Início » Aplicativos e Software » Windows 11 é anunciado oficialmente; eis o que há de novo

Windows 11 é anunciado oficialmente; eis o que há de novo

Microsoft confirma Windows 11 com novo menu Iniciar, integração com Teams, Widgets, Xbox Game Pass e mais recursos

Ana Marques Por

É oficial: o Windows 11 é a nova versão do sistema operacional da Microsoft. A empresa apresentou a plataforma nesta quinta-feira (24), após um enorme vazamento que revelou boa parte das mudanças estéticas esperadas para o “rejuvenescimento” do OS. A Microsoft Store está ganhando uma nova roupagem e políticas mais flexíveis, e o Xbox Game Pass também chega ao Windows por meio do Xbox App.

Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

De acordo com a Microsoft, o novo Windows é o mais seguro até agora. A empresa também promete atualizações 40% menores, com download mais rápido, para interferir menos na rotina dos usuários. A companhia garante que o Windows 11 terá uma grande atualização de recursos de forma anual, a ser disponibilizada no segundo semestre de cada ano. O Windows 11 chega como uma atualização gratuita para quem já tem uma licença válida do sistema.

Menu Iniciar, barra de tarefas… Era tudo real

Tudo o que vimos na build vazada está realmente presente no Windows 11: as janelas ganham cantos levemente arredondados, conferindo maior elegância e modernidade ao sistema.

A barra de tarefas está centralizada por padrão, com novas animações e transições suaves. O logo do Windows perdeu o aspecto distorcido – é representado por quatro blocos de mesmo tamanho.

O Windows 11 promete se adaptar melhor à sua rotina, e isso inclui funcionar bem em qualquer dispositivo que você está utilizando. Portanto, a Microsoft otimizou a interface para promover uma boa experiência com mouse, teclado, caneta ou toque, incluindo gestos.

O menu Iniciar trabalha com base na nuvem e no Microsoft 365, mostrando arquivos recentes usados anteriormente em qualquer dispositivo ou plataforma, incluindo Android e iOS.

Integração com Microsoft Teams

Microsoft Teams é integrado ao Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Microsoft Teams é integrado ao Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

O evento desta quinta-feira também está celebrando a integração nativa com o Microsoft Teams, oficializando o que já era óbvio: a plataforma é a principal posta da empresa para videochamadas – bye, bye, Skype!

A mudança inclui um novo app de chat, integrado à barra de tarefas, que permite mandar mensagens de texto para contatos — que podem recebê-las no Teams para Windows, iOS, Android ou mesmo por SMS.

Widgets no Windows 11

Os widgets também estão presentes no Windows 11, e prometem oferecer uma forma fácil para se inspirar e organizar informações importantes no dia a dia, com ajuda de inteligência artificial.

Widgets no Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Widgets no Windows 11 (Imagem: Divulgação / Microsoft)

Melhor experiência em jogos

A nova versão do sistema operacional está melhorando os recursos para jogos e a integração com o Xbox, incluindo o suporte ao Xbox Game Pass no PC. A empresa promete melhoria em desempenho, com jogos carregando mais rápido, Xbox Cloud Gaming integrado e HDR automático para melhor experiência visual.

Jogos no Windows 11 (Imagem: Reprodução / Microsoft)

Jogos no Windows 11 (Imagem: Reprodução / Microsoft)

Microsoft Store

Como já era esperado, a Microsoft Store está sendo reinventada, bem como suas políticas de submissão de aplicativos. A primeira novidade deve agradar os usuários de Android.

Aplicativos de Android no Windows

O Windows 11 é capaz de integrar aplicativos do Android, que podem ser encontrados na Microsoft Store devido a uma integração com a Amazon Appstore. Você pode fixá-los na barra de tarefas e no menu Iniciar para ter acesso facilmente.

Microsoft Store do Windows 11 traz apps de Android (Imagem: Reprodução)

Microsoft Store do Windows 11 traz apps de Android (Imagem: Reprodução)

Maior flexibilidade para desenvolvedores

A Microsoft Store vai permitir que desenvolvedores enviem qualquer tipo de aplicativo, incluindo apps Win32, independentemente da tecnologia de empacotamento. Além disso, a empresa está liberando o uso de CDN própria, bem como o uso de plataformas de terceiros para comércio, sem precisar pagar nenhuma taxa à Microsoft, obtendo, portanto, 100% de sua receita.

O Teams, Office e Visual Studio também chegam à nova Microsoft Store para reforçar seu posicionamento em relação à loja, encorajando outras empresas a fazerem o mesmo.

Disponibilidade: quando poderei baixar o Windows 11?

O Windows 11 chega como uma atualização gratuita “em breve” aos usuários da plataforma – a empresa não definiu uma data específica, mas disse que a liberação será de forma gradual no final deste ano e pode ir até 2022.

Você pode verificar se o seu PC é compatível neste link, mas lá vai um spoiler: o sistema não vai rodar no seu PC se ele veio sem chip TPM de segurança.

