Início » Gadgets » Mi TV Stick ou Mi Box S; qual é a diferença?

Mi TV Stick ou Mi Box S; qual é a diferença?

Mi TV Stick e Mi Box S são set-top boxes da Xiaomi, que rodam Android TV; descubra quais são as principais diferenças entre eles

Ronaldo Gogoni Por

O Mi TV Stick e o Mi Box S são dois set-top boxes da Xiaomi, dispositivos que rodam Android TV compatíveis com Chromecast, que suporta uma grande quantidades de apps quando conectado a uma TV, no entanto, eles possuem características bem diferentes. Descubra as diferenças entre eles e decida qual é o melhor para você, se o Mi TV Stick ou Mi Box S.

Mi TV Stick vs. Mi Box S (Imagem: Tecnoblog)

Mi TV Stick vs. Mi Box S (Imagem: Tecnoblog)

Design

O Mi Box S é um set-top box tradicional, uma caixinha para ser posicionada na estante. Já o Mi TV Stick é um dongle, como o Google Chromecast, um dispositivo em forma de pendrive que fica escondido atrás da TV.

O Mi TV Stick é bem menor do que o Mi Box S, bem mais leve (28,5 g contra 147 g) e dispensa o uso de um cabo HDMI, o que faz dele um dispositivo mais fácil de ser transportado.

Vencedor: Mi TV Stick

Controle Remoto

O controle remoto é o mesmo nos dois dispositivos. Pequeno e compacto, ele traz um anel que são as setas de navegação e um botão no meio, para confirmar. Abaixo há os botões padrão de um dispositivo Android TV, Menu, Voltar e Home.

Acima, há o botão Power e o da Google Assistente e na parte inferior, os controles de volume.

Controle remoto (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Controle remoto do Mi Box S (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

A diferença entre os modelos está nos botões dedicados a outros serviços. O Mi Box S traz um para a Netflix e outro para TV a cabo, enquanto o do Mi TV Stick substitui o segundo por um para o Amazon Prime Video.

Como usuários de TV por assinatura possuem um controle dedicado, o botão no Mi Box S não é tão útil, tanto que a Xiaomi o dispensou no novo dongle.

Vencedor: Mi TV Stick

Conexões

O Mi TV Stick possui uma porta HDMI, para ser ligado à TV, e uma microUSB para alimentação. O usuário pode optar por usar energia da própria TV, espetando o cabo em uma porta disponível, ou usar a fonte e habilitar recursos como HDMI-CEC, que permitem ligar a TV com o controle remoto.

O Mi Box S depende da fonte para energia e de um cabo HDMI, mas traz mais portas. Há também uma porta USB para expansão de memória ou transferência de arquivos, e uma saída de áudio P2, para ligar o som a um sistema externo. No fim, ele oferece mais opções de uso.

Vencedor: Mi Box S

Sistema operacional e recursos

O Mi Box S sai da caixa rodando o Android 8.1 Oreo, mas conta com uma atualização para o Android 9 Pie, que já vem de fábrica no Mi TV Stick. No entanto, uma vez que ambos estejam na mesma versão do SO, as diferenças somem.

Android TV (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Android TV no Mi Box S (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

O Android TV possui uma seleção gigantesca de aplicativos, quase todos os que rodam em celulares Android, salvo soluções específicas e alguns jogos, sendo que há títulos que rodam também em TVs, dongles e set-top boxes compatíveis.

A Google Assistente oferece recursos de comando de voz para abrir apps, consultar a previsão do tempo, reproduzir conteúdos e etc. Na parte de apps, é possível rodar Netflix, Prime Video, YouTube, Spotify, Deezer, Twitch, Crunchyroll, Disney+ e muitos outros em ambos gadgets, e jogos compatíveis podem ser apreciados, com suporte a controles Bluetooth dedicados.

Por fim, o Android TV traz a função Chromecast, que permite espelhar conteúdos de celulares e rodar aplicativos e jogos compatíveis nos dispositivos, sem instalar nada.

Vencedor: empate (com ambos rodando Android 9)

Qualidade de imagem

Aqui as diferenças são mais profundas. O Mi Box S suporta resoluções de até 4K, enquanto que o Mi TV Stick é limitado a Full HD. Ambos são capazes de reproduzir vídeos a até 60 quadros por segundo (fps).

Mi TV Stick (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Mi TV Stick (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

As tecnologias de vídeo suportadas são semelhantes. Ambos suportam codecs VP9 e H.264, mas o Mi TV Stick também traz suporte ao mais recente H.265. Por outro lado ele não possui HDR, enquanto que o Mi Box S é compatível com HDR10.

Para quem possui uma TV Full HD, ter suporte a 4K não é tão essencial, mas as coisas mudam com uma tela 4K, onde o Mi TV Stick perde por ter uma resolução limite mais baixa.

Vencedor: Mi Box S

Qualidade de som

Ambos gadgets são compatíveis com os codecs de áudio Dolby Audio e Dolby DTS, que suportam som surround em até 5.1 canais. Por outro lado, nenhum dos dois é compatível com Dolby Atmos.

De forma resumida, o Mi TV Stick e o Mi Box S suportam os mesmos formatos de áudio, não tendo diferenças nesse quesito.

Vencedor: empate

Especificações

Mi TV Stick Mi Box S
Processador Amlogic S805Y, quad-core de 1,5 GHz Amlogic S905X, quad-core de 1,5 GHz
GPU Mali-450 a 750 MHz Mali-450 a 650 MHz
Memória RAM 1 GB 2 GB
Armazenamento interno 8 GB 8 GB, expansível

Embora a GPU de ambos seja a mesma, a Mali-450 é mais rápida no Mi TV Stick. Por outro lado, o processador Amlogic S805Y suporta resoluções de até 2K, mas a Xiaomi optou por limitar o gadget a 1080p.

A quantidade de RAM no Mi TV Stick é a metade da presente no Mi Box S. Já o armazenamento interno é igual em ambos, porém, o Mi Box S suporta expansão via porta USB.

Vencedor: Mi Box S

Preço

O Mi Box S chegou ao Brasil em 2019 pelo preço oficial de R$ 649, enquanto que o Mi TV Stick foi lançado em 2020, com valor sugerido de R$ 549 (promocional de R$ 499, na época). Hoje o primeiro pode ser encontrado por até R$ 400 na rede varejista, já o segundo custa aproximadamente R$ 290.

Embora o Mi Box S tenha uma resolução maior, o que justifica seu preço, o Mi TV Stick é indiscutivelmente mais barato.

Vencedor: Mi TV Stick

Qual é o melhor? Você decide

Ambos dispositivos fecharam o comparativo com 5 pontos, cada um com vantagens e desvantagens quando colocados frente à frente. No entanto, o Mi TV Stick e o Mi Box S possuem diferenças fundamentais por conta da capacidade de cada um, e são direcionados a perfis de consumidores distintos.

Assim, cabe a você decidir qual melhor o atende. Nossas recomendações são as seguintes:

Sua TV é 4K? Mi Box S

Mi Box S (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Mi Box S (Imagem: Ronaldo Gogoni/Meio Bit)

Para donos de TVs 4K com sistemas mais antigos, que gostariam de usar o Android TV, o Mi Box S é a melhor opção. Compacto e discreto, ele ocupa pouco espaço e oferece uma grande quantidade de apps compatíveis, com suporte a 2160p, 60 fps e HDR10.

Além disso, é possível expandir o espaço interno através da porta USB, para quem deseja instalar mais apps e jogos.

Sua TV é Full HD? Mi TV Stick

Mi TV Stick (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Mi TV Stick (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

O Mi TV Stick, por sua vez, é indicado para quem possui uma TV Full HD, especialmente as mais antigas com sistemas legados, que não mais são atualizados, não recebem novidades ou simplesmente envelheceram mal.

Ele também é uma excelente opção para transformar TVs não-smart, ainda mais antigas em dispositivos inteligentes, dando uma sobrevida àquele aparelho que você não quer dispensar. E por ser pequeno e leve, o Mi TV Stick não fica visível na estante e pode ser facilmente transportado.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
1 usuário participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação