Início » Aplicativos e Software » Twitter anuncia Super Follow com assinatura para pagar por tweets

Twitter anuncia Super Follow com assinatura para pagar por tweets

A rede social também apresentou as Comunidades, uma espécie de grupos do Facebook, só que no Twitter

Ana MarquesPor

Após meses estudando um modelo de assinaturas para aumentar as fontes de lucro da plataforma, o Twitter anunciou, nesta quinta-feira (25), um recurso chamado Super Follow. A ideia é que os usuários da rede social possam cobrar de seus seguidores o acesso a conteúdo extra. Além dessa novidade, a empresa também está lançando sua própria versão dos grupos do Facebook: as Comunidades.

Super Follow do Twitter

Twitter apresentou Super Follow, novo serviço de assinatura (Imagem: Reprodução/Twitter)

Assinaturas devem atrair mais criadores de conteúdo

Enquanto diversas outras mídias sociais já contam com um modelo de negócio que permite realizar pagamentos diretamente a criadores de conteúdo, o Twitter apresenta a sua carta para atrair mais influenciadores.

Com o Super Follow, será possível montar um plano de assinatura para que seguidores tenham acesso a conteúdo exclusivo, como tweets extras, inscrição em uma newsletter ou participação em grupos restritos.

Super Follow

Super Follow (Imagem: Reprodução/Twitter)

Em um exemplo apresentado pela plataforma, um perfil poderia cobrar US$ 4,99 mensais para disponibilizar algumas vantagens para seus fãs. Na própria rede social, muitos usuários rapidamente fizeram correlação entre o novo recurso e o OnlyFans.

Ao que tudo indica, o Twitter irá ficar com uma parte da receita, já que as assinaturas seriam um plano para obter lucro sem depender exclusivamente de publicidade, mas ainda não está claro qual será a taxa cobrada.

Comunidades do Twitter

A rede social também está diversificando a forma de descobrir novos usuários com base em interesses em comum. Com as Comunidades (algo semelhante aos grupos do Facebook), será possível descobrir novos perfis relacionados a diversos temas específicos.

Até o momento, não há informações sobre quando os recursos estão disponíveis na plataforma, mas é possível que isso aconteça em breve, começando por usuários selecionados, assim como o Twitter Spaces.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Luiz Caixeta (@eduluiz)

Depois dos stories se tornarem onipresentes nos aplicativos, agora é a vez da era OnlyFans pra conteúdo pago

@LeandroCSC

Se de graça está cada vez mais complicado ficar ali,imagina só ter que pagar à alguns perfis pra receber “conteúdo” de forma exclusiva. O twitter passou um bom tempo sem ter lucro. Acho justo eles quererem lucrar no bom momento da rede social. Porém ,acho que tbm é hora de aparar algumas arestas pra melhorar a usabilidade do usuário comum. Tem muitas coisas ali sem sentido…O suporte deles tbm é absolutamente tenebroso! Se vc perder o acesso à conta vc segue as orientações do site e fica girando em looping eterno …

Eu (@Keaton)

imagina pagar por conteúdos divididos em trocentas mensagens de até 280 caracteres…

Monin (@Monin)

Não vejo muito sentido em pagar mensalidade pra algum conteúdo digital exclusivo. É tão simples de vazarem que o criador de conteúdo vai ter que praticamente lutar contra a pirataria. A não ser que tenham outras vantagens que não apenas conteúdo digital.

² (@centauro)

Suponho que as mensagens possam ser links, vídeos e imagens também.

Tem o apelo de apoiar alguém que você admira o trabalho. É uma proposta similar ao de outras plataformas como Patreon, OnlyFans e afins.

Monin (@Monin)

Tem isso também, mas se tratando de Twitter, não é uma plataforma de criação de conteúdo digital, digamos assim. Essa função pode ser apenas uma ponte entre criador e público pagante, mas que o conteúdo fosse disponibilizado em outra plataforma.

Na real, ainda não entendi em como o Twitter se encaixa na categoria de “site de conteúdo de valor”.

² (@centauro)

É como diz na matéria, eles esperam atrair mais criadores de conteúdo com essa função.
Tem que ver agora se eles vão colocar mais coisa que agrege valor para esse grupo de usuários.

Eu (@Keaton)

Sim, sim, mas só se tivesse como proteger essas coisas. Mas vai saber.

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

O Twitter não é exatamente uma plataforma de produção de conteúdo, mas certamente essa medida deve atrair alguns influenciadores, que podem tirar uma renda extra através das assinaturas.

Não acredito que o Super Follow seja usado para conteúdos de alto valor, como cursos online ou consultorias, por exemplo, mas sim algo mais no sentido dos inscritos/subs da Twitch, onde o foco é apoiar seu criador/influenciador em troca de algumas vantagens/mimos exclusivos.

Enfim, acho uma solução interessante para o Twitter aumentar suas fontes de receita, já que envolve um recurso que só agrega a plataforma, e quem não usa não perde nada.