Início » Aplicativos e Software » Windows 10 permite adiar atualizações por 35 dias e não força May 2019 Update

Windows 10 permite adiar atualizações por 35 dias e não força May 2019 Update

Todas as versões do Windows 10, incluindo a Home, podem pausar atualizações por até 35 dias

Felipe Ventura Por

A próxima versão do Windows 10 se chama May 2019 Update, e a Microsoft está fazendo de tudo para evitar outro fiasco: a atualização permanecerá em testes por mais tempo no canal Release Preview; ela não será instalada automaticamente em diversos PCs; e até mesmo correções de segurança poderão ser adiadas por até 35 dias no Windows Update.

Foto por comedynose/Flickr

A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (4) uma série de mudanças no processo de atualização do Windows 10. Estes são os principais pontos:

  • os usuários poderão ativar manualmente a instalação do May 2019 Update, que não será mais automática (exceto se o PC estiver próximo de perder suporte);
  • haverá opções separadas no Windows Update para instalar correções de segurança e para o May 2019 Update;
  • será possível pausar atualizações em todas as variantes do Windows 10, incluindo a Home, por até 35 dias (cinco períodos de 7 dias);
  • o May 2019 Update permanecerá em testes por mais tempo no canal Release Preview do programa Windows Insider;
  • a Microsoft vai usar técnicas para detectar problemas de baixo volume e alta gravidade, especialmente na área de perda de dados.

Windows 10 May 2019 Update terá instalação manual

O Windows 10 vai notificar os usuários quando o May 2019 Update estiver disponível e quando o PC não tiver problemas conhecidos de compatibilidade (com programas instalados ou hardware, por exemplo). Cabe ao usuário decidir instalar a atualização, porque ela não será mais baixada automaticamente.

A Microsoft abre uma exceção para PCs que estiverem próximos a perder suporte: neste caso, a atualização continuará a ser instalada automaticamente, porque “é fundamental para a segurança do dispositivo e para a saúde do ecossistema”.

Além disso, o Windows Update ganhará uma opção separada “Baixar e instalar agora” para o May 2019 Update. Dessa forma, se você clicar em “Verificar se há atualizações”, o sistema receberá apenas correções de segurança e novos drivers.

Atualizações podem ser adiadas por até 35 dias

Todas as versões do Windows 10, incluindo a Home, poderão pausar atualizações por até 35 dias — na verdade, 7 dias por vez com um máximo de cinco vezes. Quando esse limite for atingido, o usuário terá que atualizar o dispositivo antes de pausar novamente.

Além disso, os usuários poderão deixar o Windows Update ajustar inteligentemente as horas ativas, com base nos padrões de uso do PC. Ou seja, se você usa muito o computador à noite, não será interrompido para instalar atualizações de sistema. Atualmente, esse horário é fixo, definido por padrão como 8h às 17h.

Windows 10 May 2019 Update será testado por mais tempo

Tem mais: a Microsoft está aumentando o tempo em que o May 2019 Update fica em testes no canal Release Preview, para obter mais feedback dos usuários. Ela também vai trabalhar “em estreita colaboração com os parceiros do ecossistema”.

O feedback não adianta muita coisa se for ignorado. Por isso, a Microsoft está usando técnicas de NLP (processamento de linguagem natural) e aprendizado de máquina para detectar problemas de baixo volume e alta gravidade, em especial no que tange a perda de dados.

Não é à toa: a atualização de outubro de 2018 apagou arquivos pessoais de alguns usuários. O problema foi relatado na ferramenta de feedback da Microsoft, porém foi ignorado porque afetava poucas pessoas.

O May 2019 Update entrará em testes no canal Release Preview a partir da semana que vem, disponível para participantes do programa Windows Insider. Ele será lançado aos usuários em geral no fim de maio.

“Ouvimos um feedback claro de que o processo de atualização do Windows pode ser disruptivo, e ouvimos particularmente que os usuários gostariam de ter mais controle sobre quando as atualizações acontecem”, escreve Mike Fortin, vice-presidente corporativo do Windows.

Com informações: Microsoft.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel

MucrosMic? Usuário de Gboard detectado!

Cristina Nascimento

Eu tava, agora abandonei aqui. Tou respirando outros ares..

Ygor Cortes

Crisss, sua linda, você por aqui haha

ochateador

:O
Obrigado novamente pela informação. Era algo que eu queria saber mas não encontrava muita informação.

Alex Edelweiss

Sim, acredito que até mesmo no plano Basic isso está incluso. Se o usuário logar com a conta da empresa, ele é forçado a instalar o Device Policy.

ochateador

Interessante. Obrigado pelas respostas, estava curioso a um bom tempo sobre o gsuite e suas ferramentas.
Apenas abusando da boa vontade, farei mais 1 pergunta. Nesse seu plano, está incluído o Android Enterprise (ferramenta para controlar os android utilizado pela empresa) ?

Alex Edelweiss

Então cara, está meio caro. Por $ 2 dólares a menos por usuário no GSuite no plano Business, você já leva armazenamento ilimitado, fora o e-mail com o seu domínio e toda a suíte de aplicativos do Google integrada ao domínio da empresa (uma mão na roda na hora de garantir direitos de acesso aos serviços e facilita o compartilhamento de conteúdo com outros usuários do domínio da empresa).

ochateador

Apenas aproveitando o fato de você usar o gsuite.
Em que o https://www.dropbox.com/business/plans-comparison é melhor ou pior ?

Alex Edelweiss

Acredito que não. O GSuite atende bem às necessidades da empresa nesse caso. Só utilizamos servidores locais para salvar backups de VMs e de banco de dados. Fora que os usuários ganharam mais autonomia para compartilhar seu trabalho com outros usuários dentro do domínio da empresa.

ochateador

Salvam tudo na nuvem do google ? Não seria melhor salvar num servidor local ?

Cássio Linden Albert

Mas isso é meio que normal, visto que o Windows prepara a instalação da nova versão enquanto o PC está em uso, para que a parte feita após a reinicialização seja mais rápida (não que isso realmente aconteça, mas é o propósito :P)

Cássio Linden Albert

Baboo já é referência em soluções para Microsoft há tempos. Baita dica para o pessoal!

Hélio Márcio Matos dos Santos

Esse problema é causado por muitas variáveis. Tem um vídeo muito bom no YouTube no qual um MVP Microsoft explica 27 soluções para este problema. Isso deve ser no mínimo uma centena de causas possíveis.

https://www.youtube.com/wat...

João

Percebo isso sempre q uma atualização maior será executada! Parece q faz uma varredura no Hd e o pc fica lento!

Cássio Linden Albert

A remoção da loja é algo relativo: eu acho bem melhor quando um app que eu uso está por lá (ex.: Telegram, Spotify, Netflix, entre outros), visto que ele é atualizando automaticamente e roda num container, o que não modifica registros e não deixa “rastros” ao remover. Mas, dado o histórico da versão 1809 do Windows 10, não eram apenas os Insiders que estavam com uma versão beta, como pode ser dito, e isso é um grande ponto a favor do LTSB. Só espero que a Microsoft tenha aprendido com essas várias mancadas em sequência e libere versões mais estáveis do W10.

Exibir mais comentários