Início » Internet » YouTube muda algoritmo para recomendar vídeos infantis com “qualidade”

YouTube muda algoritmo para recomendar vídeos infantis com “qualidade”

O YouTube quer oferecer "conteúdo familiar de qualidade" e já impacta diversos canais com sua decisão

Por
01/08/2019 às 17h46

Após ser investigado pela Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC, na sigla em inglês), o YouTube decidiu realizar mudanças em seu algoritmo. A plataforma pretende sugerir para crianças vídeos baseados em “qualidade”.

YouTube Kids

A medida já impacta diversos canais, diminuindo a audiência de uns e aumentando a de outros. Uma porta-voz do YouTube confirmou alterações no algoritmo, mas garantiu que elas não têm relação com variações de audiência.

“Fazemos centenas de mudanças todos os anos para tornar mais fácil para as pessoas encontrarem o que querem assistir”, afirmou a porta-voz da plataforma. “Recentemente, fizemos uma alteração que melhora a capacidade dos usuários de encontrar conteúdo familiar de qualidade”.

Segundo a Bloomberg, o dono de um canal de vídeos para crianças afirmou ter registrado queda de 98% nas visualizações em apenas três dias. “É hora de parar de criar conteúdo para crianças?”, questionou em publicação compartilhada em grupo privado no Facebook.

A decisão de priorizar o critério da qualidade em seu algoritmo é uma nova tentativa do YouTube de se tornar mais seguro para crianças. A plataforma já removeu vídeos que pareciam ser infantis, mas que exibiam conteúdo violento ou erótico, e desativou comentários em vídeos com crianças, após o espaço ser usado para compartilhar links relacionados a pedofilia.

O YouTube recomenda que crianças menores de 13 anos utilizem o YouTube Kids, que conta com mais filtros e oferece controles para os pais. O aplicativo, no entanto, ainda é pouco usado se comparado ao serviço principal.

A plataforma também possui diretrizes para quem pretende produzir vídeos para crianças. A orientação é evitar “conteúdo viciante que não tem substância ou valor de desenvolvimento para o espectador”. As sugestões, porém, não levam a qualquer punição, caso sejam seguidas.

Com informações: CNET.

Mais sobre: