Início » Gadgets » iPad 2 agora é considerado como obsoleto pela Apple no mundo todo

iPad 2 agora é considerado como obsoleto pela Apple no mundo todo

iPad 2 perde suporte em todos os países, incluindo Estados Unidos e Turquia; tablet foi apresentado pela Apple em 2011

Bruno Gall De Blasi Por

É o fim da linha para o iPad 2: a Apple levou o tablet à lista de dispositivos obsoletos na semana passada. Agora, o gadget teve o seu suporte suspenso pela companhia em todos os países onde marcou sua estreia há mais de sete anos. O aparelho foi apresentado por Steve Jobs em 2011 e vendido pela fabricante no Brasil até 2014.

iPad 2 (Imagem: Divulgação/Apple)

iPad 2 (Imagem: Divulgação/Apple)

A alteração aconteceu após o tablet ser considerado como “clássico e obsoleto” em maio de 2019. Naquela época, o iPad 2 foi levado à lista de dispositivos da marca que ainda eram tratados como clássicos somente na Califórnia (Estados Unidos) e na Turquia devido às leis locais. Depois, nesta quinta-feira (20), todos os modelos do gadget entraram para o grupo global de produtos obsoletos.

Segundo a Apple, são considerados obsoletos os produtos que deixaram de ser distribuídos para venda há mais de sete anos. Neste caso, a fabricante suspende qualquer serviço de hardware para estes dispositivos. Os centros de serviço também não podem solicitar peças para os gadgets que tiveram o suporte interrompido.

Os produtos clássicos (ou “vintage”, como são chamados nos Estados Unidos), por outro lado, são aqueles cuja distribuição foi interrompida entre cinco e sete anos atrás.

iPad 2 foi anunciado pela Apple em 2011

O iPad 2 marcou sua estreia global em março de 2011 com tela de 9,7 polegadas e o clássico conector de 30 pinos. Naquela época, o dispositivo foi apresentado com o iOS 4, versão do sistema operacional que veio ao mundo com o iPhone 4. Mais tarde, em 2019, a fabricante disponibilizou o iOS 9.3.5 ao gadget para corrigir uma falha no GPS.

O gadget foi apresentado ao público com uma câmera frontal para chamadas de vídeo e opções nas cores preto e branco. O iPad de 2011 ainda trouxe o processador Apple A5, com dois núcleos, em seu interior. Ao todo, o dispositivo teve três alternativas de armazenamento aos consumidores: 16 GB, 32 GB e 64 GB.

Com informações: MacRumors

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Eduardo Soares (@Eduardo_Soares)

10 anos para abandonar um aparelho. Eis a diferença.

Bruno Gall De Blasi (@brunogdb)

Torcendo para o meu, de quinta geração, seguir o mesmo caminho do iPad de vocês.

Eric Viana (@Eric_Viana)

O meu foi companheiro do Mestrado. Nele fiz anotação usando caneta de ponta de borracha, li artigos, usei como kindle, como scanner, navegando na web e usando o MS Word para a dissertação. Verdadeiro all in one que inclusive já levou tombo comigo no ônibus (hoje ele tem a tela levantada e a carenagem amassada por isso). Posso afirmar que com certeza ele deteve uns 80% da minha atenção durante o período da dissertação, infelizmente não é mais prático utilizar pq a lentidão e a bateria que acaba rapidamente não compensam o esforço.