Início » Negócios » Netflix espera vacina contra COVID-19 para reabrir escritórios

Netflix espera vacina contra COVID-19 para reabrir escritórios

Para Reed Hastings, CEO da Netflix, retorno aos escritórios só deve ocorrer seis meses depois da liberação da vacina

Emerson Alecrim Por

Nos últimos meses, empresas dos mais diferentes setores descobriram que o home office funciona e, por isso, planejam manter a modalidade após a pandemia. Já Reed Hastings, cofundador e CEO da Netflix, não se mostra favorável ao trabalho remoto. Mas ele avisa: seus funcionários só voltarão aos escritórios quando houver vacina contra o coronavírus da COVID-19.

Netflix em Los Gatos

A afirmação foi dada em entrevista ao Wall Street Journal. Quando questionado se vê benefícios no home office, Hastings foi taxativo: “eu não vejo nada de positivo. Não estar disponível para se reunir pessoalmente, principalmente em encontros internacionais, é puramente negativo”.

Na sequência, o veículo perguntou ao CEO da Netflix o que ele acha dos planos de muitas empresas de manter o home office após a pandemia:

“Se eu tivesse que adivinhar, diria que a semana de trabalho de cinco dias no escritório se tornaria de quatro dias mais um dia de trabalho remoto. Aposto que é nesse ponto que muitas companhias fracassam”, disse Hastings.

Apesar da visível aversão do empresário ao home office, a Netflix mantém, tanto quanto possível, funcionários trabalhando remotamente desde o início da pandemia.

Vai ser assim por um bom tempo. Quando perguntado sobre um prazo para a volta aos escritórios, Hastings explicou que, provavelmente, isso só irá acontecer seis meses depois de uma vacina ser disponibilizada.

Reed Hastings

Reed Hastings

Supondo que uma vacina esteja amplamente disponível no final de 2020 — um prazo bastante otimista —, a Netflix só retornaria às atividades nos escritórios no meio de 2021, portanto.

Esse é mais ou menos o prazo estipulado para o retorno do trabalho presencial dos funcionários do Google e de outras empresas de tecnologia. Ainda assim, deve haver alguma flexibilidade nos prazos, afinal, a evolução da pandemia segue diferentes estágios nas várias partes do mundo.

Vale destacar que a entrevista do Wall Street Journal gira em torno do livro de Reed Hastings A Regra é Não Ter Regras: A Netflix e a Cultura da Reinvenção, que foi lançado recentemente nos Estados Unidos e estará disponível oficialmente no Brasil neste mês.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Diego Duarte (@Diego_Duarte)

Tava demorando ate D+ p essas empresas “superprafrentex com escorregador e videogame” comecarem a dar p tras nisso. Eu tava ficando até surpreso.