Início » Telecomunicações » Lojas da Vivo barram ativação remota de eSIM para Easy, pré-pago e controle

Lojas da Vivo barram ativação remota de eSIM para Easy, pré-pago e controle

Vivo liberou eSIM para pré-pago, controle e Vivo Easy com ativação remota, mas lojas não cumprem informações do site

Lucas Braga Por

O Tecnoblog informou anteriormente sobre sobre a liberação do eSIM na Vivo para clientes do pré-pago, controle ou Vivo Easy, mas diversos clientes enfrentam dificuldades para aderir ao serviço. Ao contrário do que foi informado no site da operadora, algumas lojas se recusaram a ativar o chip virtual para linhas que não sejam do pós-pago e negaram a habilitação via WhatsApp.

Site da Vivo informa disponibilidade de eSIM (Imagem: Reprodução)

Site da Vivo informa disponibilidade de eSIM (Imagem: Reprodução)

Alguns leitores reclamaram na TB Comunidade e nas redes sociais que sobre a dificuldade para receber o atendimento via WhatsApp. Há ainda relatos de quem recebeu negativa para ativação do eSIM para pré-pago, controle ou Vivo Easy, com a justificativa de que apenas planos do pós-pago puro (individual ou família) podem utilizar a tecnologia.

Cliente recebe negativa para ativar eSIM em plano Vivo Pré (Imagem: Reprodução/TB Comunidade)

Outro cliente foi informado sobre restrição do eSIM para planos do pós-pago (Imagem: Reprodução/TB Comunidade)

Loja da Vivo enviou reportagem de 2019 para falar sobre restrição do eSIM (Imagem: Reprodução/Twitter)

Loja da Vivo enviou reportagem de 2019 para falar sobre restrição do eSIM (Imagem: Reprodução/Twitter)

Loja negou eSIM para cliente com Vivo Easy (Imagem: Reprodução/Twitter)

De forma técnica, a ativação do eSIM não precisa ser feita de forma presencial. Para ativar o chip virtual no celular basta ler um QR Code que a configuração é feita de forma automática. Em alguns casos é necessário informar o número de série (EID) para que a operadora identifique o dispositivo conectado.

O próprio site da Vivo esclarece que o eSIM está disponível para pós-pago, pré-pago, controle e Vivo Easy, e o procedimento pode ocorrer numa loja da operadora ou através do atendimento via WhatsApp:

Site da Vivo informa requisitos sobre eSIM (Imagem: Reprodução)

Site da Vivo informa requisitos sobre eSIM (Imagem: Reprodução)

Para tentar reproduzir o problema dos nossos leitores, o Tecnoblog entrou em contato com algumas lojas da Vivo de Belo Horizonte/MG. Me passei por um cliente da operadora que quer ativar remotamente um eSIM no plano Vivo Easy:

  • A loja do DiamondMall informou que faz a ativação do eSIM no Vivo Easy desde que a linha já esteja ativa, e ainda enviam o QR Code via WhatsApp para habilitação remota;
  • A loja do BH Shopping informou que faz a ativação do chip virtual para o Vivo Easy e enviam o QR Code via WhatsApp, mas o sistema do eSIM estava fora do ar;
  • A loja da Savassi informou que faz a ativação para o Vivo Easy e inicialmente informou que o procedimento deveria ser feito de forma presencial. Logo em seguida o atendente apagou a primeira mensagem e disse que poderia fazer uma tentativa de ativação remota;
  • A loja do Shopping Pátio Savassi informou que a ativação do eSIM só pode ser feita na loja física, e que a ativação por WhatsApp ainda não está disponível no estabelecimento;
  • A loja do Centro confirmou que faz a ativação do eSIM para o Vivo Easy, mas o usuário deve comparecer presencialmente na loja..

Vivo reafirma que ativação pode ser feita via WhatsApp

O Tecnoblog entrou em contato com a Vivo para entender o que o cliente que receber a negativa de atendimento precisa fazer, mas a operadora não respondeu o questionamento na nota enviada ao site:

A Vivo reforça que que clientes atuais de planos pós, controle, pré-pago e Vivo Easy podem ativar ou migrar diretamente para o serviço eSIM. Já clientes novos do Vivo Easy, assim que habilitarem um plano, podem migrar para e-SIM.

A ativação do Vivo eSIM em smartphones poder ser feita em lojas físicas da Vivo ou pelo Vivo em Casa, atendimento 100% online por um consultor da Vivo via WhastApp. A empresa informa que segue orientando os seus canais de atendimento para realização remota da ativação do serviço.

