Início » Computador » Intel lança chips Core de 11ª geração para notebooks de alto desempenho

Intel lança chips Core de 11ª geração para notebooks de alto desempenho

Processadores Intel Core de 11ª geração Tiger Lake-H para laptops têm tecnologia de 10 nanômetros e até oito núcleos

Emerson AlecrimPor

Durante a CES 2021, a Intel prometeu anunciar os processadores Core de 11ª geração de alto desempenho para notebooks em algum momento de 2021. A promessa foi cumprida nesta terça-feira (11): os chips Tiger Lake-H acabam de ser revelados. O destaque vai para o octa-core Intel Core i9-11980HK, o mais poderoso da turma.

Processador Core de 11ª geração (imagem: divulgação/Intel)

Processador Core de 11ª geração (imagem: divulgação/Intel)

Todos os novos processadores são baseados na microarquitetura Willow Cove e, como tal, contam com processo de fabricação de 10++ nanômetros SuperFin. Já o TDP máximo varia entre 35 e 65 W, o que deixa claro que a nova linha prioriza desempenho — para quem precisa de bastante autonomia, os chips Tiger Lake anunciados em 2020 são os mais indicados.

A Intel chama atenção para várias características importantes na nova linha, como o suporte às seguintes tecnologias:

  • Thunderbolt 4;
  • PCI Express 4.0;
  • Wi-Fi 6E (Gig+);
  • HDMI 2.0;
  • DisplayPort 1.4;
  • Memórias DDR4 de até 3.200 MHz.

Quanto ao desempenho, a Intel afirma que, na comparação com o Core i9-10980HK (geração anterior), o Core i9-11980HK é mais rápido em vários jogos. Em Far Cry: New Dawn e War Thunder, por exemplo, o novo processador teve 5% e 21% mais performance, respectivamente. Os testes com os dois processadores foram feitos com uma GeForce RTX 3080.

Na comparação com o chip AMD Ryzen 9 5900HX, também com a RTX 3080 como placa de vídeo, o Core i9-11980HK foi 17% e 22% superior nos mesmos jogos, ainda nos testes da Intel.

De modo geral, a empresa sinaliza que os novos chips de 11ª geração têm desempenho até 19% superior nas tarefas multithread em relação à geração anterior. Em parte, isso é possível graças a tecnologias como Intel Turbo Boost Max 3.0 e Intel Speed Optimizer.

Jogos pesados vão exigir uma placa de vídeo dedicada, mas, para quem não precisa de um notebook para esse fim, a GPU integrada UHD Graphics que acompanha os novos chips promete dar conta do recado. Com arquitetura Xe e 32 unidades de execução (EU, na sigla em inglês), ela pode executar vídeos em 4K e 60 fps, por exemplo.

Estes são os modelos:

Núcleos / ThreadsFrequênciaFreq. 1-Core TurboCache L3TDPFreq. GPU / Max.
Core i9-11980HK8 / 162,6 GHz5 GHz24 MB45-65 W350 / 1.450 MHz
Core i9-11900H8 / 162,5 GHz4,9 GHz24 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i7-11800H8 / 162,3 GHz4,6 GHz24 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i5-11400H6 / 122,7 GHz4,5 GHz12 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i5-11260H6 / 122,6 GHz4,4 GHz12 MB35-45 W350 / 1.400 MHz

Notou que o Core i9-11980HK é o único modelo que tem a letra ‘K’ no nome? Ela está ali para deixar claro que esse chip é totalmente desbloqueado para overclock.

Repare também que esses processadores complementam os três modelos Tiger Lake com TDP de 35 W revelados pela Intel durante a CES 2021.

Intel Core vPro e Xeon para workstations

A Intel incluiu na nova linha de 11ª geração chips Core vPro para uso corporativo, além de processadores Xeon W-11000 para workstations móveis. Esses modelos contam com praticamente as mesmas características dos processadores da lista anterior, mas trazem recursos específicos para ambientes profissionais.

Eis os chips:

Núcleos / ThreadsFrequênciaFreq. 1-Core TurboCache L3TDPFreq. GPU / Max.
Xeon W-11955M8 / 162,6 GHz5 GHz24 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i9-11950H8 / 162,6 GHz5 GHz24 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Xeon W-11855M6 / 123,2 GHz4,9 GHz18 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i7-11850H8 / 162,5 GHz4,8 GHz24 MB35-45 W350 / 1.450 MHz
Core i5-11500H6 / 122,9 GHz4,6 GHz12 MB35-45 W350 / 1.450 MHz

Entre os tais recursos profissionais estão tecnologias como Intel Total Memory Encryption (TME — criptografia de dados na memória) e, nos modelos Xeon, suporte a Error-Correcting Code (ECC — mecanismo para correção de erros na memória). A companhia destaca também duas tecnologias de segurança:

  • Intel Control-Flow Enforcement Technology (CET): protege o computador contra ataques baseados em técnicas de controle de fluxo (presentes em vários malwares);
  • Intel Threat Detection Technology (TDT): usa inteligência artificial para, por exemplo, detectar ransomwares e ataques para mineração de criptomoedas em ambiente Windows.

Intel Tiger Lake-H: disponibilidade

A Intel não deu uma data exata para a chegada dos processadores Tiger Lake-H ao mercado, afinal, eles serão direcionados a fabricantes de laptops (OEMs). De todo modo, os primeiros notebooks equipados com esses chips não devem demorar a aparecer.

Tecnocast 186 – A nova velha Intel

Por muitos anos, a Intel foi sinônimo de inovação em semicondutores, mas finalmente está vendo a sua liderança ser desafiada – tanto em design de chip, como em tecnologia de fabricação.

Neste episódio, conversamos sobre os planos da nova Intel para manter o seu reinado. Dá o play e vem com a gente!

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando