Início » Aplicativos e Software » Google Earth recebe maior atualização em anos com vídeos timelapse em 3D

Google Earth recebe maior atualização em anos com vídeos timelapse em 3D

Atualização do Google Earth disponibiliza vídeos timelapse em 3D para mostrar as mudanças do planeta em quase quatro décadas

Bruno Gall De Blasi Por

O Google anunciou novidades ao Google Earth nesta quinta-feira (15). Considerada a maior atualização do serviço desde 2017, a plataforma agora conta com vídeos timelapse em 3D para visualizar as alterações do planeta Terra ao longo de quase quatro décadas. Ao todo, a compilação traz imagens de satélite dos últimos 37 anos.

Google Earth no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

Google Earth no Android (Imagem: André Fogaça/Tecnoblog)

A função permite que os usuários possam visualizar os efeitos da mudança climática, crescimento de cidades e afins. “Com o Timelapse no Google Earth, temos uma imagem mais clara de nosso planeta em mudança na ponta dos dedos – que mostra não apenas problemas, mas também soluções, bem como fenômenos naturais fascinantemente bonitos que se desenvolvem ao longo de décadas”, anunciaram.

As imagens mostram as alterações que aconteceram desde 1984. Para ter acesso ao recurso, basta abrir o Google Earth, pressionar a roda do leme (“volante de navio”) para acessar a plataforma “Viajante” e clicar em “Timelapse no Google Earth”. Depois, é só usar a caixa de busca no painel da direita para escolher uma localização.

Além dos lugares, o Google separou alguns temas em parceria com o CREATE Lab, da Universidade Carnegie Mellon. São eles “mudanças nas florestas”, “beleza frágil”, “fontes de energia”, “planeta em aquecimento” e “expansão urbana”. As visitas guiadas se encontram na aba “Histórias”, também no painel que aparece ao usar o Timelapse.

Google disponibiliza 800 vídeos timelapse em 2D e 3D

O Google também disponibilizou mais de 800 vídeos timelapse em 2D e 3D para download ou para ser visualizado pelo YouTube. Além de temas, como água, expansão urbana, incêndios e afins, os usuários também podem filtrar os itens por região. Os conteúdos estão disponíveis em página do serviço (developers.google.com).

Os dados do Timelapse partem de uma parceria do Google com a NASA, Serviço Geológico dos Estados Unidos e o programa Copernicus, da União Europeia. O conjunto agrega 24 milhões de fotos de satélite. Para compilar os 20 petabytes de imagens em um único mosaico de vídeo de 4,4 terapixels, foi preciso de mais de dois milhões de horas de processamento em milhares de máquinas no Google Cloud.

“Toda essa computação foi feita em nossos data centers neutros em carbono e 100% renováveis, que fazem parte de nossos compromissos de ajudar a construir um futuro livre de carbono”, explicaram.

A empresa ainda afirmou que vai atualizar o Google Earth anualmente com novas imagens. “Esperamos que esta perspectiva do planeta sirva de base para debates, encoraje descobertas e mude as perspectivas sobre algumas de nossas questões globais mais urgentes”, afirmaram. As novidades já estão disponíveis na plataforma.

Com informações: Engadget e Google (Blog)

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
2 usuários participando