Caso a empresa não cumpra a informação do site, saiba como reclamar na Anatel ou no Consumidor.gov.br.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
22 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Cristiano Peiter (@cristianopeiter)

Expectativa: [Vivo enfim libera chip virtual eSIM para pré-pago, controle e Vivo Easy]
Realidade: [Lojas da Vivo barram ativação remota de eSIM para Easy, pré-pago e controle]

Fui Vivo Pós e tentei ativar no mês que liberaram o E-Sim, acho que em 2019… Tive que tentar em várias lojas até que um atendente conseguiu um manual da Vivo para poder efetuar a ativação.

Hoje sou claro pós e me cobraram R$10,00 a ativação do E-Sim em uma linha adicional ao meu plano. Algo que era para facilitar, infelizmente, complicam.

The Bianconero (@mateus34851007)

Comigo até q foi simples, não tive dor de cabeça pra ativar, porém, após a ativação que vem a surpresa. Não sei o motivo mas após a ativação do eSIM, eu parei de receber e realizar chamadas, e também não consigo mais receber SMS. Somente a internet funciona. Hoje entrei novamente em contato com a mesma loja que fez a migração pro eSIM, alegaram que no sistema estava tudo certo e que era configuração de aparelho. Insiste pra eles que esse não era o motivo e pedi para que fizessem uma atualização na minha linha, após a atualização, o aparelho voltou a realizar chamadas mas ainda não consigo receber nem ligações e nem SMS, agora estou correndo atrás de resolver esse problema, se não conseguir, vou voltar para o chip físico.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Não entendo essas operadoras, qual a dificuldade de mandarem um memoriando pras lojas e obrigarem as lojas a lerem eles.

LekyChan (@LekyChan)

Isso não deveria ser algo que precisasse de loja, simplesmente uma atualização de apps como Vivo Easy e Meu TIM já deveriam ser suficientes, o app verificaria se o aparelho possui suporte a eSIM e em caso positivo forneceria a opção de migração para eSIM e o próprio app já configuraria o aparelho.

Cato (@cato)

Pra mim foi super tranquilo! Moro na ZL de SP mas entrei em contato com o Vivo Home da loja da Augusta que fica no Conjunto Nacional. Só falei que queria ativar o eSIM e eles ja foram logo mandando o link pra anexar uma selfie e a foto de um documento. Tive problema apenas na hora que escolhi CNH e o sistema não reconhecia meu rosto na foto do documento. Troquei pelo RG e foi de primeira. Em seguida o atendente me enviou o QR code e pronto! Não durou 5 minutos o processo.

Após o eSIM ativo, notei que a conexão era somente no 3G, liguei no *8486 e pedi uma sincronização da linha. Resolvido!
Essa foi a minha experiência positiva com a ativação do eSIM através do Wpp.

Jedielson (@Jedielson)

Jesus não entendo a dificuldade de se fazer um app que realize a migração pro eSim ou lançar a função dentro dos apps existentes. Quer cobrar? insere uma forma de pagamento lá e pronto, mas nada justifica essa dificuldade toda. Eu, hein.

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Pra elas justifica. Dificultar a vida do cliente se ele resolver migrar para outra operadora.

Em teoria com o e-SIM, tudo seria feito de forma ágil. Configura a operadora, escolhe o plano e pronto. E se quiser migrar, seria só selecionar outra e fazer a migração. A ideia era tudo isso ser fácil, mas quem disse que as Teles abririam mão de complicar a vida dos clientes.

Já começa que acho errado cobrar por um chip, que nem físico é mais. Depois vem o completo despreparo dos atendentes, que não rara as vezes se quer sabem do que se trata. Parece até que não querem que prospere a modalidade.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Nada desse processo burocrático seria necessária se a Vivo fizesse a ativação do eSim por um aplicativo, nem falar com um humano seria necessário.

Felipe Silva (@Felipe_Silva)

Esse funcionários da Vivo são uma piada, falar em segurança se eu posso cancelar uma linha pelo aplicativo, gerando um enorme prejuízo mas não posso trocar pro e-Sim, sendo que o aplicativo pode fazer uma série de validações muito maior do que é feito pelo whatsapp, pode exigir que o chip físico esteja no mesmo celular, validação por sms entre outras coisas, só depende de fazerem um aplicativo descente, o que definitivamente a vivo não é capaz de fazer.

Aqui no Brasil a Intercel liberava e-Sim pelo aplicativo e pelo mundo tem diversas operadoras que fazem isso.

Felipe Chagas (@felipechagas)

Eu já uso a Tim como minha linha principal e não tenho do que reclamar, mas pensei em migrar para um plano mais em conta mesmo, aí vi o post do e-sim e testei pra ver o que dava, mas já desconfiava que iria acontecer algo do tipo, pois esse pessoal de Operadora é igual a Bancário: se for algo que tire do bolso deles, pode até ser um direito seu, mas vão tentar te ganhar no cansaço pra você desistir.