Início » Negócios » O que é Open Banking?

O que é Open Banking?

Open Banking promete descentralizar o mercado financeiro, permitindo que os clientes tenham mais controle de seus dados

Lucas Lima Por
TB Responde

O Banco Central iniciou discussões a respeito da implementação de um sistema Open Banking no Brasil, para dar mais liberdade aos clientes de instituições financeira e incentivar a competitividade entre as grandes empresas e startups. Saiba mais sobre o que é e a proposta do Open Banking.

ATM | Open Banking

O que é Open Banking?

O Open Banking (ou banco aberto) é uma proposta de descentralizar as informações financeiras de grandes operadoras, como os tradicionais bancos, para permitir que o cliente escolha que solução usar, mantendo o controle de seus próprios dados.

Em um modelo sem Open Banking, o cliente que quiser mudar de banco perderá todo seu histórico financeiro ao ir para uma nova instituição. Essas informações pertencem a cada banco, fintech ou startup

A partir do Open Banking, será possível levar as informações financeiras de cada perfil para qualquer outra instituição, sem ter que construir um relacionamento com o banco do zero.

Além disso, a proposta também se ampliará para os serviços oferecidos, o que favorecerá a competição e flexibilidade, já que o cliente poderá escolher que plataforma usar, independente do banco.

Isso será possível a partir de APIs abertas — interface de programação de aplicativos (API, do inglês) é o nome que se dá a porção de um programa disponibilizada para ser integrada em outras plataformas.

Um exemplo do uso de API é o login em sites por meio do Facebook ou Google. As APIs são fornecidas a estes sites para que eles tenham acesso às informações de conta desse usuário.

Como funcionaria o Open Banking

Apresentação do Open Banking na coletiva sobre agenda do Banco Central, pelo presidente Roberto Campos

Com cada cliente no controle das suas informações financeiras, ele poderia optar por levá-las — fornecer a partir de autorização explícita — para outras soluções financeiras: aplicativos de gerenciamento de contas, outros bancos, fornecedoras de crédito pessoal, etc.

Outro exemplo: ao invés de ter um aplicativo para cada banco instalado no smartphone, o cliente poderá optar por uma solução que faça o gerenciamento de todas as contas. Entre ter cinco apps no celular, bastaria um.

Para os bancos, o Open Banking pode ampliar a competitividade. Mais empresas ou startups poderão entrar no mercado financeiro, oferecendo diferentes serviços aos consumidores ou soluções para os próprios bancos, integrando as APIs.

Com a proposta, as grandes instituições também poderão se beneficiar ao poder integrar soluções de terceiros ao seus sistemas ou fornecer as próprias tecnologias para outras empresas. Cabe a cada uma conquistar este espaço, quando o novo fluxo de dados pessoais começar a circular.

Com informações: InfoMoney, Nubank.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação