Início » Negócios » Facebook: empresa pode mudar de nome para focar na construção do metaverso

Facebook: empresa pode mudar de nome para focar na construção do metaverso

Facebook deve apresentar um novo nome para a companhia como parte de sua estratégia para focar no desenvolvimento do metaverso

Por

O Facebook está preparando uma grande mudança que pode afetar a sua estrutura organizacional. Espera-se que o CEO Mark Zuckerberg anuncie um novo nome para a companhia na semana que vem, durante o evento Connect. A medida pode ser mais um esforço da companhia para se dedicar ao desenvolvimento do metaverso.

Facebook deve anunciar um novo nome para a companhia em breve (Imagem: Thomas Ulrich/Pixabay)
Facebook deve anunciar um novo nome para a companhia em breve (Imagem: Thomas Ulrich/Pixabay)

As informações foram reveladas pelo The Verge nesta terça-feira (19). De acordo com uma pessoa a par do assunto, o novo nome da empresa (e não da rede social) deve ser apresentado em 28 de outubro de 2021. Também existe a expectativa de que os detalhes sobre a alteração sejam apresentados pelo executivo antes da conferência.

A mudança pode estar ligada aos novos rumos da companhia. Recentemente, o Facebook vem apostando todas as suas fichas no metaverso. A nova ambição da empresa consiste em um ambiente virtual coletivo criado pela convergência entre uma realidade física virtualmente aprimorada e um espaço virtual fisicamente persistente.

Além disso, o site observa que a mudança também pode ter relação com as últimas polêmicas envolvendo a rede social. No começo do mês, a ex-gerente de produto Frances Haugen prestou depoimento ao Senado dos Estados Unidos e alegou que a companhia prioriza lucros e não age para proteger os usuários. A ação, portanto, seria uma medida para impedir que os escândalos atingissem os novos planos da empresa.

Por outro lado, ainda não se sabe como a alteração vai afetar a estrutura da empresa. Vale lembrar que, em 2015, o Google definiu a Alphabet como sua controladora e, consequentemente, sua dona. A companhia também abriga as marcas Fiber (internet), Waymo (drones e carros autônomos), entre outras, em seu guarda-chuva.

O Facebook não comentou sobre o assunto.

Oculus Quest 2 (Imagem: Divulgação)
Oculus Quest 2 (Imagem: Divulgação)

Facebook vai abrir vagas para desenvolver metaverso

O metaverso é uma das novas ambições do Facebook. Não à toa, a companhia anunciou no domingo (17) que vai abrir 10 mil vagas para pessoas altamente qualificadas com o objetivo de desenvolver o novo ambiente. A previsão é de que os postos sejam disponibilizados ao longo dos próximos cinco anos na Europa.

“A necessidade de engenheiros altamente especializados é uma das principais prioridades do Facebook na jornada de tornar realidade o metaverso”, afirmaram durante o anúncio. “Nós esperamos trabalhar com governos por toda a União Europeia para encontrar as pessoas certas e os mercados certos para levar isso adiante.”

A empresa também deu outros passos para alavancar os seus novos planos. Em setembro, o Facebook anunciou um investimento de US$ 50 milhões para criar o metaverso e detalhou quais seriam os seus próximos esforços. Também houve o lançamento do Ray-Ban Stories, um óculos com câmera dupla e assistente de voz.

Com informações: The Verge