Início » Aplicativos e Software » Google Assistente permite que funcionários humanos ouçam gravações

Google Assistente permite que funcionários humanos ouçam gravações

O Google diz ouvir alguns dos comandos de voz feitos pelos usuários para melhorar a assistente

Victor Hugo Silva Por

Seus comandos de voz feitos no Google Assistente podem estar sendo ouvidos por outras pessoas. A ferramenta conta com funcionários que ouvem e transcrevem algumas gravações feitas por usuários para implementar melhorias.

A informação foi publicada pelo site belga VRT NWS. Segundo a reportagem, os funcionários são pagos pelo Google para transcrever gravações e ajudar a melhorar a assistente, mas acabam ouvindo informações sensíveis de usuários, como nomes e endereços.

Google Home (NDB Photos/Flickr)

Para piorar, a análise ocorre mesmo sobre gravações feitas sem que o usuário tenha dito “Ok, Google”, possivelmente após alguém dizer algo próximo a isso. O VRT NWS teve acesso a cerca de mil gravações, que equivalem ao trabalho de um funcionário por uma semana. Destas, 153 foram feitas sem a intenção dos usuários.

O conteúdo verificado pelo site conta com conversas entre pais e filhos e ligações em que se discutiam informações privadas. Os funcionários tinham pouca orientação sobre como lidar com estes casos. A única ordem, segundo a reportagem, era registrar números e senhas como informações sensíveis.

O Google até afirma nos termos de sua assistente que os comandos de voz são gravados e armazenados em seus sistemas, mas não revela que outros seres humanos poderão ouvi-los. Em abril, a Bloomberg revelou que a Amazon adotava medidas parecidas para melhorar a Alexa.

Em resposta ao VRT NWS, o Google afirmou que trabalha para melhorar sua assistente e que, para isso, especialistas ouvem cerca de 0,2% das gravações. Segundo a empresa, os fragmentos de áudio não são ligados a informações pessoais e não são identificáveis.

A companhia disse ainda que este é um trabalho de “importância crucial para desenvolver tecnologias que sustentam produtos como o Google Assistente”.

Com informações: The Verge.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jorge Luis

Pessoas pensam diferente Kadug. E podem ter pensado bem sobre o assunto e não ter concluído como você.

kadu

É uma boa troca para quem não pensou o suficiente sobre o assunto.

Bruno Sousa

Sim. Ele é o Diabo.

Buldego

Você é o advogado dele?

Bruno Sousa

Exato. Por isso ele disse que uma coisa não tem nada a ver com a outra.

Buldego

A relação está na minha cabeça.

Bruno Sousa

Amigo, ele postou sobre o HomePod porque é relacionado com a matéria (brecha envolvendo o Google Assistente). Você falou algo que não está relacionado (brecha na App Store não tem relação com brecha no Google Assistente).

Buldego

Claro que tem. São matérias de problemas relacionados a Apple que não saem aqui.

Eduardo Braga

Não tem nada a ver uma coisa com a outra.

Jorge Luis

mas essa é uma boa troca para quem acha que é. A percepção de valor varia muito de pessoa pra pessoa. O que é importante para você não é para outros. O problema é quando você é obrigado a liberar dados que não quer.

kadu

Exato, isso me assusta bastante. Cada vez mais as pessoas tratam a privacidade como algo dispensável, irrelevante. Cada vez mais trocam privacidade por comodidade, como se fosse uma boa troca.

Mike Cross

O problema é que pelo andar da carruagem, o impacto do choque já soa inócuo, já que a quantidade de gente que sequer liga pra isso por conta da "comodidade dada compensar o preço" já anda muito maior perante aqueles que ainda se importar com o valor da privacidade.

Admirável Mundo Novo.

Byte

Se depender dos la de casa só deve pegar umas gravações merdas, que é cada conversa bizarra, fora que ainda tem um no quarto ai não tem muito assunto só barulho kkkkkkk

Buldego

Assim como tem aquela matéria de mais de 80 apps da Apple Store que espionam os usuários, mas quase nunca ninguém fala sobre isso.

kadu

Sim, fico, e espero nunca deixar de ficar.

Exibir mais comentários