Início » Computador » AMD anuncia processadores Ryzen Pro 3000 com até 12 núcleos

AMD anuncia processadores Ryzen Pro 3000 com até 12 núcleos

Ao todo, são oito processadores (sete Ryzen Pro e um Athlon Pro), todos voltados a desktops corporativos

Emerson Alecrim Por
01/10/2019 às 16h19

A família de processadores da AMD para desktops de uso profissional acaba de ficar maior: a companhia anunciou sete chips Ryzen Pro 3000, além de uma opção para a linha Athlon Pro. O destaque vai para o AMD Ryzen 9 Pro 3900, modelo que traz 12 núcleos e 24 threads.

AMD Ryzen Pro

Os novos modelos são muito parecidos com os processadores Ryzen de terceira geração que AMD anunciou no começo do ano, mas trazem recursos pensados para ambientes corporativos, como inicialização segura, criptografia de conteúdo da memória e gerenciamento Dash.

O AMD Ryzen 9 Pro 3900 é o destaque por ser o chip mais poderoso dessa leva. Mas ele não chega sozinho: a AMD também anunciou opções para as linhas Ryzen 7 e Ryzen 5 Pro. Todos têm como base a arquitetura Zen 2, suporte ao PCI Express 4.0 e tecnologia de fabricação de 7 nanômetros da TSMC:

Processador Núcleos / Threads Clock (GHz) Boost Cache L2 + L3 (MB) TDP
AMD Ryzen 9 Pro 3900 12 / 24 3,1 4,3 70 65
AMD Ryzen 7 Pro 3700 8 / 16 3,6 4,4 36 65
AMD Ryzen 5 Pro 3600 6 / 12 3,6 4,2 35 65

A AMD também anunciou quatro processadores Ryzen Pro com 12 nanômetros e PCI Express 3.0. Eles são mais simples, em compensação, trazem GPU Radeon Vega integrada:

Processador  Núcleos / Threads Clock (GHz) Boost Cache L2 + L3 (MB) TDP GPU Radeon Vega
AMD Ryzen 5 Pro 3400G 4 / 8 3,7 4,2 6 65 11 núcleos
AMD Ryzen 5 Pro 3400GE 4 / 8 3,3 4 6 35 11 núcleos
AMD Ryzen 3 Pro 3200G 4 / 4 3,6 4 6 65 8 núcleos
AMD Ryzen 3 Pro 3200GE 4 / 4 3,3 3,8 6 35 8 núcleos

Por fim, a AMD lançou o Athlon Pro 300GE. Trata-se do chip mais singelo e, certamente, o mais barato. Ele conta com dois núcleos, quatro threads, frequência de 3,4 GHz (sem boost), cache L2 + L3 de 5 MB, TDP de 35 W e GPU Radeon Vega 3 (com três núcleos).

Como esses chips são entregues diretamente a fabricantes de PCs, a AMD não revelou preços. Porém, marcas como HP e Lenovo já confirmaram o lançamento de desktops baseados nas novidades. O HP EliteDesk 705 G5, por exemplo, custa a partir de US$ 669 dólares nos Estados Unidos.

Mais sobre: ,