Início » Aplicativos e Software » Uber limita motoristas a até 12 horas online no app por dia

Uber limita motoristas a até 12 horas online no app por dia

Limite foi implementado como ação da Uber para melhorar a segurança no trânsito

André Fogaça Por

A Uber anunciou hoje (4) uma ferramenta que limita o tempo de trabalho dos motoristas parceiros da plataforma. A ideia é de colocar um limite de 12 horas seguidas de trabalho, com seis horas de descanso e estas informações ficam claramente disponíveis no próprio app que o parceiro já utiliza para receber as corridas.

Uber motorista

Além de obrigar o motorista a descansar para continuar trabalhando, a ferramenta faz parte do Maio Amarelo, uma campanha que visa aumentar a segurança no trânsito das cidades brasileiras. Durante o percurso do motorista parceiro, o aplicativo da Uber oferece notificações quando o tempo de trabalho se aproximar das 12 horas. Após alcançá-lo, o parceiro é desconectado da plataforma automaticamente e somente pode retornar após seis horas corridas.

A novidade já está em uso em outras cidades do mundo e entra em funcionamento com outras que foram lançadas recentemente, como o alerta para que o passageiro fique atento na hora de abrir a porta do veículo quando a viagem termina próxima de uma ciclovia ou ciclofaixa – evitando assim acidentes com ciclistas e ou pedestres.

Por fim, uma parceria entre a Uber e o Instituto Ver & Viver oferece exames de vista para os motoristas parceiros e descontos para a aquisição de óculos fornecidos pelo Instituto.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
9 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus Duarte (@Matheus_Duarte)

Agora o reconhecimento de vínculo vêm

Fábio Laurindo (@Fabio_Laurindo)

Só policial e área da saúde pode passar das 24 horas e tomar bronca de todo lado kkkk.

@teh

negativo. nao muda nada nesse sentido.

Lucas Monteiro (@lucasmonteiro)

Vem não. Isso já acontece nos EUA e em outros países há um bom tempo. Na verdade, é uma forma indireta de evitar problemas judiciais por conta de motoristas que trabalham enlouquecidamente e depois processam a empresa por “escravidão”.

Matheus Duarte (@Matheus_Duarte)

@teh e @lucasmonteiro vocês estão subestimando a capacidade do juiz brasileiro… Vai ter juiz reconhecendo esse vínculo inexistente, e novamente, vamos depender de um Tribunal superior para ter o mínimo de garantia jurídica

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

A medida não tem haver com vínculo empregatício. Apenas com a limitação de tempo on-line. Todos os motoristas são livres pra trabalhar pelo tempo que quiserem, porém sabemos que direção irresponsável gera acidentes.

Um indivíduo que assume o volante cansado e com sono, expõem ele e a outros a esse risco.

A medida serve apenas para proporcionar melhor qualidade de vida e uma direção segura. O motorista continua dono do seu horário, apenas agora deve respeitar esse limite técnico e não empregatício.

João M. (@RonDamon)

Pelo que eu vi de uns motoristas no youtube eles deixam o app offline sempre pra usar o 99 ao mesmo tempo, ou seja, provavelmente vão burlar isso aí haaahuahua

Thiago Sabaia (@thiago)

Tem que ver como funciona isso ai.

Pois se for contar como 12h somente o tempo que o app ficou online, não vai mudar nada. Muitos motoristas ficam offline durante a jornada seja por varios motivos. Usar app do concorrente e deixar o outro offline quando está em uma corrida, para evitar pegar passageiro de determinada região, etc.

Só terá resultado se pegar a primeira vez que ele se conectou no dia e começar contar 12h ali, independente se ele parou nesse tempo ou não.