Início » Brasil » Polícia apreende 2,7 toneladas em celulares Xiaomi, IPTV pirata e mais

Polícia apreende 2,7 toneladas em celulares Xiaomi, IPTV pirata e mais

Mercadorias importadas foram descobertas no Ceará; carga tinha fones de ouvido, caixas de som portáteis e receptores de IPTV

Felipe Ventura Por

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Receita Federal apreenderam cerca de 2,7 toneladas de mercadorias importadas sem nota fiscal, incluindo celulares da Xiaomi, fones de ouvido, caixas de som portáteis, receptores de IPTV pirata, entre outros. Os itens foram descobertos em uma operação realizada no Ceará durante a última segunda-feira (15).

Mercadorias apreendidas

Em comunicado, a PRF explica que abordou um caminhão na manhã de segunda-feira na rodovia BR 116 em Chorozinho (CE), a 60 km de Fortaleza. O motorista apresentou uma nota fiscal na qual não constava parte da carga transportada. “Foi constatado o transporte de mercadorias de origem estrangeira sem o devido desembaraço fiscal e outras com indícios de falsificação”, diz a polícia.

Então, os agentes da PRF e da Receita foram até um galpão no bairro Paupina, em Fortaleza. Lá, eles encontraram mais produtos importados de forma irregular.

Receita Federal apreende mercadorias

A carga do caminhão, mais o que foi encontrado no galpão, somam cerca de 2,7 toneladas. A polícia não revela o valor estimado da apreensão, mas detalha alguns dos principais itens:

  • celulares da marca Xiaomi;
  • capas, carregadores e películas para smartphone;
  • fones de ouvido;
  • caixas de som portáteis;
  • receptores de IPTV;
  • entre outros.

As mercadorias apreendidas foram recolhidas pela Receita Federal “para os procedimentos cabíveis”. Suspeito que esses produtos vão parar em um futuro leilão: no ano passado, foram realizados 143 deles, arrecadando um total de R$ 320 milhões.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
16 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jefferson Rodrigues (@Jefferson_Rodrigues)

Só eu que acho que muitas unidades dessas mais de 2t serão roubadas por quem tem acesso a elas?
Me lembro que, uns 10 anos atrás, uma emissora fez uma reportagem falando sobre policiais que furtavam as mercadorias tomadas dos vendedores ambulantes/camelôs.

João Luiz G (@Joao_Luiz_Gomes_Silv)

Comprou um celular Xiaomi e ainda não enviaram. Más notícias meu colega…

Alex (@wuhkuh)

Eles ficam com algumas coisas, tenho conhecido e ele sempre fica com algumas coisinhas

Severino Cavalcante (@sev.cavalcante)

Mas a conduta desse seu conhecido é crime. Não seria seu dever, enquanto cidadão, noticiar essa conduta às autoridades responsáveis?

A omissão também pode, em alguns casos, se enquadrar em tipos penais, dá uma lida no Art. 13 do Código Penal.

Michel da Silva Soares (@Michel)

Seria lógico ele denunciar se as autoridades realmente fizessem algo pra punir esses “policiais” com condutas criminosas, mas essa máfia estatal que passa pano pra servidor público abrindo brechas pra ele escapar de uma eventual investigação e ainda uma brecha para descobrir o autor da denúncia faz vc acabar tendo medo de denunciar certos tipos de condutas.

Outra observação, seria a polícia investigando a própria polícia, se esse conhecido dele tiver contatos com a polícia ta safo fácil e ainda pode descobrir o autor da denuncia, seria interessante que o estado cumprisse seu dever para depois exigir o mesmo dos cidadães.

² (@centauro)

Pode ser que seja como video game ou cartucho pirata.

Pika das Galaxias (@PikaDasGalaxias)

“receptores de IPTV pirata” boa pergunta

Reginaldo Ribeiro (@Reginaldo_Ribeiro)

Pior que existe sim, alguns modelos já vem com esses “app’s” que lhe dão acesso a conteúdo pago pré instalados, você só precisa ligar o aparelho na energia, conectar o cabo a internet e já pode usufruir do conteúdo pago.

Alex (@wuhkuh)

Ele é policial, você esperava honestidade? kkk