Início » Computador » AMD Ryzen 9 3950X traz 16 núcleos e promete arrasar em games

AMD Ryzen 9 3950X traz 16 núcleos e promete arrasar em games

AMD Ryzen 9 3950X vem com 16 núcleos, 32 threads, TDP de 105 W e preço oficial de US$ 749

Por
11/06/2019 às 11h30

A AMD havia dito que iria usar a E3 2019 como palco para alguns dos seus lançamentos mais interessantes do ano. Pois bem, aqui vai um deles: o AMD Ryzen 9 3950X é um processador de 16 núcleos e 32 threads que promete fazer bonito em games e aplicações pesadas.

Lisa Su, CEO da AMD, anunciando o Ryzen 9 3950X

Lisa Su, CEO da AMD, anunciando o Ryzen 9 3950X

Revelar o processador na E3 faz sentido. Se o AMD Ryzen 9 3900X com seus 12 núcleos veio para ser referência em desempenho para desktops, o Ryzen 9 3950X surge para ter o mesmo papel, só que focado em um segmento ainda mais exigente: o gamer.

A ficha técnica do chip fala por si só. O Ryzen 9 3950X traz 16 núcleos, 32 threads, clock de 3,5 GHz (máximo de 4,7 GHz), cache L2 + L3 de 72 MB e suporte a memórias DDR4 em dual channel.

Já o TDP é de 105 W. Para a categoria, não é nada ruim. o Intel Core i9-9960X, por exemplo, trabalha com TDP de 165 W (a despeito de Intel e AMD fazerem medições desse parâmetro de modo ligeiramente diferente) — também com 16 núcleos e 32 threads, esse talvez seja o rival mais próximo do novo chip.

Não podia ser diferente: o Ryzen 9 3950X tem como base a arquitetura Zen 2 e processo de fabricação de 7 nanômetros da TSMC. Vale dizer também que o processador funciona com soquete AM4, o que significa que ele é compatível com placas-mãe preexistentes. Apesar disso, a AMD indica o seu uso em placas-mãe com o novo chip AMD X570 para aproveitamento de todo o potencial do chip.

AMD Ryzen 9 3950X

AMD Ryzen 9 3950X

Esse potencial diz respeito, por exemplo, ao desempenho até 15% superior da arquitetura Zen 2 em relação à anterior e à compatibilidade nativa com o PCI Express 4.0 que, finalmente, está chegando de maneira consistente ao mercado.

Como de praxe, é prudente esperarmos pelos testes independentes para termos uma noção clara do que o chip pode oferecer, mas a AMD não esconde a sua empolgação com a novidade: “não acho que exista algum motivo para que as pessoas comprem um processador Intel depois disso”, disse Travis Kirsch, diretor de produtos da AMD.

Nos Estados Unidos, o Ryzen 9 3950X vai ser disponibilizado em setembro, dois meses depois do lançamento dos chips Ryzen de terceira geração anunciados na Computex 2019 — esse intervalo é consequência dos requisitos extras de validação, de acordo com a AMD.

O preço oficial também foi revelado: US$ 749.

Com informações: AnandTech, The Verge.

Mais sobre: , ,