerar carregamento quando você voltar à página anterior

Google Chrome terá cache que faz páginas carregarem quase instantaneamente quando revisitadas via botão Voltar

Emerson Alecrim Por
37 semanas atrás

Entre as novidades que o Google prepara atualmente para o Chrome está um recurso que poderá acelerar o carregamento de páginas já visitadas. Trata-se de uma espécie de cache que funciona especificamente quando o botão Voltar (ou Avançar) do navegador é acionado.

Google Chrome

Não estamos falando de um substituto para o mecanismo de cache atual, mas de um complemento conhecido como bfcache (back / forward cache) que permite que uma página recém-visitada carregue quase que instantaneamente quando o usuário a acessa novamente por meio do botão Voltar.

O cache convencional armazena elementos que compõem as páginas, como imagens, códigos em CSS e JavaScript. Graças a isso, boa parte desses elementos não precisa ser baixada novamente em um novo acesso, fazendo o carregamento ser mais rápido.

Apesar disso, o Google Chrome tem que reanalisar o código da página, descompactar imagens novamente, reexecutar scripts em JavaScript e assim por diante. Por esse motivo, nem sempre uma página revisitada a partir do botão Voltar carrega imediatamente.

Com o bfcache vai ser diferente. O recurso guarda temporariamente todo o estado de uma página, inclusive os códigos em execução. Com isso, se o usuário sair da página e depois voltar, esse estado será recarregado, fazendo o conteúdo ser reexibido de modo muito mais rápido. É como se o usuário fizesse uma pausa na página e depois voltasse de onde parou.

De acordo com os desenvolvedores do Google, o bfcache pode acelerar consideravelmente o carregamento de páginas revisitadas via botão Voltar. O recurso só funcionará com páginas acessadas recentemente, mas isso não diminui a sua importância:  o Google diz que 10% dos usuários do Chrome para desktops e 19% da versão para dispositivos móveis usam o botão Voltar ou Avançar.

Abaixo, dois vídeos que mostram como a aceleração pode ser significativa:

Navegadores como Firefox e Safari já têm uma função de bfcache, o próprio Google reconhece isso. O motor de renderização do navegador da Apple é o WebKit, portanto, os desenvolvedores poderiam usar a implementação de bfcache deste no novo recurso.

Poderiam porque o Blink, motor de renderização do Chrome, tem suas origens no WebKit. Mas há um problema: o bfcache do WebKit é incompatível com a arquitetura de múltiplos processos do Chrome e, por isso, os desenvolvedores estão tendo que trabalhar em uma implementação diferente, o que requer tempo.

Além disso, a implementação do recurso depende de um trabalho minucioso, pois o bfcache tende a aumentar o consumo de memória RAM — problema que assombra o Chrome há tempos — e o menor descuido pode afetar a segurança do navegador. Por conta disso, a função dificilmente aparecerá nas versões finais do Chrome antes de 2020.

Com informações: XDA Developers, CNET.

Mais sobre: , ,