Início » Negócios » Apple oficializa saída de Jony Ive e remove designer da lista de executivos

Apple oficializa saída de Jony Ive e remove designer da lista de executivos

Apple retira Jony Ive de página oficial sobre executivos; ele foi responsável pelo design do iPhone, iPad, Apple Watch, Mac e iPod

Felipe Ventura Por

A Apple anunciou em junho que Jony Ive iria deixar a empresa "até o final do ano", e isso acaba de acontecer: o nome dele foi retirado da página oficial com os principais executivos. Ele era chefe de design e foi um dos principais responsáveis pelo visual do iPhone, iPad, Apple Watch, Mac e iPod.

Tim Cook e Jony Ive (Foto: Paulo Higa)

Tim Cook (à esquerda) e Jony Ive

A ausência de Ive na página "Liderança da Apple" foi notada pelo The Verge; ele estava lá até a última terça-feira (26), segundo o cache do Google. A empresa diz à CNET que não fará mais comentários sobre a saída do designer.

Ive planeja cuidar de uma empresa independente chamada LoveFrom, onde ele vai trabalhar com o designer Marc Newson — que também deixou a Apple. O primeiro cliente deles será a própria Apple: "embora eu não seja um funcionário, ainda estarei muito envolvido", disse Ive em junho ao Financial Times.

A Apple, por sua vez, ficará sem um diretor de design. Há alguns anos, as funções diárias de Ive já haviam sido transferidas para dois outros cargos: vice-presidente de Design Industrial (atualmente Evans Hankey) e vice-presidente de Design de Interface Humana (Alan Dye). Ambos responderão ao diretor de operações Jeff Williams.

Apple sem Jony Ive

Jony Ive estava desanimado com Apple há anos

Segundo a Bloomberg, Ive tinha um papel reduzido na Apple desde 2015, após o lançamento do Apple Watch. E uma reportagem do Wall Street Journal revelou que o diretor de design estava desanimado há anos, e só aparecia na sede duas vezes por semana.

Ive ficou frustrado com as mudanças no comando da Apple, cuja diretoria era cada vez mais focada em finanças e operações, em vez de tecnologia e outras áreas. E de acordo com o WSJ, o CEO Tim Cook quase não visitava o estúdio de design da Apple e mostrava pouco interesse nisso.

Cook disse que a reportagem do WSJ é "absurda" e "não corresponde à realidade", pois "mostra uma falta de compreensão sobre como a equipe de design e a Apple funcionam". Segundo Ive, a decisão de sair veio após a conclusão do campus Apple Park.

Mais sobre: , , ,