Início » Celular » Xiaomi Mi 11 Ultra ganha modo Super Saver para bateria durar até 14 dias

Xiaomi Mi 11 Ultra ganha modo Super Saver para bateria durar até 14 dias

Mas contenha as suas expectativas — o novo modo de economia de energia sacrifica a experiência de uso e deve ser uma opção mais indicada para emergências

Ana Marques Por

A Xiaomi atualizou recentemente o Mi 11 Ultra na China, e o update de código V12.5.10.0.RKACNXM traz um recurso chamado Super Power Saver, que tem o objetivo de ajudar na economia de bateria. Segundo a descrição da fabricante, o novo modo seria capaz de oferecer até 14 dias longe das tomadas — mas esse “benefício” tem um preço alto: sacrificar a experiência de uso consideravelmente.

Xiaomi Mi 11 Ultra (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Xiaomi Mi 11 Ultra (Imagem: Divulgação/Xiaomi)

Caso você não esteja ligando o nome ao modelo, o Mi 11 Ultra é o smartphone da Xiaomi que vem com uma segunda tela na traseira. O display menor é a chave para o novo recurso de economia de energia. Ao ativar o Super Power Saver, o telefone desliga a tela principal do celular e passa a funcionar apenas com o painel auxiliar.

Além de limitar o usuário à tela de 1,1 polegada localizada na parte de trás do aparelho, as funções também são restritas. É possível visualizar a hora, atender ligações e realizar discagens para contatos de emergência — desde que você os configure previamente. Basicamente, o seu celular passa a funcionar quase como uma Mi Band 5, sem todos os recursos fitness, é claro.

Super Power Saver da Xiaomi (Imagem: Reprodução)

Super Power Saver da Xiaomi (Imagem: Reprodução)

É mais um recurso de emergência do que um luxo…

Embora não pareça tão animador após ler as entrelinhas, o novo modo Super Power Saver deve ser de grande serventia para situações de emergência, o que é particularmente interessante em países que enfrentam catástrofes naturais com maior frequência, por exemplo — ou mesmo regiões que podem passar por grandes períodos de tempo sem energia elétrica.

Por enquanto, não se sabe se o recurso irá desembarcar em outras regiões além da China. O Xiaomi Mi 11 Ultra não tem previsão de chegada ao Brasil.

Com informações: Gizmochina.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
4 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel R. Pinheiro (@DiFF7Skyns)

Estou surpreso que a Xiaomi só tenha implementado isso agora. Samsung, Huawei e várias outras fabricantes já tem isso há muitos anos…

Breno (@bbcbreno)

Além de ter demorado, é só pra este M11 Ultra, pelo o q parece.

Daria perfeitamente pra fazer isto em todos os telefones, pq a essência do recurso é desativar funcionalidades/sensores. E sobre a tela, n precisa ter uma telinha, se quer fazer algo parecido, é só deixar 1/4, 1/8 da tela disponível, a economia será similar se for tela OLED.

A impressão q dá é uma tentativa de justificar ou propaganda pra telinha: “Por causa dessa telinha a gente consegue muitos dias com uma única carga”