Na próxima semana, a Microsoft começa a liberar uma prévia do Windows 11 para membros do programa Windows Insider.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
24 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Garcia (@Gabriel_Garcia)

Lamentável essa transmissão. Consegui ver 10min e depois caiu. Até agora não consigo acessar. Muito muito instável

Paulo Ricardo Ventura (@PauloRicardo)

eu só consegui assistir pela CNET.
E o Panos tava me dando nervoso, olhando meio de lado da câmera… claramente lendo o que tava falando, com umas pausas beeeeem acentuadas. Também deu umas gaguejadas na fala… não sei se foi proposital, como quem tivesse falando num tom emocionado ou o que. (na parte que ele falou da casa dele/dos pais dele)

imhotep (@imhotep)

Só consegui ver pela retransmissão da CNET.
No site da MS tava tudo travado.

Gostei do Teams integrado. Foi o q me chamou a atenção.
O visual ficou bonito, mas não é uma prioridade pra mim.
Entendi errado, ou a MS Store vai rodar apps para Android (fui pegar o almoço e perdi uma parte).

Começaram com uma justificativa, do cara falando da casa onde passou a infância, q tem uma referência pra ele, tudo pra falar q não vamos mudar quase nada da interface para não assustar as pessoas. Achei justificado…

João Vitor (@joaovitor)

Até agora nada de um novo explorer.
Mancada.

Paulo Ricardo Ventura (@PauloRicardo)

só uso o teams no trabalho… e nao vejo ninguem do ciclo de amigos/familiares usando em algum dispositivo. sendo que a maioria hoje nem usa PC… acho que pra mim não me chamou tanta atenção por isso…

Eu entendi isso também… também fui pegar comida na mesma hora hahahah

João Almeida (@Joao_Almeida)

File Explorer 11 anos sem novidades

Tori Niwikari (@Tori)

Literalmente o sistema tendo finalmente uma harmonização no desktop central (Menu, Notificações, Shell)

Você realmente acha que Microsoft seria louca de refazer o Explorer e tomar um mata leão de 900+ empresas pois perdeu recursos?
AHAM CLARO.

Tori Niwikari (@Tori)

Cara, o Windows 11 (WINDOWS 10 SERVICE PACK 3) é bonitinho e finalmente tá dando uma limpeza visual no sistema que tem desequilíbrio em questão de estética.
Mas meu deus, que anúncio decepcionante.

“Windows não é só um sistema operacional” “Windows é como se fosse minha casa” “Panos quase chorando por causa do Windows”
“Forçando a barra dizendo que Windows é pra família.”
“Windows is the next generation for connecting people”

Meu deus, Microsoft.
É só um sistema.
Queremos recursos e não “WINDOWS IS FOR FAMILY.”

E vou te falar, sobre o Windows Explorer, com certeza já devem ter feito testes internos para um novo Explorer, mas não deve ir para frente tão cedo.
Os desenvolvedores/Designers devem estar confusos de como fazer o explorer (que é um saco de arroz de tanto recursos) ficar simples e coerente com o sistema, mas que não quebre a curva de aprendizado dos antigos usuários.

imhotep (@imhotep)

O Windows Explorer não me incomoda.
Se vc pega os diversos Explorers no Linux, é basicamente a mesma coisa - uma cascata de diretórios e busca.
No Mac muda um pouco, mas é basicamente o mesmo padrão.

O q vcs queriam num possível novo Explorer?

Lucas Abreu (@lucasferabreu)

Eu tb queria saber. Vejo as pessoas reclamando mas realmente não sei o que mais teria de interessante pra colocar ali.

Tori Niwikari (@Tori)

Pega o Nautilus como exemplo.
Antigamente era um canivete suíço de tantos botões e diálogos na sua cara.
nautilus806×573 82 KB
Depois que houve o redesign (Nova linguagem de design do GNOME), a comunidade Linux surtou pois tava com espaços vazios demais e perdendo recursos (e perdeu mesmo)
knQ7T890×543 140 KB

Apple foi bem mais rápida com isso simplesmente devido ao Finder já ser simples (em questão de design) desde o início.

Quero ver como a comunidade iria reagir se Microsoft colocasse todos os recursos do Windows Explorer em um simples botão hamburguer.
Ah meu amigo.

Severino Cavalcante (@sev.cavalcante)

Algo assim?
d24v4rfao5t611500×1000 159 KB

Tori Niwikari (@Tori)

“MacOS recebendo novidades”

Tirando o fato que MacOS é um sistema usado apenas pela Apple e seus dispositivos, logo, ela pode ousar tirar recursos de forma tranquila do sistema, afinal, não é amplamente usado como Windows.
MacOS permaneceu estagnado por diversas eras, apenas refinando seu visual pouco a pouco antes do Big Sur.
Não há sequer diferença entre o Mojave e Catalina, exceto a remoção do suporte a 32 bits.

Severino Cavalcante (@sev.cavalcante)

Só que entre o Mojave e o Catalina temos 12 meses. Do Windows 10 pro 11 temos o que, 6 anos?

Tori Niwikari (@Tori)

Poderia ser, exceto que isso iria quebrar as guidelines da Fluent Design.
Esse menu com ferramentas (pin, copy, paste) teria que mover para uma command bar ou menu hamburguer.
A barra lateral teria que poder ser ocultada e apenas os ícones seres aparentes quando não for usada.
aa980×731 21.9 KB

Exibir mais comentários