Início » Aplicativos e Software » Telegram lança chamada de vídeo no Android e explica atraso no iOS

Telegram lança chamada de vídeo no Android e explica atraso no iOS

Função de chamada de vídeo do Telegram está sendo liberada para Android; atualização para iPhone teve atraso

Emerson Alecrim Por

Depois de um período de testes, o Telegram anunciou, nesta sexta-feira (14) — mesma data em que comemora sete anos de existência —, a tão esperada função de chamada de vídeo. A novidade está sendo liberada para Android. O Telegram para iOS (iPhone e iPad) também está recebendo a novidade, mas com atraso.

Telegram - chamada de vídeo

Você sabe, talvez por experiência própria, que a comunicação por vídeo aumentou sobremaneira nesta pandemia. O recurso é muito bem-vindo ao Telegram, portanto, mesmo que tenha demorado tanto para aparecer.

O funcionamento do modo de videochamada é simples. Basta atualizar o aplicativo para a versão mais recente e acionar o botão correspondente na tela de perfil do seu contato ou ativar o recurso durante uma chamada de voz.

As chamadas de vídeo do Telegram estão em fase “alpha”. Apesar disso, a novidade traz um bom conjunto de funcionalidades. É possível participar das videochamadas em uma janela flutuante (modo PIP), por exemplo.

Levemos em conta também que as chamadas são protegidas com criptografia ponta a ponta. O Telegram diz que, para confirmar a sua conexão, basta comparar os quatro emojis exibidos na tela para você e seu contato — se forem iguais, a chamada é 100% segura.

Novas funções relacionadas às videochamadas estão a caminho, garante o Telegram. Entre elas está o modo de chamadas de vídeo em grupo, prometido para os próximos meses.

Quanto aos usuários de iOS, o serviço explica que “a Apple falhou em revisar esta atualização a tempo, por mais que [a] tenhamos enviado para a App Store vários dias antes de enviar para a Google Play”.

“Se você estiver no iOS e quiser testar as Vídeo Chamadas do Telegram, terá que esperar até que a Apple permita que você faça isso — ou mudar para uma plataforma que tenha mais respeito aos seus usuários e desenvolvedores, como o Android”, diz o Telegram em nota. (eita!)

Horas depois da liberação da versão para Android, a atualização para iOS chegou à App Store. Na sequência, o Telegram removeu o, digamos, desabafo do parágrafo anterior.

Aniversário de sete anos

Telegram - emojis animados

Embora o Telegram como organização tenha surgido meses antes, o primeiro aplicativo oficial (para iPhone, ironicamente) do serviço foi lançado em 14 de agosto 2013. De lá para cá, a plataforma acumulou mais de 400 milhões de usuários em várias partes do mundo.

Para celebrar a ocasião, o Telegram liberou não só a função de chamada de vídeo como também o novo conjunto de emojis animados mostrado acima.

Atualizado às 20:00 para incluir a liberação das chamadas de vídeo para iOS.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Ecliptor (@ecliptor)

A publicação na Play Store geralmente é aprovada é 5 minutos. Já na App Store gera diversos questionamentos, o que leva tempo. A Apple deve respeitar seus usuários, mas na hora de ver a pilha de apps infectados, parece que “o lojinha do robozinho é imbatível”.

Breno (@bbcbreno)

A atualização trouxe a estrela da vídeochamada, mas o que realmente roubará a cena é este tapa na bund… digo, no pêssego e a beringela animada.

João Almeida (@Joao_Almeida)

Meu deus que drama do Telegram KKKKKKK deve ser tão ruim ter um sistema de análise realmente útil na loja, imagina nao ter vários app lixosos Sem falar que a atualização saiu minutos depois da Play Store. Mico

João Almeida (@Joao_Almeida)

Empresas sempre querendo coletar uma coisinha ou outra ali, geralmente são críticos com força ao iOS.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Sempre achei que a extremidade era a parte roxa, ao menos fazia mais sentido assim pra mim.

Tori Niwikari (@Tori)

Telegram já tem uma discussão com a Apple já não é de hoje.
Primeira coisa é ter removido o aplicativo depois da coisa de canais +18 anos.

Eles adicionaram a atualização dias antes na Apple Store do que na Google Play.
E mesmo assim, essa burocracia toda fez com que atrasasse a atualização.

Por mais que a Google Play tenha esses defeitos de “apps lixosos”, é a que mais dá liberdade ao desenvolvedor simplesmente por liberar a atualização horas depois.

Vítor Gomes (@vctgomes)

Pra fazer isso eles tiveram de lançar a atualização dias antes na App Store e, mesmo assim, saiu com horas de atraso.

Como a atualização era comemorativa, devem ter ficado putos.

Isso fora as outras diversas limitações q a App Store impõe, motivo até de birra com a Epic, Spotify etc.

Renan (@Johnsson)

Fiz alguns testes com a chamada dele vs a do whatsapp, até o momento me pareceu melhor.

João Almeida (@Joao_Almeida)

Mais liberdade aos desenvolvedores a gente ja viu no quer dar E a Play Store é exemplo de apps mal feitos, infectados, com todo dia de coleta de dados e anúncios invasivos.

Pode até ser exagero, mas apps só são bem feitos devido as diretrizes de design e lojas.

João Almeida (@Joao_Almeida)

acho que humanos analisando um app todo nao é de se esperar algo em 10 min ne

Tori Niwikari (@Tori)

“Apps mal feitos, infectados,com todo dia de coleta de dados e anúncios invasivos”

Vamos por tópico:

Apps mal feitos

Isso é culpa do desenvolvedor e não da Play Store, uma coisa que meu professor disse uma vez é que “desenvolvedor não é designer.”
Tem aplicativo mal feito em qualquer plataforma.

Infectados

Isso é um efeito negativo da liberdade da loja. Você tem a facilidade de ter seu aplicativo entregue na loja rapidamente, mas por outro lado não tem vistoria de malware.
Google Play Protect ta mudando isso pouco a pouco (pouquíssimo.)

Todo dia coleta de dados

Tudo o que você consome coleta seus dados.
Microsoft com o Windows e suas configurações expressas.
Google com Youtube, Gmail, Android e etc.
Firefox com o Google.
Facebook com anúncios e os botões de likes, cookies e etc.

Lembrando que, mesmo que o Facebook altere as coisas pro iOS, isso não vai fazer ele parar de coletar seus dados, afinal, é muito além disso.

Anúncios invasivos

Culpa do desenvolvedor, desenvolvedor tem que colocar comida na mesa, e anúncios são o unico jeito de arrumar uns trocados sem ficar “Ei, ja que usa meu aplicativo, poderia me dar um apoio?”

imhotep (@imhotep)

Tenho usado bastante e percebo que consome mais bateria que a chamada de vídeo no WhatsApp.

Talvez, por ser novidade, ainda não esteja otimizado.